Como o autoconhecimento pode potencializar a sua carreira? - Vagas Online 
Publicidade

Vagas Online

por Márcia Catunda

Como o autoconhecimento pode potencializar a sua carreira?

Por Márcia Catunda em Artigo

16 de outubro de 2019

Guilherme Said- Cofundador e sócio da EASE Brasil

@guilhermesaidoficial

www.easebrasil.edu.br

Você já parou para pensar qual é a sua missão nessa vida? Por que você está aqui? E o seu trabalho, aquilo que você está fazendo hoje, está alinhado com os seus valores? Com aquilo que você é? Com aquilo que você quer cumprir?

Essas são apenas algumas perguntas de muitas que podem ser feitas no processo de autoconhecimento e planejamento da sua trajetória pessoal e profissional.

Assim, o autoconhecimento é essencial para você planejar a sua carreira e atingir os seus objetivos. Mas o que significa autoconhecimento? De forma simples e objetiva trata-se do aprofundamento que nós temos a respeito das nossas características, da nossa missão, nossa visão, nossas fortalezas e fraquezas. O que somos? Qual a nossa razão de ser nesse mundo? Onde eu quero chegar? Que projetos estariam adaptados à minha visão de mundo?

Diversos pesquisadores já buscaram entender por que existem pessoas de alta performance, que conseguem excelentes resultados, e outras que permanecem na mediocridade, ou seja, na média. Para muitos estudiosos, um dos principais comportamentos observados nas pessoas excelentes e acima da média é que elas possuem um elevado grau de autoconhecimento, com uma missão, uma visão e objetivos próprios bem definidos, e, em diversos casos, por escrito.

Lembro da história do psicólogo e psiquiatra austríaco Victor Frankl, que sobreviveu aos campos de concentração mais difíceis na época da segunda guerra mundial.

Resumidamente, ao ser levado para o campo de concentração, Frankl inicialmente decidiu que teria 3 grandes metas a serem atingidas naquele ambiente de terror: 1) Sobreviver; 2) Utilizar suas habilidades médicas para ajudar os outros e 3) Tentar aprender alguma coisa. Nessa busca por conhecimento, o médico observou que, de todos os prisioneiros, os que melhor conservavam o autodomínio e a sanidade eram aqueles que tinham um forte senso de dever, de missão e uma visão de futuro específica. Ele percebeu que o ser humano seria capaz de passar pelo mais intenso sofrimento quando tivesse uma razão e um por que viver. Enfim, a ausência de significado, de sentido para a vida, seria a principal causa de muitas doenças, depressões e problemas vividos pela humanidade.

Após 3 anos de prisão, Victor Frankl foi libertado em abril de 1945, com 40 anos e 25 quilos. Após saber da morte dos seus familiares e da sua esposa, aumentando sobremaneira o seu sofrimento, sistematizou uma teoria psicanalítica – a Logoterapia –, baseada nas suas experiências e reflexões no campo de concentração, que revolucionou as ciências humanas que buscavam compreender o ser humano e suas neuroses.

Todos nós passamos, também, pelos nossos “campos de concentração”. Muitas vezes precisamos chegar no fundo, para subir com força para o alto. No processo de planejamento de carreira, é preciso colocar isso em mente e saber que a vida não segue um padrão pré-determinado, e as situações não irão sempre ocorrer como tínhamos previsto.

Dessa forma, é preciso planejar e criar a sua visão de longo prazo, porém comportamentos como flexibilidade, resiliência e abertura ao novo são essenciais para a construção de um futuro de prosperidade.

Assim ocorre com as empresas e com as pessoas.

Vamos praticar?

 

 

Publicidade aqui

leia tudo sobre

Como o autoconhecimento pode potencializar a sua carreira?

Por Márcia Catunda em Artigo

16 de outubro de 2019

Guilherme Said- Cofundador e sócio da EASE Brasil

@guilhermesaidoficial

www.easebrasil.edu.br

Você já parou para pensar qual é a sua missão nessa vida? Por que você está aqui? E o seu trabalho, aquilo que você está fazendo hoje, está alinhado com os seus valores? Com aquilo que você é? Com aquilo que você quer cumprir?

Essas são apenas algumas perguntas de muitas que podem ser feitas no processo de autoconhecimento e planejamento da sua trajetória pessoal e profissional.

Assim, o autoconhecimento é essencial para você planejar a sua carreira e atingir os seus objetivos. Mas o que significa autoconhecimento? De forma simples e objetiva trata-se do aprofundamento que nós temos a respeito das nossas características, da nossa missão, nossa visão, nossas fortalezas e fraquezas. O que somos? Qual a nossa razão de ser nesse mundo? Onde eu quero chegar? Que projetos estariam adaptados à minha visão de mundo?

Diversos pesquisadores já buscaram entender por que existem pessoas de alta performance, que conseguem excelentes resultados, e outras que permanecem na mediocridade, ou seja, na média. Para muitos estudiosos, um dos principais comportamentos observados nas pessoas excelentes e acima da média é que elas possuem um elevado grau de autoconhecimento, com uma missão, uma visão e objetivos próprios bem definidos, e, em diversos casos, por escrito.

Lembro da história do psicólogo e psiquiatra austríaco Victor Frankl, que sobreviveu aos campos de concentração mais difíceis na época da segunda guerra mundial.

Resumidamente, ao ser levado para o campo de concentração, Frankl inicialmente decidiu que teria 3 grandes metas a serem atingidas naquele ambiente de terror: 1) Sobreviver; 2) Utilizar suas habilidades médicas para ajudar os outros e 3) Tentar aprender alguma coisa. Nessa busca por conhecimento, o médico observou que, de todos os prisioneiros, os que melhor conservavam o autodomínio e a sanidade eram aqueles que tinham um forte senso de dever, de missão e uma visão de futuro específica. Ele percebeu que o ser humano seria capaz de passar pelo mais intenso sofrimento quando tivesse uma razão e um por que viver. Enfim, a ausência de significado, de sentido para a vida, seria a principal causa de muitas doenças, depressões e problemas vividos pela humanidade.

Após 3 anos de prisão, Victor Frankl foi libertado em abril de 1945, com 40 anos e 25 quilos. Após saber da morte dos seus familiares e da sua esposa, aumentando sobremaneira o seu sofrimento, sistematizou uma teoria psicanalítica – a Logoterapia –, baseada nas suas experiências e reflexões no campo de concentração, que revolucionou as ciências humanas que buscavam compreender o ser humano e suas neuroses.

Todos nós passamos, também, pelos nossos “campos de concentração”. Muitas vezes precisamos chegar no fundo, para subir com força para o alto. No processo de planejamento de carreira, é preciso colocar isso em mente e saber que a vida não segue um padrão pré-determinado, e as situações não irão sempre ocorrer como tínhamos previsto.

Dessa forma, é preciso planejar e criar a sua visão de longo prazo, porém comportamentos como flexibilidade, resiliência e abertura ao novo são essenciais para a construção de um futuro de prosperidade.

Assim ocorre com as empresas e com as pessoas.

Vamos praticar?