tabaco Archives - Blog do Wanfil 
Publicidade

Blog do Wanfil

por Wanderley Filho

tabaco

Simpatizantes da maconha e antitabagistas realizam eventos em Fortaleza, uns por menos fumaça, outros por mais

Por Wanfil em Fortaleza

25 de Maio de 2016

Estão marcadas para o final deste mês, em Fortaleza, a Marcha da Maconha (dia 29), organizada pela entidade Coletivo Plantando Informação, e a comemoração pelo Dia Mundial sem Tabaco (31), organizado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia.

O primeiro pedindo liberdade para, entre outros usos, fumar um baseado; o segundo alertando contra o fumo de cigarros normais. Mas as diferenças não se encerram aí. O tabaco é legal, a maconha é ilegal. Mesmo assim, tabagistas não fazem apologia ao tabaco, pelo contrário, o que pega bem é ser um antitabagista. Questão de saúde. Médicos alertam para o risco de seu consumo. Ativistas lutam pela restrição de espaços para fumantes.

Já os maconheiros, simpatizantes e seus “coletivos” defendem em marchas públicas o uso da maconha para fins “diversos”, como o medicinal e o “recreativo”. Questão de liberdade de expressão, dizem. Pelo visto, em breve sugerirão que o consumo de maconha, além de saudável e recreativo, ajuda a combater os males do tabagismo.

O que eu acho? O consumo, digamos, recreativo da maconha não faz mal? Sua, por exemplo, inalação só faz bem?Os médicos poderiam dizer. Particularmente, não fumo nem um, nem outro. Corrijo: um cigarro (tabaco) ou charuto, muito, muitíssimo raramente. Mas, como dizia Dr. Sigmund Freud, às vezes um charuto é apenas um charuto.

Publicidade

Simpatizantes da maconha e antitabagistas realizam eventos em Fortaleza, uns por menos fumaça, outros por mais

Por Wanfil em Fortaleza

25 de Maio de 2016

Estão marcadas para o final deste mês, em Fortaleza, a Marcha da Maconha (dia 29), organizada pela entidade Coletivo Plantando Informação, e a comemoração pelo Dia Mundial sem Tabaco (31), organizado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia.

O primeiro pedindo liberdade para, entre outros usos, fumar um baseado; o segundo alertando contra o fumo de cigarros normais. Mas as diferenças não se encerram aí. O tabaco é legal, a maconha é ilegal. Mesmo assim, tabagistas não fazem apologia ao tabaco, pelo contrário, o que pega bem é ser um antitabagista. Questão de saúde. Médicos alertam para o risco de seu consumo. Ativistas lutam pela restrição de espaços para fumantes.

Já os maconheiros, simpatizantes e seus “coletivos” defendem em marchas públicas o uso da maconha para fins “diversos”, como o medicinal e o “recreativo”. Questão de liberdade de expressão, dizem. Pelo visto, em breve sugerirão que o consumo de maconha, além de saudável e recreativo, ajuda a combater os males do tabagismo.

O que eu acho? O consumo, digamos, recreativo da maconha não faz mal? Sua, por exemplo, inalação só faz bem?Os médicos poderiam dizer. Particularmente, não fumo nem um, nem outro. Corrijo: um cigarro (tabaco) ou charuto, muito, muitíssimo raramente. Mas, como dizia Dr. Sigmund Freud, às vezes um charuto é apenas um charuto.