Novo espetáculo da EDISCA traz referências étnicas ancestrais em coreografias entrelaçadas


Novo espetáculo da EDISCA traz referências étnicas ancestrais em coreografias entrelaçadas

A escola de dança para jovens de baixa renda abre a temporada do espetáculo “Religare”, de 4 a 6 e 11 a 13 de setembro

Por Ana Beatriz Leite em Agenda Cultural

4 de setembro de 2015 às 07:00

Há 4 anos
"Religare" é inspirado nos ritos e cerimônias ancestrais, que ligam o humano ao divino (FOTO: Divulgação)

“Religare” é inspirado nos ritos e cerimônias ancestrais, que ligam o humano ao divino (FOTO: Divulgação)

Após lançar campanha de financiamento coletivo, a EDISCA traz ao público seu novo espetáculo “Religare”, que abre temporada de apresentações no Teatro Via Sul, de 04 a 06 e de 11 a 13 de setembro. No palco, o trabalho de cerca de cinco meses dos coreógrafos Dora e Gilano Andrade e dos 39 bailarinos, jovens de 12 a 21 anos atendidos pelo projeto social.

Neste espetáculo os coreógrafos buscam reativar a memória ancestral, de diversas etnias, a fim de repensar a conexão com o divino, deixada de lado pelo homem contemporâneo. Lado a lado, os bailarinos criam coreografias entrelaçadas e complementares: enquanto os movimentos de um são crítica ao esgotamento dos modelos civilizatórios e às paisagens de abandono e miséria, os movimentos de outro evocam o sentido de redenção e esperança, representados a cada giro, a cada gesto, a cada salto.

Religare é a palavra que nos remete aos estados de elevação e purificação do espírito. Os ritos e cerimônias ancestrais, que religam o humano ao ato da criação e ao elo ancestral, servem de inspiração para a coreografia, uma “dança com o invisível”. O caráter transcendental é também representado pelos figurinos, em que a cor branca prevalece em texturas e volumes que cruzam ancestralidade e contemporaneidade, e pela música, que casa o erudito ao oriental.

A EDISCA 

Fundada em 1991, a EDISCA tem como missão promover o desenvolvimento humano de crianças e adolescentes em circunstância de vulnerabilidade social, utilizando a dança como sinergia entre os programas, que além da arte englobam educação e saúde. Com trabalho reconhecido, a escola é a única instituição cearense a receber apoio do Criança Esperança, da rede Globo, no ano de 2016. Com o auxílio financeiro a expectativa é a de reestruturar o prédio da sede do projeto, que, devido aos baixos recursos, hoje atende apenas a 250 jovens. A população ainda pode contribuir com a campanha, que tem a meta de atingir a marca dos R$ 10 mil.

Serviço
Religare
Data: 4 a 6 e 11 a 13 de setembro
Hora: às sextas-feiras, 21h, sábados às 18h e 21h, e domingo às 18h e 20h
Local: Teatro Via Sul (Av. Washington Soares, 4335)
Vendas: bilheteria no local
Valor: R$ 20,00 (meia) R$ 40,00 (inteira)
Duração: 45 minutos

NOVO ESPETÁCULO DA EDISCA
1/3

NOVO ESPETÁCULO DA EDISCA

“Religare” (FOTO: Divulgação)

NOVO ESPETÁCULO DA EDISCA
2/3

NOVO ESPETÁCULO DA EDISCA

“Religare” (FOTO: Divulgação)

NOVO ESPETÁCULO DA EDISCA
3/3

NOVO ESPETÁCULO DA EDISCA

“Religare” (FOTO: Divulgação)

Publicidade

Dê sua opinião

Novo espetáculo da EDISCA traz referências étnicas ancestrais em coreografias entrelaçadas

A escola de dança para jovens de baixa renda abre a temporada do espetáculo “Religare”, de 4 a 6 e 11 a 13 de setembro

Por Ana Beatriz Leite em Agenda Cultural

4 de setembro de 2015 às 07:00

Há 4 anos
"Religare" é inspirado nos ritos e cerimônias ancestrais, que ligam o humano ao divino (FOTO: Divulgação)

“Religare” é inspirado nos ritos e cerimônias ancestrais, que ligam o humano ao divino (FOTO: Divulgação)

Após lançar campanha de financiamento coletivo, a EDISCA traz ao público seu novo espetáculo “Religare”, que abre temporada de apresentações no Teatro Via Sul, de 04 a 06 e de 11 a 13 de setembro. No palco, o trabalho de cerca de cinco meses dos coreógrafos Dora e Gilano Andrade e dos 39 bailarinos, jovens de 12 a 21 anos atendidos pelo projeto social.

Neste espetáculo os coreógrafos buscam reativar a memória ancestral, de diversas etnias, a fim de repensar a conexão com o divino, deixada de lado pelo homem contemporâneo. Lado a lado, os bailarinos criam coreografias entrelaçadas e complementares: enquanto os movimentos de um são crítica ao esgotamento dos modelos civilizatórios e às paisagens de abandono e miséria, os movimentos de outro evocam o sentido de redenção e esperança, representados a cada giro, a cada gesto, a cada salto.

Religare é a palavra que nos remete aos estados de elevação e purificação do espírito. Os ritos e cerimônias ancestrais, que religam o humano ao ato da criação e ao elo ancestral, servem de inspiração para a coreografia, uma “dança com o invisível”. O caráter transcendental é também representado pelos figurinos, em que a cor branca prevalece em texturas e volumes que cruzam ancestralidade e contemporaneidade, e pela música, que casa o erudito ao oriental.

A EDISCA 

Fundada em 1991, a EDISCA tem como missão promover o desenvolvimento humano de crianças e adolescentes em circunstância de vulnerabilidade social, utilizando a dança como sinergia entre os programas, que além da arte englobam educação e saúde. Com trabalho reconhecido, a escola é a única instituição cearense a receber apoio do Criança Esperança, da rede Globo, no ano de 2016. Com o auxílio financeiro a expectativa é a de reestruturar o prédio da sede do projeto, que, devido aos baixos recursos, hoje atende apenas a 250 jovens. A população ainda pode contribuir com a campanha, que tem a meta de atingir a marca dos R$ 10 mil.

Serviço
Religare
Data: 4 a 6 e 11 a 13 de setembro
Hora: às sextas-feiras, 21h, sábados às 18h e 21h, e domingo às 18h e 20h
Local: Teatro Via Sul (Av. Washington Soares, 4335)
Vendas: bilheteria no local
Valor: R$ 20,00 (meia) R$ 40,00 (inteira)
Duração: 45 minutos

NOVO ESPETÁCULO DA EDISCA
1/3

NOVO ESPETÁCULO DA EDISCA

“Religare” (FOTO: Divulgação)

NOVO ESPETÁCULO DA EDISCA
2/3

NOVO ESPETÁCULO DA EDISCA

“Religare” (FOTO: Divulgação)

NOVO ESPETÁCULO DA EDISCA
3/3

NOVO ESPETÁCULO DA EDISCA

“Religare” (FOTO: Divulgação)