Hailee Steinfeld Archives - Cinema Sinergia 
Publicidade

Cinema Sinergia

por Thiago Sampaio

Hailee Steinfeld

Crítica: “Homem-Aranha no Aranhaverso” é o melhor longa-metragem já feito sobre o personagem

Por Thiago Sampaio em Crítica

17 de Janeiro de 2019

Foto: Divulgação

Se tratando de Homem-Aranha nos cinemas, já foram dois reboots em menos de 20 anos. Atualmente, Tom Holland, o terceiro ator a encarnar o Cabeça de Teia, vive o mesmo no badalado universo compartilhado da Marvel Studios, num acordo de co-produção com a Sony, que por sua vez, desenvolve filmes individuais dos vilões, como “Venom” (idem, 2018), que apesar da qualidade questionável, foi sucesso de bilheteria. Um longa sobre o vampiro Morbius é o próximo da fila. Com toda essa bagunça, será que uma animação com o herói geraria interesse?

À primeira vista, a ideia de misturar vários Aranhas, enquanto a sua versão em live-action está na ativa, só viria a embaralhar ainda mais a lógica. Mas eis a surpresa: “Homem-Aranha no Aranhaverso” (Spiderman Into The Spider-Verse, 2018) não só é um deleite aos olhos como é a melhor produção para as telonas com o personagem já feita. Faz rir, emociona, garante cenas de ação incríveis e, de quebra, faz graça com a enorme quantidade de elementos inseridos e os desenvolve de maneira admirável.
Leia mais

Publicidade

Crítica: “Bumblebee” acerta ao apostar na inocência e nostalgia que faltava nos outros “Transformers”

Por Thiago Sampaio em Crítica

29 de dezembro de 2018

Foto: Divulgação

Nos cinemas há mais de uma década, a franquia “Transformers” virou um parque de diversões para a megalomania do diretor Michael Bay. Tramas com robôs dinossauros, Cavaleiros da Tavola Redonda, cenas de ação cada vez mais grandiosas e incompreensíveis tornaram os cinco filmes numa bagunça generalizada. Por isso, poucos botaram fé quando um spin-off sobre o personagem Bumblebee foi anunciado. Mas eis a surpresa: “Bumblebee” (idem, 2018) faz questão de ir na contramão do que vinha sendo feito e entrega uma aventura leve, com uma forte pegada de nostalgia dos anos 80.

A trama se passa em 1987. Refugiado num ferro-velho numa pequena cidade praiana da Califórnia, um fusca amarelo aos pedaços, machucado e sem condição de uso, é encontrado e consertado pela jovem Charlie (Hailee Steinfeld), logo quando ela completa 18 anos. Só quando o “Autobot”, que na verdade se trata de um alienígena, ganha vida, ela enfim nota que seu novo amigo é bem mais do que um simples carro e tem um objetivo bem maior no planeta dela.

Leia mais

Publicidade

Crítica: “Bumblebee” acerta ao apostar na inocência e nostalgia que faltava nos outros “Transformers”

Por Thiago Sampaio em Crítica

29 de dezembro de 2018

Foto: Divulgação

Nos cinemas há mais de uma década, a franquia “Transformers” virou um parque de diversões para a megalomania do diretor Michael Bay. Tramas com robôs dinossauros, Cavaleiros da Tavola Redonda, cenas de ação cada vez mais grandiosas e incompreensíveis tornaram os cinco filmes numa bagunça generalizada. Por isso, poucos botaram fé quando um spin-off sobre o personagem Bumblebee foi anunciado. Mas eis a surpresa: “Bumblebee” (idem, 2018) faz questão de ir na contramão do que vinha sendo feito e entrega uma aventura leve, com uma forte pegada de nostalgia dos anos 80.

A trama se passa em 1987. Refugiado num ferro-velho numa pequena cidade praiana da Califórnia, um fusca amarelo aos pedaços, machucado e sem condição de uso, é encontrado e consertado pela jovem Charlie (Hailee Steinfeld), logo quando ela completa 18 anos. Só quando o “Autobot”, que na verdade se trata de um alienígena, ganha vida, ela enfim nota que seu novo amigo é bem mais do que um simples carro e tem um objetivo bem maior no planeta dela.

(mais…)