08/07/2016 - Blog do Wanfil 
Publicidade

Blog do Wanfil

por Wanderley Filho

08/07/2016

Secretários da Fazenda reunidos em Fortaleza: cuidado! E segurem os bolsos!

Por Wanfil em Economia

08 de julho de 2016

Desde esta sexta-feira Fortaleza sedia encontro do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), que reúne secretários da Fazenda de todo o País, além do Secretário Executivo do Ministério da Fazenda, “para deliberar assuntos de interesse dos Fiscos Estaduais”. Na pauta, a compensação aos estados do Nordeste pelas perdas registradas com a queda nos repasses do Fundo de Participação dos Estados (FPE), além da avaliação de medidas para ajudar os governos estaduais neste momento de crise.

O Portal da Confaz informa que  “o Ceará, ao longo dos últimos anos conseguiu, com extremo rigor e medidas inovadoras de incremento da arrecadação, manter seu equilíbrio”, mas “que inúmeros são os desafios colocados no atual cenário econômico e político brasileiro”.

Quando burocratas e políticos se reúnem para falar de crise é porque “medidas inovadoras” para “incrementar a arrecadação” serão aplicadas para cobrar de quem trabalha e de quem produz, a conta pelos erros de burocratas e políticos. Daí não sai coisa boa.

leia tudo sobre

Publicidade

Secretários da Fazenda reunidos em Fortaleza: cuidado! E segurem os bolsos!

Por Wanfil em Economia

08 de julho de 2016

Desde esta sexta-feira Fortaleza sedia encontro do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), que reúne secretários da Fazenda de todo o País, além do Secretário Executivo do Ministério da Fazenda, “para deliberar assuntos de interesse dos Fiscos Estaduais”. Na pauta, a compensação aos estados do Nordeste pelas perdas registradas com a queda nos repasses do Fundo de Participação dos Estados (FPE), além da avaliação de medidas para ajudar os governos estaduais neste momento de crise.

O Portal da Confaz informa que  “o Ceará, ao longo dos últimos anos conseguiu, com extremo rigor e medidas inovadoras de incremento da arrecadação, manter seu equilíbrio”, mas “que inúmeros são os desafios colocados no atual cenário econômico e político brasileiro”.

Quando burocratas e políticos se reúnem para falar de crise é porque “medidas inovadoras” para “incrementar a arrecadação” serão aplicadas para cobrar de quem trabalha e de quem produz, a conta pelos erros de burocratas e políticos. Daí não sai coisa boa.