Warning: Use of undefined constant S3_URL - assumed 'S3_URL' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/tribu/public_html/blogs/wp-content/themes/2016_tribuna_blogs/functions.php on line 11
Os melhores de 2015 - Cinema Sinergia 
Publicidade

Cinema Sinergia

por Thiago Sampaio

Os melhores de 2015

Por Thiago Sampaio em Cinema

30 de dezembro de 2015

2015 chegou ao fim e trago aqui a minha lista pessoal dos melhores filmes do ano. Vale deixar claro que os longas-metragens que concorreram ao Oscar, como “Birdman”, “O Grande Hotel Budapeste” e “Whiplash – Em Busca da Perfeição” ficaram de fora da lista. Em um ano com o retorno de Star Wars e um blockbuster de ação dominando as preferências das críticas internacionais, pode-se de dizer que o saldo foi bastante transgressor.

 

Mad Max

1 – Mad Max: Estrada da Fúria (Mad Max: Fury Road)

Diretor: George Miller

Uma definitiva “ópera de ação”, frenética, insana, que reinventa o gênero.

 

filme-Perdido-em-Marte

2 – Perdido em Marte (The Martian)

Diretor: Ridley Scott

Adaptação do livro de Andy Weir, a saga de sobrevivência do astronauta Mark Watney é um digno produto da cultura pop, leve, divertido e motivador.

 

Star Wars

3 – Star Wars Episódio VII: O Despertar da Força (Star Wars: The Force Awakens)

Diretor: J.J. Abrams

Star Wars está de volta, repleto de ingredientes para abrir o sorriso no rosto dos fãs, superando os defeitos da trilogia “de origem” dirigida por George Lucas.

 

Ponte para espiões

4 – Ponte para Espiões (Bridge of Spies)

Diretor: Steven Spielberg

Spielberg na sua melhor forma de conduzir filmes “sérios”, com uma intrigante trama de espionagem e mais uma grande atuação de Tom Hanks.

 

Divertida Mente
5 – Divertida Mente (Inside Out)

Diretor: Pete Docter

Pixar mostrando a sua soberania no gênero animação, abordando a complexa mente humana, com os mais variados sentimentos, de uma forma criativa e contagiante.

 

Travessia
6 – A Travessia (The Walk)

Diretor: Robert Zemeckis

A história real do equilibrista Philippe Petit em uma experiência artística (e vertiginosa!) do diretor Robert Zemeckis de encher os olhos.

 

Que Horas ela Voltqa
7 – Que Horas Ela Volta? (Idem)

Direção: Anna Muylaert

Belíssimo longa-metragem que retrata de maneira delicada a realidade dentro das casas de milhões de brasileiros.

 

O clã

8 – O Clã

Direção: Pablo Trapero (El Clan)

Baseado na história real de uma das gangues mais conhecidas da Argentina, trata-se de um longa tenso e intimista que surpreende o espectador até a última cena.

 

A Visita

9 – A Visita (The Visit)

Direção: M. Night Shyamalan

Quando parecia que estava com a carreira naufragada, Shyamalan volta às origens com um suspense de orçamento modesto que, além dos sustos, tem uma história acima da média.

 

Kingsman
10 – Kingsman – Serviço Secreto (Kingsman: The Secret Service)

Direção: Matthew Vaughn

Adaptação da HQ de Mar Millar, Dave Gibbons e do próprio diretor Matthew Vaughn, trata-se de uma ótima homenagem/paródia dos filmes de espionagem, misturando bom humor e cenas de ação eficientes.

 

Menções honrosas: “Ex Machina”, “No Coração do Mar”, “A Colina Escarlate”, “A Espiã que Sabia de Menos”, “Chatô – O Rei do Brasil”, “Aliança do Crime”, “Nocaute”, “007 contra Spectre”, “Jurassic World”, “Os Vingadores: Era de Ultron”, “Homem-Formiga”, “Missão Impossível 5 : Nação Secreta”.

Publicidade aqui

Os melhores de 2015

Por Thiago Sampaio em Cinema

30 de dezembro de 2015

2015 chegou ao fim e trago aqui a minha lista pessoal dos melhores filmes do ano. Vale deixar claro que os longas-metragens que concorreram ao Oscar, como “Birdman”, “O Grande Hotel Budapeste” e “Whiplash – Em Busca da Perfeição” ficaram de fora da lista. Em um ano com o retorno de Star Wars e um blockbuster de ação dominando as preferências das críticas internacionais, pode-se de dizer que o saldo foi bastante transgressor.

 

Mad Max

1 – Mad Max: Estrada da Fúria (Mad Max: Fury Road)

Diretor: George Miller

Uma definitiva “ópera de ação”, frenética, insana, que reinventa o gênero.

 

filme-Perdido-em-Marte

2 – Perdido em Marte (The Martian)

Diretor: Ridley Scott

Adaptação do livro de Andy Weir, a saga de sobrevivência do astronauta Mark Watney é um digno produto da cultura pop, leve, divertido e motivador.

 

Star Wars

3 – Star Wars Episódio VII: O Despertar da Força (Star Wars: The Force Awakens)

Diretor: J.J. Abrams

Star Wars está de volta, repleto de ingredientes para abrir o sorriso no rosto dos fãs, superando os defeitos da trilogia “de origem” dirigida por George Lucas.

 

Ponte para espiões

4 – Ponte para Espiões (Bridge of Spies)

Diretor: Steven Spielberg

Spielberg na sua melhor forma de conduzir filmes “sérios”, com uma intrigante trama de espionagem e mais uma grande atuação de Tom Hanks.

 

Divertida Mente
5 – Divertida Mente (Inside Out)

Diretor: Pete Docter

Pixar mostrando a sua soberania no gênero animação, abordando a complexa mente humana, com os mais variados sentimentos, de uma forma criativa e contagiante.

 

Travessia
6 – A Travessia (The Walk)

Diretor: Robert Zemeckis

A história real do equilibrista Philippe Petit em uma experiência artística (e vertiginosa!) do diretor Robert Zemeckis de encher os olhos.

 

Que Horas ela Voltqa
7 – Que Horas Ela Volta? (Idem)

Direção: Anna Muylaert

Belíssimo longa-metragem que retrata de maneira delicada a realidade dentro das casas de milhões de brasileiros.

 

O clã

8 – O Clã

Direção: Pablo Trapero (El Clan)

Baseado na história real de uma das gangues mais conhecidas da Argentina, trata-se de um longa tenso e intimista que surpreende o espectador até a última cena.

 

A Visita

9 – A Visita (The Visit)

Direção: M. Night Shyamalan

Quando parecia que estava com a carreira naufragada, Shyamalan volta às origens com um suspense de orçamento modesto que, além dos sustos, tem uma história acima da média.

 

Kingsman
10 – Kingsman – Serviço Secreto (Kingsman: The Secret Service)

Direção: Matthew Vaughn

Adaptação da HQ de Mar Millar, Dave Gibbons e do próprio diretor Matthew Vaughn, trata-se de uma ótima homenagem/paródia dos filmes de espionagem, misturando bom humor e cenas de ação eficientes.

 

Menções honrosas: “Ex Machina”, “No Coração do Mar”, “A Colina Escarlate”, “A Espiã que Sabia de Menos”, “Chatô – O Rei do Brasil”, “Aliança do Crime”, “Nocaute”, “007 contra Spectre”, “Jurassic World”, “Os Vingadores: Era de Ultron”, “Homem-Formiga”, “Missão Impossível 5 : Nação Secreta”.