A Veneza que vira Fortaleza quando chove - MOUSE OU MENOS 
Publicidade

MOUSE OU MENOS

por Nonato Albuquerque

A Veneza que vira Fortaleza quando chove

Por Nonato Albuquerque em ARTIGO

05 de Fevereiro de 2020

Eita que foi um pau dágua que desabou na cidade, esta manhã. Pra variar, os problemas de sempre. Alagamentos, congestionamentos, dificuldade para se chegar aos locais de compromissos. Mas isso é bom; afinal, para quem já suportou 7 anos de estiagem, o cearense deve é louvar os céus pelas bênçãos do inverno. Problemas, eles existem para que utilizemos a nossa capacidade criativa e posamos superá-los. Que a cidade vive o drama das enxurradas, não é privilégio só de Fortaleza. Outras capitais, também. Aqui, a irreverência e o humor do cearense transforma tudo em piada.

Hoje, nas redes sociais alguém escreveu que Fortaleza é a capital mais internacional do País. Não é atoa que temos aqui a ponte dos ingleses; o jardim japonês; o parque americano, a Praça Portugal, um trânsito indiano – e, quando chove, como hoje – a cidade vira Veneza, tomada pelas águas copia a cidade italiana de Veneza.

Se o problema todo da cidade fosse esse, isso num seria nada. Terrível é conviver com uma Fortaleza que é violenta, onde por qualquer coisa se briga, se mata e, até entre os políticos, demonstram não ter respeito, ética e bom senso como no episódio da invasão da Câmara com um secretário de segurança municipal – que ninguém nem sabia que tinha isso – e faz ameaça a um colega.

Que chova muito e que as águas consigam levar para o esgoto do esquecimento esse tipo de gente que não tem polidez para respeitar o povo.

Publicidade aqui

leia tudo sobre

A Veneza que vira Fortaleza quando chove

Por Nonato Albuquerque em ARTIGO

05 de Fevereiro de 2020

Eita que foi um pau dágua que desabou na cidade, esta manhã. Pra variar, os problemas de sempre. Alagamentos, congestionamentos, dificuldade para se chegar aos locais de compromissos. Mas isso é bom; afinal, para quem já suportou 7 anos de estiagem, o cearense deve é louvar os céus pelas bênçãos do inverno. Problemas, eles existem para que utilizemos a nossa capacidade criativa e posamos superá-los. Que a cidade vive o drama das enxurradas, não é privilégio só de Fortaleza. Outras capitais, também. Aqui, a irreverência e o humor do cearense transforma tudo em piada.

Hoje, nas redes sociais alguém escreveu que Fortaleza é a capital mais internacional do País. Não é atoa que temos aqui a ponte dos ingleses; o jardim japonês; o parque americano, a Praça Portugal, um trânsito indiano – e, quando chove, como hoje – a cidade vira Veneza, tomada pelas águas copia a cidade italiana de Veneza.

Se o problema todo da cidade fosse esse, isso num seria nada. Terrível é conviver com uma Fortaleza que é violenta, onde por qualquer coisa se briga, se mata e, até entre os políticos, demonstram não ter respeito, ética e bom senso como no episódio da invasão da Câmara com um secretário de segurança municipal – que ninguém nem sabia que tinha isso – e faz ameaça a um colega.

Que chova muito e que as águas consigam levar para o esgoto do esquecimento esse tipo de gente que não tem polidez para respeitar o povo.