Os anjos tutelares de quem vai pegar a estrada no fim-do-ano - MOUSE OU MENOS 
Publicidade

MOUSE OU MENOS

por Nonato Albuquerque

Os anjos tutelares de quem vai pegar a estrada no fim-do-ano

Por Nonato Albuquerque em ARTIGO

28 de dezembro de 2018

Fim de ano, assim como foi no feriado do Natal, os patrulheiros da Polícia Rodoviária Federal voltam a se dedicar ao trabalho de fiscalizar aqueles que ganham as estradas e, muitas vezes, não se prestam ao atendimento das mínimas regras de segurança viária.

São esses tutelares de todos os guiadores que, a despeito de serem datas de convivência em família, eles não têm essa possibilidade quando atuam com vistas a preservar vidas. E que coisa valiosa é cada vida humana.

Este fim de semana, mais uma vez, eles vão estar a postos. Orientando, servindo à população. Buscando diminuir os acidentes que são comuns, principalmente, pela falta de atenção daqueles que viajam.

No currículo de cada agente desses, mais do que cobrar atenção às leis de tráfego – como a documentação em ordem, limite de velocidade e ao não uso de bebidas alcoólicas durante a viagem -, esses policiais rodoviários se defrontam, no seu dia a dia, com casos curiosos.

A inspetora Juliana Rodrigues, do núcleo de Comunicação da PRF cearense, nos contava hoje que, por diversas vezes, agentes se transformam em parteiros sem diploma, mas com um índice notável de eficiência no atendimento a parturientes. Muitos bebês nasceram pelas mãos desses policiais.

Eles, também, se revelaram verdadeiros anjos de guarda de alguns pedestres que, despreocupados, vagam pelo acostamento das rodovias com perturbações interiores.

E há ccasos em que eles são vigilantes em defesa do meio ambiente quando flagram transporte ilegal de madeira ou de aves silvestres.

Tudo isso, só revela um traço edificante da personalidade de quem vive a atividade de policial rodoviário, ajudando a quem sai de casa e pega as rodovias federais, com o intuito de se divertir no fim do ano. Poucas vezes, a gente tem oportunidade de avaliar a importância deles nas estradas.

Por isso, a gente aproveita nesta última sexta feira de 2018, para desejar a esses anjos de guarda do asfalto, que o ano novo transporte a cada um, tudo de bom que eles desejam e dizer da gratidão que os brasileiros lhes devem não apenas hoje, mas durante todos os dias do ano. Um abraço fraterno a cada um.

 

Publicidade aqui

leia tudo sobre

Os anjos tutelares de quem vai pegar a estrada no fim-do-ano

Por Nonato Albuquerque em ARTIGO

28 de dezembro de 2018

Fim de ano, assim como foi no feriado do Natal, os patrulheiros da Polícia Rodoviária Federal voltam a se dedicar ao trabalho de fiscalizar aqueles que ganham as estradas e, muitas vezes, não se prestam ao atendimento das mínimas regras de segurança viária.

São esses tutelares de todos os guiadores que, a despeito de serem datas de convivência em família, eles não têm essa possibilidade quando atuam com vistas a preservar vidas. E que coisa valiosa é cada vida humana.

Este fim de semana, mais uma vez, eles vão estar a postos. Orientando, servindo à população. Buscando diminuir os acidentes que são comuns, principalmente, pela falta de atenção daqueles que viajam.

No currículo de cada agente desses, mais do que cobrar atenção às leis de tráfego – como a documentação em ordem, limite de velocidade e ao não uso de bebidas alcoólicas durante a viagem -, esses policiais rodoviários se defrontam, no seu dia a dia, com casos curiosos.

A inspetora Juliana Rodrigues, do núcleo de Comunicação da PRF cearense, nos contava hoje que, por diversas vezes, agentes se transformam em parteiros sem diploma, mas com um índice notável de eficiência no atendimento a parturientes. Muitos bebês nasceram pelas mãos desses policiais.

Eles, também, se revelaram verdadeiros anjos de guarda de alguns pedestres que, despreocupados, vagam pelo acostamento das rodovias com perturbações interiores.

E há ccasos em que eles são vigilantes em defesa do meio ambiente quando flagram transporte ilegal de madeira ou de aves silvestres.

Tudo isso, só revela um traço edificante da personalidade de quem vive a atividade de policial rodoviário, ajudando a quem sai de casa e pega as rodovias federais, com o intuito de se divertir no fim do ano. Poucas vezes, a gente tem oportunidade de avaliar a importância deles nas estradas.

Por isso, a gente aproveita nesta última sexta feira de 2018, para desejar a esses anjos de guarda do asfalto, que o ano novo transporte a cada um, tudo de bom que eles desejam e dizer da gratidão que os brasileiros lhes devem não apenas hoje, mas durante todos os dias do ano. Um abraço fraterno a cada um.