Publicidade

Top Music

por Greyce Matias e Miller Sousa

Eventos

Ney Matogrosso coloca “Bloco na Rua” em Fortaleza amanhã

Por Greyce Matias em Eventos

23 de agosto de 2019

Aos 77 anos Ney não para. O performático cantor chega ao Centro de Eventos do Ceará, com sua nova turnê Bloco na Rua, no próximo dia 24 de agosto com os últimos ingressos disponíveis.

 

O show, inédito em Fortaleza, foi sucesso absoluto de crítica e público lotando todas as primeiras apresentações no Rio de Janeiro. Agora a turnê passa pela capital cearense com expectativa de emocionar os fãs e espectadores.

 

O repertório da apresentação leva em conta o ineditismo, segundo Ney, não um show de sucessos dele: “Quis abrir mais para o meu repertório. Dessa vez eu misturei coisas que já gravei com repertório de outras pessoas”, pontua Ney.

 

Estarão presentes no repertório: “Eu quero é botar meu bloco na rua” (Sergio Sampaio), de onde saiu o título da turnê, “A Maçã” (Raul Seixas), “Álcool (Bolero Filosófico)”, da trilha original do filme “Tatuagem” (DJ Dolores) ,“O Beco”, gravada por Ney nos final dos anos 80 (Herbert Vianna/Bi Ribeiro) e “Mulher Barriguda”, do primeiro álbum dos Secos e Molhados, de 1973 (Solano Trindade/João Ricardo), são algumas das músicas escolhidas por Ney.

Duas canções foram pinçadas do compacto duplo Ney Matogrosso e Fagner, lançado em 1975: “Postal do Amor” (Fagner/Fausto Nilo/Ricardo Bezerra) e “Ponta do Lápis” (Clodô/Rodger Rogerio). Outros dois clássicos que Ney nunca havia cantado, “Como 2 e 2” (Caetano Veloso) e “Feira Moderna” (Beto Guedes/Lô Borges/Fernando Brant), também estão no roteiro.

O figurino do show  foi criado sob medida pelo estilista Lino Villaventura. Já Luiz Stein assina o cenário, composto por projeções, e Juarez Farinon a luz do espetáculo, com supervisão de Ney.

A banda afiada é a mesma que o acompanhou nos últimos 5 anos, reunindo Sacha Amback (direção musical e teclado), Marcos Suzano e Felipe Roseno (percussão), Dunga (baixo), Mauricio Negão (guitarra), Aquiles Moraes(trompete) e Everson Moraes (trombone).

SERVIÇO – NEY MATOGROSSO SHOW BLOCO NA RUA

Data: 24 de agosto (sábado)

Local: Centro de Eventos do Ceará

Abertura dos portões: 20h

Showtime: 22h

Pontos de Vendas: Ticket Shop (Shopping Iguatemi e Shopping Rio Mar Kenedy) e www.bilheteriavirtual.com.br

leia tudo sobre

Publicidade

Plano Operacional para o Forró das Antigas Festival 2019

Por Greyce Matias em Eventos

23 de agosto de 2019

A diretoria da Social Music reuniu hoje (22/08), em coletiva para a imprensa, os representantes de órgãos públicos para divulgação do Plano Operacional para Forró das Antigas Festival, que será realizado neste sábado (24/08), em megaestrutura montada no estacionamento da Arena Castelão. Estiveram presentes os seguintes órgãos: Secretária de Segurança Pública, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), Regional VI e a diretoria da Arena Castelão

Abrindo a coletiva, os diretores da Social Music André Camurça, Celso Luís e João Luis, reafirmaram o compromisso de proporcionar para o público conforto e segurança durante o Forró das Antigas Festival. Logo após, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará, representada por Ana Holanda, reforçou o trabalho desenvolvido para o sucesso do evento.

Para garantir a segurança do evento, o major Landim, da Polícia Militar, informou que serão empregados cerca de 77 homens no policiamento, a partir das 17h, atuando a pé, em motos, viaturas e em cavalos. A patrulha estará distribuída na Arena Castelão e nas principais vias de acessos ao evento.

A atuação da Polícia Judiciária foi informada pelo delegado da Divisão de Planejamento Operacional da Polícia Civil, Alexandre Ferraz. O órgão vai atuar em esquema de plantão com um efetivo de 12 policiais civis, duas viaturas, um delegado, dois escrivães e quatro inspetores. O posto avançado do 16º DP dentro da Arena Castelão estará de plantão no dia do evento. A delegacia do 13º DP será usada em caso de sobrecarga na unidade da Arena Castelão.

De acordo com a coordenadora de Ordenamento do Território da Secretaria Regional VI, Juliana Fontenele, o órgão vai atuar com cinco colaboradores. A regional atua com a organização do entorno, a regularização jurídica, fiscalização, segurança para o vendedor ambulante e consumidor e melhoria na acessibilidade da Arena Castelão.

O chefe do Núcleo de Operações da AMC, Wellington Cartaxo, informou que o órgão contará com cerca de 20 operadores de tráfego e duas viaturas distribuídas nos principais pontos de acesso ao evento. A AMC pede que o público utilize transportes coletivos e alternativos e reforça que os motoristas não devem ingerir bebidas alcoólicas se forem dirigir. A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) vai aumentar a frota das 17 linhas que passam pela Arena Castelão e terá carros reservas disponíveis nos terminais.

O Corpo de Bombeiros também estará com forte atuação no evento, de acordo com o Coronel BM Nildson Oliveira. No dia do festival, o trabalho envolve ações de prevenção no local com homens para gerenciar possíveis crises, atendimento de primeiros socorros e ações de salvamento.

Sobre o Forró das Antigas Festival

O Forró das Antigas Festival, o maior evento do gênero no Brasil, confirma mais uma edição em Fortaleza, no Estacionamento da Arena Castelão, a partir das 20h, no dia 24 de agosto. O evento, promovido pela Social Music e SomZoom Eventos, reúne nomes consagrados da música em uma megaestrutura que conta com dois palcos, além de mais de 10 horas seguidas de festa. No palco, 10 atrações vão embalar o público ao som de grandes sucessos eternizados na memória dos forrozeiros em todo o Brasil. Estão confirmados:

– Limão Com Mel;
– Mastuz Com Leite;
– Magníficos;
– Forró Real e Nildinha;
– Lagosta Bronzeada;
– Eliane;
– Noda de Caju;
– Beto Barbosa;
– Mel Com Terra;
– Sirano e Sirino.

O evento terá quatro setores: Arena, Frontstage, Lounge e Premium. Os ingressos podem ser adquiridos nas lojas Social Tickets (RioMar Pipacu), Loja do Siriguella e DLT (Iguatemi e Noth Shoping Bezerra de Menezes), além do site Efolia.com.br.

Serviço
Forró das Antigas Festival
Data: 24 de agosto (sábado)
Local: Arena Castelão
Vendas: 
Social Tickets (RioMar Pipacu), Loja do Siriguella e DLT (Iguatemi e Noth Shoping Bezerra de Menezes)
Vendas online: Efolia.com.br
Informações: (85) 3264.8091 

leia tudo sobre

Publicidade

Sábado de sabores, conforto e música eletrônica ao por do sol em Fortaleza

Por Greyce Matias em Cultura, Eventos, Para o leitor

22 de agosto de 2019

  Por Miller Sousa

Com cardápio assinado pela chef Liliam Braz, espaço sofisticado e música eletrônica de qualidade o cearense pode desfrutar o pôr do sol com segurança e excelência no atendimento.

Música eletrônica de qualidade, excelente estrutura e segurança dão o tom do pôr do sol, neste sábado, 24, em Fortaleza. A Sunrise Beach Club reúne, em um mesmo espaço, diversas atrações da cena eletrônica, variedade em sabores em pratos e drinks, alta gastronomia e excelente serviço. O beach club é localizado na Praia do Futuro.

Sobre a SUNRISE Beach Club

A Sunrise Beach Club surgiu da paixão de uma família Carioca muito cheia de Bossa e amor pela praia.

O famoso Seu Jorge acreditou no espaço a um ano e meio atrás, buscando uma forma de trazer a identidade carioca de um beach club para a Cidade de Fortaleza.

              (Foto:Reprodução/ @neuro.prod)

Contando com um espaço de Jacuzzi, lounges e praia a Sunrise busca em sua essência um espaço pronto para curtir com os amigos, trazer o seu PET e almoçar em grande estilo de frente ao mar com uma culinária Mediterrânea.

​Recentemente a barraca passou por algumas modificações em sua estrutura e buscou criar a Escola de Esportes Marítimos contemplando o Kite Surf, Surf e o Sup Wave.

​A Sunrise Beach Club é conhecida pelas melhores festas, uma clima de amigos e badalação.

                 (Foto:Reprodução/ @neuro.prod)

RESTAURANTE TEMPERANDO

(Por Liliam Braz)

O Restaurante TEMPERANDO nasce da essência da Chef Liliam Braz, nascida em Belém do Pará essa jovem Chef de Cozinha sempre interpretou a sua comida com um toque mediterrâneo e buscando inspirações regionais.

                 (Foto:Reprodução/ @neuro.prod)

Hoje mais do que nunca a culinária da Sunrise faz com que essa Chef faça um tempero único e gastronomicamente delicioso. O mix de frutos do Mar e a alta gastronomia são o equilíbrio perfeito para uma experiência única na Sunrise Beach Club.

SERVIÇO

O QUE É: SUN7 Vibes

QUANDO: Sábado, 24/08, a partir das 9h.

ONDE: SUNRISE BEACH CLUB

Av. Clóvis Arrais Maia, 4987 – Antonio Diogo, Fortaleza – CE, 60183-692.

CONTATO: (85) 99699-6303

Demais informações:

Há disponibilidade de reservas de lounges. Não é permitido acesso por menores de 18 anos e a documentação é obrigatória. Aceita cartões de crédito, conforme disponibilidade da operadora. A casa não oferece serviço de chapelaria. Possui estacionamento rotativo e sujeito a disponibilidade.

leia tudo sobre

Publicidade

Milton Nascimento emociona público com turnê Clube da Esquina em Fortaleza

Por Greyce Matias em Bandas, Eventos

19 de agosto de 2019

O show foi dedicado a Lô Borges, que assinou com Milton Nascimento o Clube da Esquina 1. Com cenário personalizado assinado pela dupla Os Gêmeos, arranjos novos, muita emoção e o carinho do público, a estréia da turnê Clube da Esquina, de Milton Nascimento, no Centro de Eventos, em Fortaleza no sábado (17), foi um espetáculo de emoções.

 

Essa é a primeira vez que Bituca reúne os sucessos dos discos Clube da Esquina 1 e 2, em uma apresentação que celebra o lançamento dos álbuns, respectivamente, em 1972 e 1978.

 

Os clássicos presentes no repertório do espetáculo emocionaram o público – entre elas, a música “Tudo que Você Podia Ser”, que iniciou o show de quase duas horas, a dançante “Cravo e Canela”, lembrada pelo músico como sendo uma parceria com Ronaldo Bastos. Além das clássicas “Maria, Maria”, “Clube da Esquina 2”, “Casamiento de Negros”, “Cais” e “Trem Azul”, que também estavam entre as 23 canções escolhidas para a apresentação.

 

Bituca tocou violão e sanfona. Como um maestro, ele regeu o público que reagiu com palmas, lágrimas, sorrisos, abraços de afeto e muita cantoria. As histórias contadas por Milton durante o show marcam mais momentos especiais durante sua apresentação.

 

O músico e compositor contou ao público algumas histórias do Clube da Esquina e passagens da sua vida pessoal, como ser filho adotivo. Também lembrou da infância em Três Pontas, onde foi criado. Não deixou de fora o momento em que começou a se interessar por música e a tocar violão, a amizade com Lô Borges foi lembrada com causos engraçados da vida dos dois.

 

Para Milton, a amizade construída em Belo Horizonte com os parceiros de Clube da Esquina é para sempre: “A amizade que a gente construiu, no começo de tudo, lá nos anos sessenta é para sempre. E os dois discos do Clube mostram muito bem isso. Sem a nossa amizade nada disso teria acontecido”.

 

Fascinação

 

“Esse show é um resumo da obra deste músico que colaborou de forma decisiva e imprescindível para a identidade do nosso país, haja vista que o Clube da Esquina surgiu no contexto da Ditadura Militar, então, é um discurso de libertação das ideias e de resistência”, afirma Luiz Izaac, 29 anos, mestrando em Linguística.

 

Ele conheceu Milton Nascimento aos 13, quando ouviu a canção “Cio da Terra”. “Desde então fiquei fascinado pela arte dele porque me impressiona sua capacidade de dizer aquilo que não digo para ninguém. É um dizer da alma, e isso me fascina”, afirma. O fascínio pela obra de Milton é tanta que ao escrever o Trabalho de Conclusão de Curso, Izaac optou por analisar as músicas de Bituca escolhendo como objeto o ethos no discurso lítero-musical que Milton profere.

 

Já o Analista de Logística, Cirilo Antônio, mineiro de 46 anos, foi levado ao show pela sua filha Bruna Santos. “Sou muito fã do Milton Nascimento porque ele nos representa. Apesar de ser mineiro e conhecer há bastante tempo o trabalho desse músico incrível hoje é a primeira vez que tive o privilégio de assistir a um show. Foi um presente da minha filha, da família, que resolveu me proporcionar esse momento emocionante e único”, destaca.

leia tudo sobre

Publicidade

Milton Nascimento emociona público com turnê Clube da Esquina em Fortaleza

Por Greyce Matias em Bandas, Eventos

19 de agosto de 2019

O show foi dedicado a Lô Borges, que assinou com Milton Nascimento o Clube da Esquina 1. Com cenário personalizado assinado pela dupla Os Gêmeos, arranjos novos, muita emoção e o carinho do público, a estréia da turnê Clube da Esquina, de Milton Nascimento, no Centro de Eventos, em Fortaleza no sábado (17), foi um espetáculo de emoções.

 

Essa é a primeira vez que Bituca reúne os sucessos dos discos Clube da Esquina 1 e 2, em uma apresentação que celebra o lançamento dos álbuns, respectivamente, em 1972 e 1978.

 

Os clássicos presentes no repertório do espetáculo emocionaram o público – entre elas, a música “Tudo que Você Podia Ser”, que iniciou o show de quase duas horas, a dançante “Cravo e Canela”, lembrada pelo músico como sendo uma parceria com Ronaldo Bastos. Além das clássicas “Maria, Maria”, “Clube da Esquina 2”, “Casamiento de Negros”, “Cais” e “Trem Azul”, que também estavam entre as 23 canções escolhidas para a apresentação.

 

Bituca tocou violão e sanfona. Como um maestro, ele regeu o público que reagiu com palmas, lágrimas, sorrisos, abraços de afeto e muita cantoria. As histórias contadas por Milton durante o show marcam mais momentos especiais durante sua apresentação.

 

O músico e compositor contou ao público algumas histórias do Clube da Esquina e passagens da sua vida pessoal, como ser filho adotivo. Também lembrou da infância em Três Pontas, onde foi criado. Não deixou de fora o momento em que começou a se interessar por música e a tocar violão, a amizade com Lô Borges foi lembrada com causos engraçados da vida dos dois.

 

Para Milton, a amizade construída em Belo Horizonte com os parceiros de Clube da Esquina é para sempre: “A amizade que a gente construiu, no começo de tudo, lá nos anos sessenta é para sempre. E os dois discos do Clube mostram muito bem isso. Sem a nossa amizade nada disso teria acontecido”.

 

Fascinação

 

“Esse show é um resumo da obra deste músico que colaborou de forma decisiva e imprescindível para a identidade do nosso país, haja vista que o Clube da Esquina surgiu no contexto da Ditadura Militar, então, é um discurso de libertação das ideias e de resistência”, afirma Luiz Izaac, 29 anos, mestrando em Linguística.

 

Ele conheceu Milton Nascimento aos 13, quando ouviu a canção “Cio da Terra”. “Desde então fiquei fascinado pela arte dele porque me impressiona sua capacidade de dizer aquilo que não digo para ninguém. É um dizer da alma, e isso me fascina”, afirma. O fascínio pela obra de Milton é tanta que ao escrever o Trabalho de Conclusão de Curso, Izaac optou por analisar as músicas de Bituca escolhendo como objeto o ethos no discurso lítero-musical que Milton profere.

 

Já o Analista de Logística, Cirilo Antônio, mineiro de 46 anos, foi levado ao show pela sua filha Bruna Santos. “Sou muito fã do Milton Nascimento porque ele nos representa. Apesar de ser mineiro e conhecer há bastante tempo o trabalho desse músico incrível hoje é a primeira vez que tive o privilégio de assistir a um show. Foi um presente da minha filha, da família, que resolveu me proporcionar esse momento emocionante e único”, destaca.