Por falar em traição - Blog do Wanfil 
Publicidade

Blog do Wanfil

por Wanderley Filho

Por falar em traição

Por Wanfil em Política

06 de setembro de 2016

O ex-governador Cid Gomes acusou o senador Eunício Oliveira de trair a ex-presidente Dilma Rousseff, segundo informação do Blog do Eliomar. A traição política, como podemos perceber, é um ponto de vista, já que o próprio Cid é acusado do mesmo pecado por inúmeros ex-aliados, dos mais variados partidos. A questão aqui neste post, porém, não é tanto Cid ou Eunício, mas Dilma.

No dicionário, trair pode significar “não cumprir promessas”. Portanto, o golpe da refinaria da Petrobras no Ceará foi uma traição de Dilma e Lula. Pela lógica, quem não rompeu com a dupla após a revelação do embuste optou voluntariamente por virar sócio de traidores.

Outra acepção do verbete trair é “falsear”. Por essa, quando a então candidata à reeleição Dilma afirmou que a economia estava bem, embora maquiasse a contabilidade para esconder o rombo nas contas públicas, fraude que lhe custou o mandato, traiu seus eleitores e a própria nação. Os que buscam ignorar ou relevar esses fatos apostam, portanto, na falsidade como método de gestão, em prejuízos dos traídos.

Guardadas as incomensuráveis proporções históricas e os personagens, o historiador romano Plutarco dizia que César amava as traições, mas odiava os traidores. Pois é.

Publicidade aqui

Por falar em traição

Por Wanfil em Política

06 de setembro de 2016

O ex-governador Cid Gomes acusou o senador Eunício Oliveira de trair a ex-presidente Dilma Rousseff, segundo informação do Blog do Eliomar. A traição política, como podemos perceber, é um ponto de vista, já que o próprio Cid é acusado do mesmo pecado por inúmeros ex-aliados, dos mais variados partidos. A questão aqui neste post, porém, não é tanto Cid ou Eunício, mas Dilma.

No dicionário, trair pode significar “não cumprir promessas”. Portanto, o golpe da refinaria da Petrobras no Ceará foi uma traição de Dilma e Lula. Pela lógica, quem não rompeu com a dupla após a revelação do embuste optou voluntariamente por virar sócio de traidores.

Outra acepção do verbete trair é “falsear”. Por essa, quando a então candidata à reeleição Dilma afirmou que a economia estava bem, embora maquiasse a contabilidade para esconder o rombo nas contas públicas, fraude que lhe custou o mandato, traiu seus eleitores e a própria nação. Os que buscam ignorar ou relevar esses fatos apostam, portanto, na falsidade como método de gestão, em prejuízos dos traídos.

Guardadas as incomensuráveis proporções históricas e os personagens, o historiador romano Plutarco dizia que César amava as traições, mas odiava os traidores. Pois é.