sam raimi Archives - Cinema Sinergia 
Publicidade

Cinema Sinergia

por Thiago Sampaio

sam raimi

Crítica: “Homem-Aranha no Aranhaverso” é o melhor longa-metragem já feito sobre o personagem

Por Thiago Sampaio em Crítica

17 de Janeiro de 2019

Foto: Divulgação

Se tratando de Homem-Aranha nos cinemas, já foram dois reboots em menos de 20 anos. Atualmente, Tom Holland, o terceiro ator a encarnar o Cabeça de Teia, vive o mesmo no badalado universo compartilhado da Marvel Studios, num acordo de co-produção com a Sony, que por sua vez, desenvolve filmes individuais dos vilões, como “Venom” (idem, 2018), que apesar da qualidade questionável, foi sucesso de bilheteria. Um longa sobre o vampiro Morbius é o próximo da fila. Com toda essa bagunça, será que uma animação com o herói geraria interesse?

À primeira vista, a ideia de misturar vários Aranhas, enquanto a sua versão em live-action está na ativa, só viria a embaralhar ainda mais a lógica. Mas eis a surpresa: “Homem-Aranha no Aranhaverso” (Spiderman Into The Spider-Verse, 2018) não só é um deleite aos olhos como é a melhor produção para as telonas com o personagem já feita. Faz rir, emociona, garante cenas de ação incríveis e, de quebra, faz graça com a enorme quantidade de elementos inseridos e os desenvolve de maneira admirável.
Leia mais

Publicidade

Crítica: Remake de ‘A Morte do Demônio’ é um prato cheio para os fãs de terror

Por Thiago Sampaio em Crítica

24 de Abril de 2013

Pôster de 'A Morte do Demônio

Foto: Divulgação

O cineasta Sam Raimi (que mais tarde comandaria a trilogia “Homem-Aranha”) dirigiu em 1981 o longa-metragem “The Evil Dead – A Morte do Demônio” sem recursos e com todas as limitações possíveis da época. Mesmo assim, o filme se tornou um cult entre os fãs do gênero “terror trash“, rendendo duas continuações. Mais de duas décadas depois, chega às telonas o remakeA Morte do Demônio (Evil Dead, 2013), e surpreende! Do contrário das muitas produções contemporâneas, que apelam em demasia para os sustos, a nova versão honra o original e se adapta com primor aos dias de hoje.

A trama apresenta Mia (Jane Levy), uma garota viciada em drogas. Ela é levada pelos amigos Olivia (Jessica Lucas) e Eric (Lou Taylor Pucci) para uma cabana isolada na floresta, no intuito de realizarem uma cura de desintoxicação. O irmão David (Shiloh Fernandez), rapaz afastado dos amigos e familiares há tempos, também aparece, junto de sua namorada, Natalie (Elizabeth Blackmore). Na cabana, eles encontram um livro misterioso que, ao ser lido, chama forças demoníacas que começam a se apoderar dos corpos de cada um.

Leia mais

Publicidade

Crítica: Remake de ‘A Morte do Demônio’ é um prato cheio para os fãs de terror

Por Thiago Sampaio em Crítica

24 de Abril de 2013

Pôster de 'A Morte do Demônio

Foto: Divulgação

O cineasta Sam Raimi (que mais tarde comandaria a trilogia “Homem-Aranha”) dirigiu em 1981 o longa-metragem “The Evil Dead – A Morte do Demônio” sem recursos e com todas as limitações possíveis da época. Mesmo assim, o filme se tornou um cult entre os fãs do gênero “terror trash“, rendendo duas continuações. Mais de duas décadas depois, chega às telonas o remakeA Morte do Demônio (Evil Dead, 2013), e surpreende! Do contrário das muitas produções contemporâneas, que apelam em demasia para os sustos, a nova versão honra o original e se adapta com primor aos dias de hoje.

A trama apresenta Mia (Jane Levy), uma garota viciada em drogas. Ela é levada pelos amigos Olivia (Jessica Lucas) e Eric (Lou Taylor Pucci) para uma cabana isolada na floresta, no intuito de realizarem uma cura de desintoxicação. O irmão David (Shiloh Fernandez), rapaz afastado dos amigos e familiares há tempos, também aparece, junto de sua namorada, Natalie (Elizabeth Blackmore). Na cabana, eles encontram um livro misterioso que, ao ser lido, chama forças demoníacas que começam a se apoderar dos corpos de cada um.

(mais…)