Nicola Peltz Archives - Cinema Sinergia 
Publicidade

Cinema Sinergia

por Thiago Sampaio

Nicola Peltz

Crítica: ‘Transformers: A Era da Extinção’ é uma terrível enxaqueca disfarçada de cinema

Por Thiago Sampaio em Crítica

23 de julho de 2014

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O diretor Michael Bay visivelmente tem problemas. Na verdade, ele se assemelha a uma criança mimada, cujos superiores não conseguem impor limites e, por isso, todos ao redor sentem-se constrangidos com o estrago que ela faz ao se divertir em seu universo particular. Isso porque quando se trata da expansão da franquia “Transformers”, o que se vê é a megalomania de um ser brincando de direção e causando enxaqueca no espectador. Nesse “Transformers: A Era da Extinção” (Transformers: Age of Extinction, 2014), ele recomeça a saga com novos atores (os personagens de Shia LaBeouf e companhia não são nem citados), mas os problemas continuam os mesmos, em escala ampliada.

Na “trama”, alguns anos após o grande confronto do terceiro filme entre Autobots e Decepticons em Chicago, os gigantescos robôs alienígenas desapareceram. Eles são atualmente caçados pelos humanos, que não desejam passar por apuros novamente. Quando Cade (Mark Wahlberg), um fazendeiro entendido de engenharia, encontra um caminhão abandonado, descobre que o veículo é na verdade Optimus Prime, o líder dos Autobots. Ao ajudar a trazê-lo de volta à vida, ele e sua filha Tessa (Nicola Peltz) entram na mira das autoridades americanas e em uma guerra que pode culminar no fim da humanidade.

Leia mais

Publicidade

Crítica: ‘Transformers: A Era da Extinção’ é uma terrível enxaqueca disfarçada de cinema

Por Thiago Sampaio em Crítica

23 de julho de 2014

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O diretor Michael Bay visivelmente tem problemas. Na verdade, ele se assemelha a uma criança mimada, cujos superiores não conseguem impor limites e, por isso, todos ao redor sentem-se constrangidos com o estrago que ela faz ao se divertir em seu universo particular. Isso porque quando se trata da expansão da franquia “Transformers”, o que se vê é a megalomania de um ser brincando de direção e causando enxaqueca no espectador. Nesse “Transformers: A Era da Extinção” (Transformers: Age of Extinction, 2014), ele recomeça a saga com novos atores (os personagens de Shia LaBeouf e companhia não são nem citados), mas os problemas continuam os mesmos, em escala ampliada.

Na “trama”, alguns anos após o grande confronto do terceiro filme entre Autobots e Decepticons em Chicago, os gigantescos robôs alienígenas desapareceram. Eles são atualmente caçados pelos humanos, que não desejam passar por apuros novamente. Quando Cade (Mark Wahlberg), um fazendeiro entendido de engenharia, encontra um caminhão abandonado, descobre que o veículo é na verdade Optimus Prime, o líder dos Autobots. Ao ajudar a trazê-lo de volta à vida, ele e sua filha Tessa (Nicola Peltz) entram na mira das autoridades americanas e em uma guerra que pode culminar no fim da humanidade.

(mais…)