13 de setembro de 2019 - MOUSE OU MENOS 
Publicidade

MOUSE OU MENOS

por Nonato Albuquerque

13 de setembro de 2019

Corações samaritanos

Por Nonato Albuquerque em ARTIGO

13 de setembro de 2019

Benza Deus que o exemplo de solidariedade encontre eco em outros corações samaritanos. Que eles possam sair um pouco de si e desdobrar-se em favor de necessitados.

Não apenas os idosos; mas há crianças abandonadas em creches aguardando uma visita amiga. Deficientes físicos necessitando de auxílio para transitar nessa cidade. Desempregados convivendo a depressão da falta de trabalho e sem condições de dar o sustento à família. Mendigos desabrigados de teto, que acabam invisíveis em situação de rua. Jovens precisando ser encaminhados a um projeto que os transforme e evite que o caminho deles se cruze com os dos traficantes.

Ha tanta gente à espera de alguém que possa multiplicar gestos de ajuda. Às vezes, dentro da própria família. Os casais que sofrem com a síndrome do Ninho Vazio, quando filhos crescem, se casam, ganham o mundo e os pais ficam largados à sua solidão.

Há muitas ONGs aguardando mãos de ajuda. Palavras de conforto. Atitudes que reverenciem a Vida como a maior riqueza que o ser humano dispõe para acertar-se na vida como modelo. Como exemplo.

O tempo urge. A vida pede.

leia tudo sobre

Publicidade

Corações samaritanos

Por Nonato Albuquerque em ARTIGO

13 de setembro de 2019

Benza Deus que o exemplo de solidariedade encontre eco em outros corações samaritanos. Que eles possam sair um pouco de si e desdobrar-se em favor de necessitados.

Não apenas os idosos; mas há crianças abandonadas em creches aguardando uma visita amiga. Deficientes físicos necessitando de auxílio para transitar nessa cidade. Desempregados convivendo a depressão da falta de trabalho e sem condições de dar o sustento à família. Mendigos desabrigados de teto, que acabam invisíveis em situação de rua. Jovens precisando ser encaminhados a um projeto que os transforme e evite que o caminho deles se cruze com os dos traficantes.

Ha tanta gente à espera de alguém que possa multiplicar gestos de ajuda. Às vezes, dentro da própria família. Os casais que sofrem com a síndrome do Ninho Vazio, quando filhos crescem, se casam, ganham o mundo e os pais ficam largados à sua solidão.

Há muitas ONGs aguardando mãos de ajuda. Palavras de conforto. Atitudes que reverenciem a Vida como a maior riqueza que o ser humano dispõe para acertar-se na vida como modelo. Como exemplo.

O tempo urge. A vida pede.