2 de outubro de 2019 - MOUSE OU MENOS 
Publicidade

MOUSE OU MENOS

por Nonato Albuquerque

2 de outubro de 2019

O cérebro é uma coisa maravilhosa… todos deveriam ter um

Por Nonato Albuquerque em ARTIGO, COMPORTAMENTO

02 de outubro de 2019

Uma pessoa de excelente dose de humor, escreveu numa rede social a frase: “o cérebro é uma coisa maravilhosa. Todos deveriam ter um”.

Por mais surpreendente que isso possa parecer, a frase revela um sentido muito real de algumas pessoas que, embora humanas, agem como se não tivessem alcançado a suprema conquista desse motor gerador de todos os estímulos sensoriais, que nos permite deter a capacidade intelectual da inteligência.

Como entender alguém que sobrevive do hálito das sombras, num mundo onde a luz é presença preponderante para o conhecimento, o senso, a razão e a lógica?

Mas há quem se arraste ao temporal violento de si mesmo, alimentando-se de dor, vociferando instintos cruéis, que dão a impressão de que são bestas feras num mundo em desenvolvimento, sem nenhum sinal de que possam ser domesticadas, como o são nossos irmãos ditos irracionais.

Não é que lhes falte cérebro, como intenta a frase do internauta racionalizando. É que lhes faltam a chance de serem tocados pela luz da sabedoria, a lhes apontar caminhos novos na Vida. Rumos de progresso através do aprendizado . Visão de mundo que vai além das fronteiras do que a mente – por mais inteligente que seja – possa imaginar.

“O cérebro é uma coisa maravilhosa… todos deveriam ter um.”

 

leia tudo sobre

Publicidade

O cérebro é uma coisa maravilhosa… todos deveriam ter um

Por Nonato Albuquerque em ARTIGO, COMPORTAMENTO

02 de outubro de 2019

Uma pessoa de excelente dose de humor, escreveu numa rede social a frase: “o cérebro é uma coisa maravilhosa. Todos deveriam ter um”.

Por mais surpreendente que isso possa parecer, a frase revela um sentido muito real de algumas pessoas que, embora humanas, agem como se não tivessem alcançado a suprema conquista desse motor gerador de todos os estímulos sensoriais, que nos permite deter a capacidade intelectual da inteligência.

Como entender alguém que sobrevive do hálito das sombras, num mundo onde a luz é presença preponderante para o conhecimento, o senso, a razão e a lógica?

Mas há quem se arraste ao temporal violento de si mesmo, alimentando-se de dor, vociferando instintos cruéis, que dão a impressão de que são bestas feras num mundo em desenvolvimento, sem nenhum sinal de que possam ser domesticadas, como o são nossos irmãos ditos irracionais.

Não é que lhes falte cérebro, como intenta a frase do internauta racionalizando. É que lhes faltam a chance de serem tocados pela luz da sabedoria, a lhes apontar caminhos novos na Vida. Rumos de progresso através do aprendizado . Visão de mundo que vai além das fronteiras do que a mente – por mais inteligente que seja – possa imaginar.

“O cérebro é uma coisa maravilhosa… todos deveriam ter um.”