Publicidade

MAR Jangadeiro

por Orlando Nunes

Governador Cid Gomes

As vírgulas estão de volta

Por Orlando Nunes em Gramática

30 de setembro de 2012

“A reunião sobre as desapropriações na Via Expressa entre prefeita de Fortaleza Luizianne Lins e o governador do estado Cid Gomes acabou sem nenhum consenso entre ambas as partes, nesta sexta-feira (28).”

Umas vírgulas:

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, (usamos vírgula, porque o aposto é explicativo, diz respeito a todo o universo representado pelo termo antecedente, ou seja, prefeita de Fortaleza).

Do mesmo modo, escrevemos com vírgula: “O governador do estado, Cid Gomes”.

Fique atento: em “A prefeita Luizianne Lins” ou em “O governador Cid Gomes”, nada de vírgula, porque agora o aposto é restritivo.

Traduzindo

Em um universo formado por vários prefeitos e governadores Brasil afora, restrinjo o conceito a uma determinada prefeita e a um determinado governador.

Trocando em miúdos

– Sem vírgula

Existem muitos prefeitos no Brasil, refiro-me apenas à prefeita Luizianne.

Existem vários governadores no Brasil, refiro-me ao governador Cid Gomes.

– Com vírgula

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, e o governador do estado, Cid Gomes (só há uma prefeita em Fortaleza e um governador no Ceará – Deus sabe o que faz).

As vírgulas estão de volta

“A reunião sobre as desapropriações na Via Expressa entre a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, e o governador do estado, Cid Gomes, acabou sem nenhum acordo entre ambas as partes nesta sexta-feira (28).”

P.S.: acrescento o artigo “a” antes de “prefeita”, troco a palavra “consenso” por “acordo” e retiro a vírgula antes do adjunto adverbial de tempo no fim da frase.

Dúvidas? Envie um e-mail para marjangadeiro@gmail.com

Boa semana.

 

Publicidade

As vírgulas estão de volta

Por Orlando Nunes em Gramática

30 de setembro de 2012

“A reunião sobre as desapropriações na Via Expressa entre prefeita de Fortaleza Luizianne Lins e o governador do estado Cid Gomes acabou sem nenhum consenso entre ambas as partes, nesta sexta-feira (28).”

Umas vírgulas:

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, (usamos vírgula, porque o aposto é explicativo, diz respeito a todo o universo representado pelo termo antecedente, ou seja, prefeita de Fortaleza).

Do mesmo modo, escrevemos com vírgula: “O governador do estado, Cid Gomes”.

Fique atento: em “A prefeita Luizianne Lins” ou em “O governador Cid Gomes”, nada de vírgula, porque agora o aposto é restritivo.

Traduzindo

Em um universo formado por vários prefeitos e governadores Brasil afora, restrinjo o conceito a uma determinada prefeita e a um determinado governador.

Trocando em miúdos

– Sem vírgula

Existem muitos prefeitos no Brasil, refiro-me apenas à prefeita Luizianne.

Existem vários governadores no Brasil, refiro-me ao governador Cid Gomes.

– Com vírgula

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, e o governador do estado, Cid Gomes (só há uma prefeita em Fortaleza e um governador no Ceará – Deus sabe o que faz).

As vírgulas estão de volta

“A reunião sobre as desapropriações na Via Expressa entre a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, e o governador do estado, Cid Gomes, acabou sem nenhum acordo entre ambas as partes nesta sexta-feira (28).”

P.S.: acrescento o artigo “a” antes de “prefeita”, troco a palavra “consenso” por “acordo” e retiro a vírgula antes do adjunto adverbial de tempo no fim da frase.

Dúvidas? Envie um e-mail para marjangadeiro@gmail.com

Boa semana.