anne hathaway Archives - Cinema Sinergia 
Publicidade

Cinema Sinergia

por Thiago Sampaio

anne hathaway

Crítica: Apesar de irregular, “Interestelar” mantém o alto nível da carreira de Christopher Nolan

Por Thiago Sampaio em Crítica

20 de novembro de 2014

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Com um currículo mais do que admirável, o cineasta Christopher Nolan já se tornou uma garantia de visibilidade ao ter o seu nome vinculado a algum projeto. Desde o pouco visto “Following” (1998), passando pelos aclamados “Amnésia” (2000), “Insônia” (2002), “O Grande Truque” (2006) e “A Origem” (2010), além de reinventar o modo de adaptar super heróis para o cinema com a mais recente e sombria trilogia Batman (2005, 2008, 2012), o jovem diretor de 44 anos conquistou autonomia para trazer o seu estilo particular às suas obras. Com esse novo “Interestelar” (Interstellar, 2014), pela primeira vez ele demonstra derrapar nas próprias pretensões, ainda que o produto final seja firme, cheio de tensão e aberto à reflexão.

Sinopse

A trama apresenta o fazendeiro Cooper (Matthew McConaughey), um ex-astronauta viúvo, que vive ao lado dos filhos em um planeta Terra devastado, com reservas naturais escassas, humanos sofrendo com a seca e a fome. Ele é chamado para liderar uma missão, ao lado de Brand (Anne Hathaway), Jenkins (Marlon Sanders) e Doyle (Wes Bentley), de verificar possíveis planetas para receberem a população mundial, possibilitando a continuação da espécie, mesmo sabendo que pode nunca mais ver os filhos. Com o passar dos anos, sua filha Murph (Jessica Chastain, na fase adulta) tenta superar a partida do pai enquanto tenta os próprios meios para salvar a humanidade.

Leia mais

Publicidade

Crítica: Novo filme de Batman fecha com maestria saga do herói no cinema

Por Thiago Sampaio em Crítica

27 de julho de 2012

Pôster de “Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge” – Foto: Divulgação

No ano de 2005, o diretor Christopher Nolan apresentou ao mundo uma versão totalmente diferente de Batman do que já fora visto antes nas telas. Em “Batman Begins”, recontou a origem do herói sob um ponto de vista realista, sombrio e com uma estética cinematográfica ousada para um “filme de super herói”. Em “Batman – O Cavaleiro das Trevas”, de 2008, impressionou o mundo ao apresentar não apenas uma boa continuação, mas uma obra-prima do estilo. Agora, em 2012, este “O Cavaleiro das Trevas Ressurge” mantém o nível dos anteriores e cumpre com maestria a missão de encerrar a saga. Tenso, corajoso, impressionante, o terceiro filme fecha um ciclo e consagra a trilogia na História do cinema.

A trama se passa oito anos após os eventos ocorridos em “O Cavaleiro das Trevas”, quando o terrorista Bane (Tom Hardy) retorna para Gotham City provocando o pânico e o desespero nas pessoas. Sem forças para enfrentar o criminoso, a polícia da cidade chega ao seu limite, fazendo com que Batman (Christian Bale) retorne de seu exílio por ter sido responsabilizado pelos crimes do promotor Harvey Dent no filme anterior. No seu caminho, o herói precisa lidar com a misteriosa Selina Kyle (Anne Hathaway), uma sensual ladra.

Leia mais

Publicidade

“Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge” promete fechar com maestria saga bem sucedida

Por Thiago Sampaio em Cinema

08 de Maio de 2012

Bane e Batman – Foto: Divulgação

Enquanto “Os Vingadores” quebra recordes de bilheterias pelo mundo (nos EUA, já bateu a marca de estreia de “Harry Potter – As Reliquias da Morte Parte II”), uma produção com outro herói chegas aos cinemas brasileiros no dia 27 de julho prometendo uma forte concorrência: o Homem Morcego. A diferença é que o visual colorido e a diversão despretensiosa do supergrupo da Marvel dará vez ao clima sombrio e um roteiro focando a angústia de personagens da DC Comics, em um episódio chave que irá definir seus destinos. “Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge” tem tudo para fechar com maestria a bem sucedida saga dirigida por Christopher Nolan.

Depois que as adaptações de Batman para o cinema foram “assassinadas” pelo diretor Joel Schumacher em dois filmes, adotando um visual para lá de carnavalesco (com direito a armadura com mamilos…), piadas constrangedoras (Bat Cartão de Crédito…) e vilões bregas (pobre Arnold Schwarzengger de pantufas…), o estúdio acertou na decisão de enterrar a franquia e reiniciar a saga do personagem do zero, sob uma nova visão. Sob o comando do eficiente Nolan (“Amnésia”, “O Grande Truque”, “A Origem”), as cores deram vez ao preto, refletindo a osburidade do anti-herói (sim, isso que ele é), as pirotecnias deram vez ao roteiro, e “Batman Begins” foi lançando em 2005 dando início a uma nova era de adaptações, adotando um estilo mais realista.

Leia mais

Publicidade

“Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge” promete fechar com maestria saga bem sucedida

Por Thiago Sampaio em Cinema

08 de Maio de 2012

Bane e Batman – Foto: Divulgação

Enquanto “Os Vingadores” quebra recordes de bilheterias pelo mundo (nos EUA, já bateu a marca de estreia de “Harry Potter – As Reliquias da Morte Parte II”), uma produção com outro herói chegas aos cinemas brasileiros no dia 27 de julho prometendo uma forte concorrência: o Homem Morcego. A diferença é que o visual colorido e a diversão despretensiosa do supergrupo da Marvel dará vez ao clima sombrio e um roteiro focando a angústia de personagens da DC Comics, em um episódio chave que irá definir seus destinos. “Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge” tem tudo para fechar com maestria a bem sucedida saga dirigida por Christopher Nolan.

Depois que as adaptações de Batman para o cinema foram “assassinadas” pelo diretor Joel Schumacher em dois filmes, adotando um visual para lá de carnavalesco (com direito a armadura com mamilos…), piadas constrangedoras (Bat Cartão de Crédito…) e vilões bregas (pobre Arnold Schwarzengger de pantufas…), o estúdio acertou na decisão de enterrar a franquia e reiniciar a saga do personagem do zero, sob uma nova visão. Sob o comando do eficiente Nolan (“Amnésia”, “O Grande Truque”, “A Origem”), as cores deram vez ao preto, refletindo a osburidade do anti-herói (sim, isso que ele é), as pirotecnias deram vez ao roteiro, e “Batman Begins” foi lançando em 2005 dando início a uma nova era de adaptações, adotando um estilo mais realista.

(mais…)