Publicidade

Rede Social CE

por Raquel Souza

Empreendedorismo

Sebrae e ABNT disponibilizam normas gratuitas para o pequeno negócio

Por raquelsouza em Empreendedorismo

02 de Abril de 2020

Empresários poderão acessar 49 normas técnicas gratuitamente, por um período de 6 meses

O Sebrae e a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) vão oferecer normas técnicas gratuitas aos pequenos negócios. Serão 49 normas no total, sendo que 31 delas correspondem a normas específicas relativas a respiradores e outros produtos essenciais para combater os efeitos do Coronavírus, como  diretrizes para produzir respiradores, máscaras e outros produtos relacionados, e 18 são relativas ao aprimoramento de negócios tradicionais, como salões de beleza, turismo, serviços de alimentação e  implementação de comércio eletrônico.

Os pequenos negócios poderão obter essas normas a custo zero durante o período de seis meses com direito à visualização ilimitada pelo tempo de validade da norma e duas impressões. “A iniciativa é fundamental, pois estamos ampliando as possibilidades de trabalho para os pequenos negócios, diretamente impactados pela restrição à mobilidade social. As normas vão ajudar as micro e pequenas empresas a se adaptarem às demandas de mercado e a encontrarem soluções inovadoras para superar a crise gerada pelo novo Coronavírus. Uma floricultura pode se transformar em uma produtora de máscaras, por exemplo. Com isso, todo mundo ganha.”, explica o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

Para ter acesso, basta acessar o site www.abntcatalogo.com.br/sebrae, e fazer um breve cadastro.


Sobre a ABNT

A ABNT é o único Foro Nacional de Normalização, por reconhecimento da sociedade brasileira desde a sua fundação, em 28 de setembro de 1940, e confirmado pelo Governo Federal por meio de diversos instrumentos legais. É responsável pela elaboração das Normas Brasileiras (NBR), destinadas aos mais diversos setores. A ABNT participa da normalização regional na Associação Mercosul de Normalização (AMN) e na Comissão Pan-Americana de Normas Técnicas (Copant) e da normalização internacional na International Organization for Standardization (ISO) e na International Electrotechnical Commission (IEC).

Desde 1950, atua também na área de certificação, atendendo grandes e pequenas empresas, nacionais e estrangeiras. Possui atualmente mais de 400 programas de certificação, destinados a produtos, sistemas e verificação de gases de efeito estufa, entre outros. A sociedade identifica na Marca de Conformidade ABNT a garantia de que está adquirindo produtos e serviços em conformidade, atendendo aos mais rigorosos critérios de qualidade. A ABNT Certificadora tem atuação marcante nas Américas, Europa e Ásia, realizando auditorias em mais de 30 países.

Publicidade

Com coronavírus, vendas online de álcool em gel crescem mais de 4700% no país, aponta estudo

Por raquelsouza em Empreendedorismo

30 de Março de 2020

Levantamento realizado pelo Compre&Confie compara os meses de fevereiro e março com o mesmo bimestre do ano passado; volume chama a atenção até mesmo quando comparado às vendas de demais itens de saúde

O coronavírus provocou perdas em diferentes setores desde a sua chegada ao país, mas um deles tem obtido excelentes resultados em meio à pandemia: o e-commerce. Um levantamento realizado pelo Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce, mostra que 13 milhões de compras online foram realizadas entre 24 de fevereiro e 18 de março, alta de 30,8% em relação ao mesmo período do ano passado. O aumento gerou R$ 5,56 bilhões em vendas, número 28% maior do que o registrado no mesmo período de 2019.

Diferentes produtos têm sido comprados via e-commerce nesse período, mas um deles é destaque em todo o país: o álcool em gel. No mesmo período analisado, as vendas do produto tiveram aumento de 4764% em relação ao mesmo período do ano anterior e o faturamento com o item cresceu 4974%.

O crescimento chama a atenção até mesmo quando comparado a outros produtos de saúde: entre fevereiro e março, o volume de compras de Nebulizadores e Inaladores cresceu 553% e, o faturamento, 900%. As vendas via e-commerce de Luvas Cirúrgicas tiveram aumento de 174% e o faturamento do item cresceu 119% no período, por exemplo.

“Em um cenário sem a COVID-19, a categoria de saúde não é uma das mais expressivas no e-commerce. Moda e Acessórios ocupa o lugar de destaque em volume de pedidos e Eletrônicos e Telefonia movimentam quantias significativas em faturamento. O que estamos vendo é uma inversão desses papéis, com itens destinados à prevenção do coronavírus sustentando em grande parte o crescimento do e-commerce no país. Essa é uma tendência que deve continuar pelos próximos meses e que estamos acompanhando de perto”, destaca André Dias, diretor executivo do Compre&Confie.

Nos meses fechados de fevereiro e março, o segmento de Saúde registrou alta de 65% no volume de compras realizadas durante os meses de fevereiro e março, na comparação com o mesmo bimestre do ano anterior. Considerando o mesmo recorte, Beleza e Perfumaria vem em seguida, com incremento de 57%.

Ao mesmo tempo, categorias que habitualmente geram bons resultados registraram queda significativa no período: Câmeras, Filmadoras e Drones tiveram baixa de 47% no volume de compras, Games sofreram redução de 35% e Eletrônicos, de 18%.

Em faturamento, o setor de Saúde registrou alta de 111% em fevereiro e março deste ano quando comparado aos mesmos meses de 2019. O segmento de Beleza e Perfumaria teve incremento de 83% e, novamente, setores como Câmeras, Filmadoras e Drones (-62%), Games (-37%) e Eletrônicos (-29%) registraram baixa.

Sobre o Compre&Confie:

O Compre&Confie é uma nova empresa da CLSS Participações, holding controladora da ClearSale e E-confy. A companhia monitora vendas reais de mais de 80% do varejo digital brasileiro e tem o objetivo de gerar a maior rede de confiança online do Brasil por meio de produtos para varejistas (B2B) e consumidores (B2C).

Para os consumidores, a companhia oferece um serviço 100% gratuito por meio do aplicativo Compre & Confie. Com ele, é possível monitorar o uso do CPF nas compras realizadas no mercado online e notificar compras indevidas. Também é possível ter acesso a pesquisas de satisfação para avaliar a experiência de compra em lojas online e, a partir das respostas, receber cupons e concorrer a prêmios semanais.

Com foco no varejo, indústria e mídia, o Compre&Confie oferece uma metodologia de captura de dados de vendas online em tempo real para que seja possível acompanhar as vendas no comércio eletrônico de maneira muito precisa. Além disso, os varejistas online são beneficiados com um selo de reputação, obtido pela avaliação dos consumidores online.

Publicidade

Fundadores e empreendedores do Brasil inteiro compartilham benchmarks e melhores práticas para navegar pelo COVID-19 em material inédito da Endeavor

Por raquelsouza em Empreendedorismo

23 de Março de 2020

Em material inédito, Endeavor reúne benchmarks, mentorias online e orientações sobre o COVID-19 com planos de ação das empresas de alto crescimento apoiadas, boas práticas na gestão de trabalho remoto e raio-X da situação global a partir das experiências em 30 países. 

Diante do crescimento exponencial no número de casos de coronavírus (COVID-19) ao redor do mundo e no Brasil, empreendedores de todos os tamanhos são diretamente afetados pela instabilidade econômica, disponibilidade de capital e restrição no acesso a mercados internacionais. Para responder a esse desafio, a Endeavor disponibilizou um data room inédito, conjunto de materiais e links úteis, como parte de uma série de medidas de apoio aos empreendedores brasileiros para navegar pela pandemia.

Diante de uma crise atípica no país, não há playbook ou boas práticas que todos podem seguir. Fundadores de negócios em diferentes indústrias perguntam-se se devem demitir, congelar as contratações ou redesenhar as metas do ano. Enquanto o clima de incerteza ganha as ruas, a perspectiva de crescimento é suspensa até o desenrolar das próximas semanas. Nesse momento, a resposta para desafios sem precedentes está na experiência de quem já viveu situações semelhantes.

O conhecimento e aprendizado de 3.000 mentores globais, 60 embaixadores brasileiros e mais de 300 scale-ups apoiados pela Endeavor, são fonte de orientação para tomada de decisão de milhares de empreendedores. Por essa razão, a Endeavor, principal organização de apoio a scale-ups do mundo, lança o Benchmarks Endeavor COVID-19, um data room que explica como as scale-ups estão reagindo ao novo coronavírus. Nele, estão benchmarks de políticas de contenção adotadas pelas empresas apoiadas pela Endeavor, webinars gravados ferramentas de gestão do trabalho remoto e um raio-X da situação no mundo para os empreendedores tomarem as melhores decisões.

O material é vivo, ou seja, será atualizado diariamente com novas informações, a partir do conhecimento coletivo produzido pela rede da organização.

Além disso, a jornada de apoio da organização está sendo migrada para um modelo 100% digital. Enquanto os empreendedores se perguntam que medida tomar e como agir diante desse cenário, a organização reforça a jornada de apoio em um formato 100% digital com mentorias coletivas e individuais acontecendo em oito cidades do país pela internet.

Mas, para além dos desafios de crescimento, os empreendedores se unem também na contenção da disseminação.

  • Dezenas já se comprometeram com o Compromisso pelo combate à propagação do vírus Covid-19 no Brasil. A iniciativa convida líderes e empreendedores de todo país a adotarem medidas de prevenção como trabalho remoto e o distanciamento social. Além da própria Endeavor, organizações da rede como Resultados Digitais, Rock Content, Olist e Loft já aderiram ao movimento.

Esse isolamento social, evitando eventos, reuniões e aglomerações, é, comprovadamente, o melhor caminho para achatar a curva de disseminação, reduzindo a sobrecarga do sistema de saúde no Brasil. Por meio desse compromisso, milhares de funcionários são protegidos de serem infectados ou de disseminar o vírus em transportes públicos, ambientes de trabalho e na própria família, o que é fundamental para a pandemia ser controlada com mais velocidade.

SERVIÇO

Material Online e Gratuito

Benchmarks Endeavor COVID-19: como as scale-ups estão navegando pela crise

Disponível em: https://endeavor.org.br/pessoas/covid-19-como-as-scale-ups-estao-reagindo-ao-coronavirus/

SOBRE A ENDEAVOR

Somos uma organização global sem fins lucrativos com a missão de acelerar empreendedores que aceleram o crescimento do país. No Brasil desde 2000, promovemos um ambiente de negócios que estimule o crescimento e o impacto dos empreendedores à frente das Scale-ups, empresas de alto crescimento com modelo escalável e inovador.

Acreditamos na força do exemplo. Por isso, apoiamos centenas de empreendedores com potencial transformador; e mobilizamos a sociedade para a criação de novas políticas públicas, porque sabemos que para acelerar o crescimento das empresas, precisamos de um ambiente de negócios mais favorável. Dessa forma, os empreendedores geram mais empregos, revolucionam mercados, aumentam a produtividade do país e, juntos, transformam o Brasil.

Publicidade

EDP é eleita melhor empresa da América Latina em Responsabilidade Social

Por raquelsouza em Empreendedorismo

14 de Abril de 2019

Pesquisa realizada com mais de 7 mil companhias no continente seleciona as melhores segundo suas práticas ambientais, sociais e de governança corporativa

A EDP, companhia que atua em todos os segmentos do setor elétrico, foi reconhecida como a melhor empresa da América Latina em Responsabilidade Social com o Latin Trade IndexAmericas Sustainability Award, prêmio desenvolvido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) em parceria com a Latin Trade, revista de negócios presente há mais de 25 anos na região. A cerimônia de premiação aconteceu nesta quinta-feira (11), em Washington, nos Estados Unidos.

No Ceará, a EDP Brasil administra a UTE Pecém I, sediada no município de São Gonçalo do Amarante (CE). A usina está em operação desde 2012 e tem capacidade instalada de 720 MW. A atividade da termelétrica foi responsável pela transformação do Ceará de estado importador em exportador da energia elétrica. A UTE Pecém gera cerca de 1500 empregos, entre diretos e indiretos.

Além da EDP, outras quatro empresas – Grupo Argos, PepsiCo Latam, Citigroup, Latam e Mexichem – foram premiadas nas categorias Meio-Ambiente, Governança Corporativa, Desenvolvimento e Multilatinas, respectivamente. As vencedoras foram escolhidas entre mais de 7 mil empresas após uma triagem realizada com base em aproximadamente 400 parâmetros usados para calcular métricas de Meio Ambiente, Responsabilidade Social e Governança. Em seguida, as companhias receberam notas em 178 critérios comparativos.
“O reconhecimento da Latin Trade pelas nossas práticas de governança corporativa é motivo de orgulho para a EDP. Este é um exemplo do equilíbrio que procuramos alcançar para obter uma melhor interação com os nossos públicos de interesse”, destaca Eduardo Masson, diretor de finanças da EDP, durante a cerimônia de premiação na Embaixada da Colômbia, em Washington.
Segundo o estudo que resultou na premiação, as ações das empresas selecionadas contribuíram de diversas formas para o desenvolvimento da América Latina. A EDP, por exemplo, por meio das iniciativas sociais do Instituto EDP, que completou 10 anos em 2018, alcançou o marco de 3 milhões de pessoas beneficiadas e R$ 100 milhões investidos em mais de 300 projetos com foco em cultura e educação. Algumas das iniciativas de maior destaque nessa área são o patrocínio máster à reconstrução do Museu da Língua Portuguesa, destruído por um incêndio em 2015, e, mais recentemente, o anúncio do patrocínio à recuperação do Museu do Ipiranga, fechado desde 2013. Além disso, a Companhia é reconhecida por seu programa EDP nas Escolas, que, em conjunto com secretarias municipais de educação, promove ações que engajam professores e alunos em iniciativas de estímulo à melhoria da qualidade da vida estudantil, além do fornecimento de kits escolares aos estudantes. A ação incentiva, capacita e premia o potencial criativo de crianças e adolescentes nos estados do Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.
“A premiação da EDP como a melhor da América Latina em Responsabilidade Social é o reconhecimento de um modelo que combina governança corporativa, causas inspiradoras e ações que promovem o desenvolvimento social e cultural das comunidades localizadas nas regiões onde a EDP atua,” afirma Luís Carlos Gouveia, diretor do Instituto EDP, organização responsável pelos investimentos sócio-culturais da EDP.

Reconhecimentos
Em 2018, a Companhia conquistou pela quinta vez o Troféu Transparência, prêmio concedido pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (ANEFAC) às organizações com as melhores práticas contábeis.

A empresa ainda foi apontada pelo Guia EXAME de Sustentabilidade como Melhor Empresa do Brasil em Relação com a Comunidade por iniciativas como a instalação de usinas solares em comunidades indígenas e ribeirinhas e os projetos sociais desenvolvidos pelo Instituto EDP em frentes ligadas à educação, ao desenvolvimento local e geração de renda.

Sobre a EDP no Brasil
Com mais de 20 anos de atuação, a EDP é uma das maiores empresas privadas do setor elétrico a operar em toda a cadeia de valor. A companhia, que tem mais de 10 mil colaboradores diretos e terceirizados, atua em Geração, Distribuição, Transmissão, Comercialização e Serviços de Energia. Possui seis unidades de geração hidrelétrica e uma termelétrica, e atende cerca de 3,4 milhões de clientes pelas suas Distribuidoras em São Paulo e no Espírito Santo. Recentemente, adquiriu participação na CELESC, em Santa Catarina. No Brasil, é referência em áreas como Inovação, Governança e Sustentabilidade, estando há 13 anos consecutivos no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3.

Publicidade

Santander abre inscrições para a terceira edição do seu programa de aceleração de startups

Por raquelsouza em Empreendedorismo

31 de Março de 2019

Radar, realizado em parceria com a Endeavor, aumenta número de startups a receberem mentorias e organizará dois batches por ano para mais oportunidades de negócio

O Santander Brasil abre hoje as inscrições para o Radar – Programa de Aceleração, que apoia empreendedores que buscam crescimento acelerado e desafiam o mercado financeiro com soluções inovadoras. O programa, que é realizado em parceria com a Endeavor, entra na terceira edição com uma série de mudanças.

As inscrições podem ser feitas no portal https://www.santander.com.br/hotsite/radar/ até o dia 05 de maio e são gratuitas. O Radar – Programa de Aceleração busca startups com perfil de scale-ups, com um moldeo de negócio escalável, um sólido portfólio de clientes, com vendas recorrentes e com dedicação integral dos seus sócios-fundadores.

Nesta edição, procuram-se soluções inovadoras em análise de dados, canais de relacionamento; eficiência em custos; e serviços para pequenas e médias empresas (PMEs). O programa também aceita inscrições de negócios que já tenham recebido aportes financeiros em nível Seed, Series A ou posteriores.

Durante cada período de aceleração serão oferecidos um diagnóstico do negócio (análise do estágio de maturidade dos principais desafios para o crescimento); capacitações individuais e coletivas com executivos do Santander e da Endeavor, além de uma rede de networking e conexões para geração de potenciais negócios.

Mais startups e dois batches por ano

O Radar – Programa de Aceleração terá algumas alterações a partir de 2019. Serão dois ciclos completos de seleção e aceleração (batches) por ano, e não apenas um. Outra mudança é a quantidade de startups que vão participar de cada batch: antes eram selecionadas cinco scale-ups e, agora, podem chegar a 10.

“Mais do que simplesmente entender essa nova dinâmica do mercado financeiro, temos que aprender com as startups. A ampliação desse relacionamento dissemina a cultura da inovação e gera novas oportunidades de negócios para todas as áreas de atuação do Santander. Queremos ser o banco dos empreendedores e o Radar Programa de Aceleração é mais um reforço do nosso posicionamento nesse ecossistema”, afirma Cássio Schmitt, diretor de Novos Negócios do Santander Brasil.

No primeiro batch do ano, as inscrições vão até o dia 05 de maio. No dia 08 de maio, os 18 finalistas que disputarão as vagas para as mentorias serão divulgados. Antes da etapa final, as scale-ups terão uma imersão com os mentores (sponsors) e uma apresentação (Pitch Day) para o Comitê Executivo do Santander Brasil e representantes da Endeavor. No dia 03 de junho, serão anunciadas as scale-ups selecionadas para participar da aceleração, que será realizada de 10 de junho a 13 de setembro.

Em setembro está prevista a abertura das inscrições para o segundo batch e, em dezembro, um Demo Day com a apresentação dos resultados dos dois batches de 2019.

“A terceira edição do Radar – Programa de Aceleração vem para consolidá-lo como uma das principais referências do mercado em scale-ups e desenvolvimento de negócios com grandes corporações, no caso o Santander Brasil. O engajamento empreendedor-empresa é uma das principais formas de inovação aberta para corporações e o Radar – Programa de Aceleração comprova isso pelos resultados de suas edições passadas, nas quais 80% das empresas aceleradas fizeram negócios com o Banco”, ressalta Luis Felipe Franco, head de Corporate Innovation na Endeavor Brasil.

Edições anteriores

Em 2017, estreia do Radar Santander, participaram da mentorias as scale-ups Pipefy, de gestão de processos e workflows para ganho de eficiência; Tempest, de solução de cyber segurança e combate a fraudes digitais; IDwall, de serviços de validação de documentos, verificação de identidade e background check; Moneto, de solução por aplicativo de recebimento, controle e cobrança para microempresário; e Docway, de base de médicos e pacientes para atendimento domiciliar.

No ano passado, receberam mentorias as scale-ups Aquarela, de plataforma de Data Analytics para predição de cenários; Arquivei, de gerenciamento e armazenamento automático de notas fiscais de forma automática; Escale, de marketing digital para aumento de performance em vendas; Sensedia, plataforma para design, segurança e gerenciamento de APIs; e Skore, de capacitação e gestão do conhecimento.

Somadas as duas edições anteriores, o programa recebeu mais de 500 inscrições e mais de 1 milhão de pessoas foram sensibilizadas via redes sociais.

Sobre o Santander Brasil

Em atividade no mercado local desde 1982, o Santander Brasil é um dos maiores bancos do sistema financeiro nacional e a única instituição internacional com escala no varejo. Possui 24,2 milhões de clientes ativos, cerca de 48 mil funcionários e uma rede de mais de 3,5 mil agências e postos de atendimento. Atua no Brasil em duas grandes frentes: o banco comercial, que reúne as atividades de varejo, como atendimento a pessoa física e pequenas e médias empresas, e o atacado, voltado às grandes empresas e a operações no mercado de capitais. É responsável pela maior operação privada de microcrédito produtivo orientado do País, o Prospera Santander Microcrédito, que desde 2002 concedeu mais de 4,7 bilhões em empréstimos a mais de 630 mil empreendedores. Faz parte do Grupo Santander, principal conglomerado financeiro da Zona do Euro, com grande presença na América Latina.

Sobre a Endeavor

A Endeavor é uma das principais organizações sem fins lucrativos de apoio a empreendedores no mundo. Atua na mobilização de organizações públicas e privadas e no compartilhamento de conhecimento prático e de exemplos de empreendedores de alto impacto para fortalecer a cultura empreendedora no País.

No Brasil desde 2000, já ajudou a gerar quase R$ 4 bilhões em receitas anualmente e mais de 20.000 empregos diretos através de programas de apoio a empreendedores; e a capacitar mais de 10 milhões de brasileiros com programas educacionais presenciais e à distância.

Publicidade

Empreendedorismo Digital é tema do Workshop em São Gonçalo do Amarante

Por raquelsouza em Empreendedorismo, Marketing Digital

18 de Março de 2019

Como parte da Programação ao mês dedicado a mulher, a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante através da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social  vai realizar diversas atividades voltada a mulher empreendedora, como parte dessa programação acontecerá o I Workshop de Empreendedorismo Digital ministrado por Raquel Souza – Jornalista e Assessora de Comunicação do Governo Municipal e Especialista em Marketing Digital.

A ideia surgiu após uma reunião com o comitê integrado para mulheres no município, eleger assuntos pertinentes e de grande importância para o desenvolvimento e crescimento de um negócio digital. ” Hoje existe inúmeras possibilidades de criar um negócio on line e lucrar com isso, para tanto o curso que se direcionado para mulheres, vai apresentar todas essas possibilidades” Afirma Raquel Souza .

O evento acontece no Auditório da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social a partir das 16h e será voltado somente para mulheres empreendedoras cadastradas no “Projeto Mulher” da Secretaria.

Hoje o Empreendedorismo Digital tem um grande  crescimento  devido a qualquer indivíduo de lugares diferentes que pode começar o seu negócio digital de baixo custo e com resultados a curto, médio ou a longo prazo.

O conceito de empreendedorismo digital refere-se, ao profissional criar um negócio de forma digital através da internet num ambiente virtual.

 

Evento: Workshop de Empreendedorismo Digital

Local: Rua Eretides Martins nº 112

Bairro : Centro – São Gonçalo do Amarante – Ceará

 

Publicidade

APRENDA A FAZER OVOS DE PÁSCOA NO SENAC CEARÁ

Por raquelsouza em Empreendedorismo

18 de Março de 2019

Seja para preparar essas delícias para degustar, presentear ou gerar renda extra, as aulas ensinam técnicas de temperagem do chocolate e recheios deliciosos

Ovos de Páscoa já são tradição, mas que tal inovar e oferecer aos clientes recheios inovadores, como de Pipoca, Paçoca, Churros e Brigadeiro de Amarula? O Senac RioMar oferta aulas para quem deseja aprender essas e outras receitas para quem quer preparar essas delícias para amigos e família, para presentear e até mesmo gerar renda extra na Páscoa, a partir desta terça-feira (19). A cada aula o instrutor Matheus Vieira ensina o preparo de uma receita e o valor da inscrição é de R$ 40. Essa pode ser realizada pelo site https://cursos.ce.senac.br/riomar/.

Matheus é instrutor dos cursos de Confeiteiro, Cozinheiro e Técnico em Cozinha do Senac/CE, é bacharel em gastronomia pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e fez os cursos Super Intensivo na Escola de Confeitaria Diego Lozano (SP) e de Confeitaria Avançada, realizado em parceria com o Senac/RN e a Câmara de Comércio de Trier (Alemanha).

Para quem está em busca de se aperfeiçoar, o Senac Ceará também está com matrículas abertas para o curso Chocolate e Ovos Para a Páscoa nas unidades em Sobral, Aldeota (Fortaleza) e Crato, com turmas começando nos dias 23, 26 e 30 de março, respectivamente. Com 20 horas/aula, o aluno desenvolve durante o curso conhecimentos e habilidades na preparação de ovos de chocolate. As inscrições podem ser feitas pelo site https://cursos.ce.senac.br.

Para o consultor de Gastronomia do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Ceará (Senac/CE), chef Ivan Prado, esse é um momento de aumento nas vendas, mas para garantir o sucesso é importante oferecer produtos de qualidade e novidades para atrair os clientes. “É sempre bom observar as tendências do mercado, por isso sempre atualizamos as receitas ensinadas em nossas aulas”, pontua. “No caso do chocolate, ainda há a vantagem de que a produção não exige uma grande estrutura para atender a demanda de bombons e ovos de Páscoa”, complementa.

SERVIÇO: CURSOS DE OVOS DE PÁSCOA

SENAC RIOMAR

Local: Shopping RioMar Fortaleza

Inscrições: https://cursos.ce.senac.br/riomar/

Valor: R$ 40

Data: 19/03

Horário: 18h às 21h

Aula: Ovo Brownie

Data: 20/03

Horário: 18h às 21h

Aula: Ovo de Oreo

Data: 21/03

Horário: 18h às 21h

Aula: Ovo de Paçoca

Data: 22/03

Horário: 14h às 17

Aula: Ovo Mousse Trufado

Data: 22/03

Horário: 18h às 21h

Aula: Ovo Churros

Data: 23/03

Horário: 14h às 17h

Aula: Ovo de Pipoca

Data: 23/03

Horário: 18h às 21h

Aula: Ovo de Brigadeiro de Amarula

Data: 24/03

Horário: 14h às 17h

Aula: Ovo Ninho e Nutella

Data: 24/03

Horário: 18h às 21h

Aula: Ovo de Prestígio

SENAC SOBRAL

CURSO CHOCOLATE E OVOS PARA PÁSCOA (20H)

Data: De 23/03 a 03/04

Horário: 18h30 às 21h30

Tel.: 88 3677.8700

Informações e inscrições: https://cursos.ce.senac.br/

SENAC ALDEOTA

CURSO CHOCOLATE E OVOS PARA PÁSCOA (20H)

Data: 26/03 a 01/04

Horário: 13h às 17h

Tel.: 85 3433.3884

Informações e inscrições: https://cursos.ce.senac.br/

 

SENAC CRATO

CURSO CHOCOLATE E OVOS PARA PÁSCOA (20H)

Data: 30/03 a 27/04

Horário: 8h às 12h

Tel.: 88 3586.8750

Informações e inscrições: https://cursos.ce.senac.br/

Sobre o Sistema Fecomércio

O Sistema Fecomércio é formado por instituições privadas, criadas e mantidas pelos empresários do comércio de bens, serviços e turismo. A Fecomércio, o Sesc, o Senac e o IPDC atuam como um Sistema, em que cada instituição tem seus papéis e missões.

Auxiliam no fortalecimento e defesa do segmento do comércio de bens, serviços e turismo, através da Fecomércio, na qualificação profissional, via Senac e na realização de pesquisas de mercado e tendências de consumo com o IPDC. Oferecem ainda milhares de ações em educação, cultura, esportes, lazer e promoção social, por meio do Sesc.

leia tudo sobre

Publicidade

Com produtos variados e preço diferenciado, Fort Tudo se consolida como referência no segmento de variedades

Por raquelsouza em Empreendedorismo

13 de Março de 2019

Com produtos variados e preço diferenciado, Fort Tudo se consolida como referência no segmento de variedades

Consolidada no mercado de varejo e acatado, a Fort Tudo é sinônimo de qualidade no ramo de variedades. Com produtos que atendem os segmentos de presentes, bebês, utilidades, bijuterias, artigos para o lar, pesca, cosméticos, festas, decoração, maquiagem, entre outros, a loja se destaca como centro de compras e oferece aos clientes produtos diversos, com qualidade e preço justo.

Em Fortaleza desde 1986, a Fort Tudo está presente nos bairros Centro e Messejana. A empresa tem milhares de itens para atender aos diversos tipos de público e uma equipe treinada em auxiliar na escolha dos produtos.

Com destaque para o segmento infantil, desde brinquedos até itens de higiene pessoal, a Fort Tudo possui uma loja voltada exclusivamente para o público infantil. A Fort Baby foi inaugurada em 2017, na Rua Tristão Gonçalves, no Centro de Fortaleza, e é a primeira loja segmentada da marca.

Outro ponto forte da multimarca é a variedade em maquiagens. Com marcas nacionais e importadas, a Fort Tudo oferece toda a linha para beleza e cuidado pessoal, desde de pó facial, batons, blushs até demaquilantes e água micelar. No quesito decoração, a FortTudo também é referência e traz produtos diferenciados para casa. A loja possui um leque de quadros, esculturas, molduras e até plantas ornamentais.

Sempre em processo de expansão, a Fort Tudo segue se afirmando como referência no segmento e traz para seus clientes novidades em todos os seus setores. Para 2019, a loja aposta ainda mais em variedades e em uma atendimento diferenciado.

Publicidade

Mais de 45% das donas de negócios no Brasil se tornaram “chefes de domicílio”

Por raquelsouza em Empreendedorismo

07 de Março de 2019

Relatório do Sebrae mostra que, apesar do seu empoderamento, a mulher empreendedora ainda enfrenta desigualdades, como a restrição ao crédito

Nos últimos dois anos, a proporção de mulheres empreendedoras que são “chefes de domicílio” passou de 38% para 45%. Com o avanço, a atividade empreendedora passou a conferir às donas de negócio a principal posição em casa, superando o percentual de mulheres na condição de cônjuje (situação verificada quando a principal renda familiar provém do marido). Esta posição caiu de 49% para 41% nos últimos anos, conforme constatou o relatório especial produzido pelo Sebrae. O estudo constatou ainda que as representantes do sexo feminino empreendem movidas principalmente pela necessidade de ter uma outra fonte de renda ou para adquirir a independência financeira. Hoje, as 9,3 milhões de mulheres que estão à frente de um negócio representam 34% de todos os donos de negócios formais ou informais no Brasil.

As análises feitas pelo Sebrae mostram que as mulheres empreendedoras são mais jovens e têm um nível de escolaridade 16% superior ao dos homens. Entretanto, elas continuam ganhando 22% menos que os empresários, uma situação que vem se repetindo desde 2015, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2018, os donos de negócio do sexo masculino tiveram um rendimento mensal médio de R$ 2.344, enquanto que o rendimento das mulheres ficou em R$ 1.831.

A desvantagem para as empresárias também é significativa quando se trata de acesso a crédito e linhas de financiamento. As mulheres empresárias acessam um valor médio de empréstimos de aproximadamente R$ 13 mil a menos que a média liberada aos homens. Apesar disso, elas pagam taxas de juros 3,5 pontos percentuais acima do sexo masculino. Nesse aspecto, nem os índices de inadimplência mais baixos, verificados entre as pagadoras do sexo feminino, foram suficientes para gerar uma redução dos juros. Enquanto 3,7% das mulheres são inadimplentes, os homens apresentam um indicador de 4,2%.

“O empreendedorismo representa uma importante alavanca para o empoderamento feminino, abrindo oportunidade para mulheres que viviam em situação de vulnerabilidade ou até de violência doméstica. Nosso trabalho agora é fortalecer ainda mais as habilidades comportamentais das empreendedoras para garantir confiança e reduzir as desigualdades”, analisa o presidente do Sebrae, João Henrique de Almeida Sousa.

O relatório elaborado pelo Sebrae aponta que as mulheres empreendedoras representam hoje 48% dos Microempreendedores Individuais (MEI), atuando principalmente em atividades de beleza, moda e alimentação. Quanto ao local de funcionamento do negócio, 55,4% das MEI estão sediadas em casa.

Acesse o DataSebrae e veja o Painel “Empreendedorismo Feminino” e o “Relatório Especial – Empreendedorismo Feminino no Brasil”

Principais dados das mulheres empreendedoras:

Entre 49 países do mundo, o Brasil tem a 7ª maior proporção de mulheres entre os “Empreendedores Iniciais”
As mulheres Donas de Negócio (formais e informais) são mais jovens, do que os homens. São 43,8 anos contra 45,3 anos no caso do sexo masculino
As Donas de Negócio têm maior escolaridade (16% maior), mas ganham – em média – 22% a menos que os homens na mesma posição
Parcela expressiva das mulheres Donas de Negócio trabalha em casa – 25%. No caso específico das mulheres que são Microempreendedoras Individuais (MEI) esta proporção sobe para 55%.
As mulheres empresárias tomam menos empréstimo e com valor médio igualmente menor. O valor médio do empréstimo para mulheres é – em média – R$ 13.071 menor que o dos homens.
As empresárias pagam taxas de juros maiores. A taxa anual para empresárias é 3,5 pontos percentuais acima dos donos de pequenos negócios
A taxa de inadimplência das mulheres é inferior à registrada por homens. 3,7% para mulheres contra 4,2% para os empresários
Quase metade dos MEI existentes no país são mulheres (48%).
As mulheres MEI se destacam em atividade de beleza, moda e alimentação
As mulheres MEI trabalham mais em casa (55%)

Publicidade

Aplicativo vai agilizar acesso dos pequenos negócios às compras públicas

Por raquelsouza em Empreendedorismo

26 de Janeiro de 2019

A nova ferramenta, que é resultado de acordo de cooperação do Sebrae com o governo federal, estará disponível nesta sexta-feira (25) para as micro e pequenas empresas

Os pequenos negócios terão acesso mais rápido às oportunidades de participar de aquisições públicas, realizadas no Comprasnet, com o lançamento, nesta sexta-feira (25), do aplicativo Comprasnet Mobile. A nova ferramenta faz parte do Acordo de Cooperação Técnica firmado entre o Sebrae e o Ministério da Economia com o objetivo de modernizar os sistemas de compras do governo federal. Com o App, que é gratuito, as micro e pequenas empresas podem conhecer mais rapidamente as oportunidades de negócio com o poder público.

Desenvolvido pelo Serpro, o aplicativo estará disponível para pregões, inicialmente. “O APP vai levar a compra pública para um maior número de fornecedores que já estão no Comprasnet e desejam fazer pesquisas rápidas, e também para os que ainda não conhecem esse mercado”, explica a analista de políticas públicas do Sebrae, Denise Donati. De acordo com ela, em breve a ferramenta também será utilizada para cotações eletrônicas. Caso o usuário queira enviar a proposta, ele terá que fazê-lo por meio de computador.

Hoje, apenas 300 mil empresas estão cadastradas no Comprasnet. “Esperamos que, com o aplicativo, esse número aumente”, afirma a analista do Sebrae. “Queremos ampliar o número de fornecedores do governo e permitir que os pequenos negócios passem a contar com novas oportunidades para o seu negócio”, acrescenta Denise, ressaltando que o aplicativo é uma forma de popularizar e simplificar o processo de compras governamentais.

Segundo o coordenador-geral dos sistemas de compras governamentais do Ministério da Economia, Daniel Rogério, o aplicativo dará às micro e pequenas empresas acesso mais rápido aos processos licitatórios. “O aplicativo vai facilitar o trabalho dos pequenos negócios, que agora poderão acompanhar as compras publicadas por meio de celular”, observa Daniel. “Além disso, os empreendedores podem contar com informações exclusivas sobre as compras que mais interessam ao perfil da sua empresa, por meio de um filtro”, explica o coordenador. Caso o negócio não se encaixe no edital disponível, ou a compra não seja de seu ramo, o usuário poderá encaminhar para outros fornecedores.

O fornecedor poderá instalar o aplicativo disponível nas versões de sistema operacional Android 4.1 ou superior e iOS9 ou superior, por meio das lojas Google Play e Apple Store, pesquisando por Comprasnet.

As funcionalidades disponíveis no aplicativo:

Central de Mensagens – Envia informações sobre o Comprasnet, novidades, avisos de manutenções programadas, lançamentos e orientações;

Filtros – Permite a configuração de filtros e o recebimento de avisos sobre as licitações publicadas no dia.

Licitações – Possibilita a visualização de detalhes das licitações, como objeto, órgão licitante, data limite para entrega da proposta, item (ns) licitado (s), entre outros.

Download do Edital – Permite realizar o download do edital.

Compartilhar Licitações – Possibilita o envio das informações da licitação, contendo o link para visualizar os itens e realizar o download do edital, por e-mail e redes sociais.

Publicidade

Aplicativo vai agilizar acesso dos pequenos negócios às compras públicas

Por raquelsouza em Empreendedorismo

26 de Janeiro de 2019

A nova ferramenta, que é resultado de acordo de cooperação do Sebrae com o governo federal, estará disponível nesta sexta-feira (25) para as micro e pequenas empresas

Os pequenos negócios terão acesso mais rápido às oportunidades de participar de aquisições públicas, realizadas no Comprasnet, com o lançamento, nesta sexta-feira (25), do aplicativo Comprasnet Mobile. A nova ferramenta faz parte do Acordo de Cooperação Técnica firmado entre o Sebrae e o Ministério da Economia com o objetivo de modernizar os sistemas de compras do governo federal. Com o App, que é gratuito, as micro e pequenas empresas podem conhecer mais rapidamente as oportunidades de negócio com o poder público.

Desenvolvido pelo Serpro, o aplicativo estará disponível para pregões, inicialmente. “O APP vai levar a compra pública para um maior número de fornecedores que já estão no Comprasnet e desejam fazer pesquisas rápidas, e também para os que ainda não conhecem esse mercado”, explica a analista de políticas públicas do Sebrae, Denise Donati. De acordo com ela, em breve a ferramenta também será utilizada para cotações eletrônicas. Caso o usuário queira enviar a proposta, ele terá que fazê-lo por meio de computador.

Hoje, apenas 300 mil empresas estão cadastradas no Comprasnet. “Esperamos que, com o aplicativo, esse número aumente”, afirma a analista do Sebrae. “Queremos ampliar o número de fornecedores do governo e permitir que os pequenos negócios passem a contar com novas oportunidades para o seu negócio”, acrescenta Denise, ressaltando que o aplicativo é uma forma de popularizar e simplificar o processo de compras governamentais.

Segundo o coordenador-geral dos sistemas de compras governamentais do Ministério da Economia, Daniel Rogério, o aplicativo dará às micro e pequenas empresas acesso mais rápido aos processos licitatórios. “O aplicativo vai facilitar o trabalho dos pequenos negócios, que agora poderão acompanhar as compras publicadas por meio de celular”, observa Daniel. “Além disso, os empreendedores podem contar com informações exclusivas sobre as compras que mais interessam ao perfil da sua empresa, por meio de um filtro”, explica o coordenador. Caso o negócio não se encaixe no edital disponível, ou a compra não seja de seu ramo, o usuário poderá encaminhar para outros fornecedores.

O fornecedor poderá instalar o aplicativo disponível nas versões de sistema operacional Android 4.1 ou superior e iOS9 ou superior, por meio das lojas Google Play e Apple Store, pesquisando por Comprasnet.

As funcionalidades disponíveis no aplicativo:

Central de Mensagens – Envia informações sobre o Comprasnet, novidades, avisos de manutenções programadas, lançamentos e orientações;

Filtros – Permite a configuração de filtros e o recebimento de avisos sobre as licitações publicadas no dia.

Licitações – Possibilita a visualização de detalhes das licitações, como objeto, órgão licitante, data limite para entrega da proposta, item (ns) licitado (s), entre outros.

Download do Edital – Permite realizar o download do edital.

Compartilhar Licitações – Possibilita o envio das informações da licitação, contendo o link para visualizar os itens e realizar o download do edital, por e-mail e redes sociais.