Médico dá dicas de como cuidar da saúde para ter longevidade

METAS 2020

Médico dá dicas de como cuidar da saúde para ter longevidade

Manter mente, corpo e espírito bem é a melhor meta não só para o início de ano, mas para a vida

Por Tribuna do Ceará em Bem-Estar

20 de janeiro de 2020 às 06:22

Há 7 meses
leite-e-derivados

Médico dá a dica de cortar leites e derivados para aumentar longevidade (FOTO: Freepik)

Ainda dá para começar as metas de 2020. A busca por uma melhor qualidade de vida é algo bem maior do que simplesmente começar o ano à procura do corpo perfeito. Manter mente, corpo e espírito bem é a melhor meta não só para o início de ano, mas para a vida.

Pensando em ajudar quem está com o foco da mudança positiva em 2020, o médico especialista em longevidade e em nutrologia, André Guanabara, listou algumas dicas para serem cumpridas a partir deste ano, e não simplesmente nos próximos 12 meses.

Dentro dessa perspectiva, a alimentação é um dos fatores importantes no processo de equilíbrio, mas como alguns itens a seguir apontam, outros fatores fazem parte desse mosaico.

1 – Elimine de sua alimentação os carboidratos refinados como pão, macarrão e arroz. Esses alimentos causam inflamações no organismo que podem desencadear doenças no futuro;

2 – Corte o leite e seus derivados. A bebida é rica em conservantes e o excesso de radicais livres pode ser tóxico ao organismo. Os radicais livres podem contribuir para o surgimento de alguns problemas de saúde, como o enfraquecimento do sistema imunológico e o envelhecimento precoce;

3 – Pegue sol diariamente, entre 30 e 40 minutos. Tomar sol é fundamental para o corpo obter vitamina D, responsável por nossa imunidade, além de tratar doenças como esclerose múltipla e outras patologias autoimune;

4 – Consuma alimentos ricos em zinco e selênio. Uma dieta a base dessas vitaminas previne a queda de cabelo, unhas quebradiças, além de melhorar a disposição. São exemplos de alimentos ricos em zinco e selênio: castanha, amêndoa e abacate. A ausência dessas vitaminas, podem desencadear o hipotiroidismo subclínico (decorrente de uma alimentação desregrada);

5 – Algumas mulheres devem evitar o uso da pílula anticoncepcional. Os contraceptivos diminuem os hormônios da tireóide e da testosterona. A recomendação é que essas mulheres que queiram evitar a gravidez avaliem o uso do DIU (Dispositivo Intrauterino);

6 – Durma bem. É importante fazer a higienização do sono evitando o uso de celular antes de dormir e deixar o ambiente escuro para uma boa noite de sono. O recomendado é dormir pelo menos 8 horas por noite, em um lugar tranquilo;

7 – Cuidado no uso inadequado de antibióticos. O tratamento deve ser prescrito por um profissional. Este medicamento pode alterar a nossa disbiose intestinal, causando o desequilíbrio das bactérias boas e ruins do nosso intestino;

8 – Elimine de sua alimentação os açúcares refinados, eles também levam a uma inflamação de nosso intestino, desencadeando cada vez mais patologias emocionais;

9 – Pratique atividade física. Ressalte-se que ela não é saudável só para o corpo, mas também para a mente. Melhora o humor, aumenta a disposição, além de liberar os hormônios do bem-estar;

10 – Alimente sua fé. Lidar de forma positiva com o sagrado tem efeito benéfico sobre a prevenção e o tratamento de doenças. Cuidar da saúde e manter uma boa qualidade de vida pressupõem o equilíbrio e a harmonia entre os pilares mente-corpo-espírito.

Publicidade

Dê sua opinião

METAS 2020

Médico dá dicas de como cuidar da saúde para ter longevidade

Manter mente, corpo e espírito bem é a melhor meta não só para o início de ano, mas para a vida

Por Tribuna do Ceará em Bem-Estar

20 de janeiro de 2020 às 06:22

Há 7 meses
leite-e-derivados

Médico dá a dica de cortar leites e derivados para aumentar longevidade (FOTO: Freepik)

Ainda dá para começar as metas de 2020. A busca por uma melhor qualidade de vida é algo bem maior do que simplesmente começar o ano à procura do corpo perfeito. Manter mente, corpo e espírito bem é a melhor meta não só para o início de ano, mas para a vida.

Pensando em ajudar quem está com o foco da mudança positiva em 2020, o médico especialista em longevidade e em nutrologia, André Guanabara, listou algumas dicas para serem cumpridas a partir deste ano, e não simplesmente nos próximos 12 meses.

Dentro dessa perspectiva, a alimentação é um dos fatores importantes no processo de equilíbrio, mas como alguns itens a seguir apontam, outros fatores fazem parte desse mosaico.

1 – Elimine de sua alimentação os carboidratos refinados como pão, macarrão e arroz. Esses alimentos causam inflamações no organismo que podem desencadear doenças no futuro;

2 – Corte o leite e seus derivados. A bebida é rica em conservantes e o excesso de radicais livres pode ser tóxico ao organismo. Os radicais livres podem contribuir para o surgimento de alguns problemas de saúde, como o enfraquecimento do sistema imunológico e o envelhecimento precoce;

3 – Pegue sol diariamente, entre 30 e 40 minutos. Tomar sol é fundamental para o corpo obter vitamina D, responsável por nossa imunidade, além de tratar doenças como esclerose múltipla e outras patologias autoimune;

4 – Consuma alimentos ricos em zinco e selênio. Uma dieta a base dessas vitaminas previne a queda de cabelo, unhas quebradiças, além de melhorar a disposição. São exemplos de alimentos ricos em zinco e selênio: castanha, amêndoa e abacate. A ausência dessas vitaminas, podem desencadear o hipotiroidismo subclínico (decorrente de uma alimentação desregrada);

5 – Algumas mulheres devem evitar o uso da pílula anticoncepcional. Os contraceptivos diminuem os hormônios da tireóide e da testosterona. A recomendação é que essas mulheres que queiram evitar a gravidez avaliem o uso do DIU (Dispositivo Intrauterino);

6 – Durma bem. É importante fazer a higienização do sono evitando o uso de celular antes de dormir e deixar o ambiente escuro para uma boa noite de sono. O recomendado é dormir pelo menos 8 horas por noite, em um lugar tranquilo;

7 – Cuidado no uso inadequado de antibióticos. O tratamento deve ser prescrito por um profissional. Este medicamento pode alterar a nossa disbiose intestinal, causando o desequilíbrio das bactérias boas e ruins do nosso intestino;

8 – Elimine de sua alimentação os açúcares refinados, eles também levam a uma inflamação de nosso intestino, desencadeando cada vez mais patologias emocionais;

9 – Pratique atividade física. Ressalte-se que ela não é saudável só para o corpo, mas também para a mente. Melhora o humor, aumenta a disposição, além de liberar os hormônios do bem-estar;

10 – Alimente sua fé. Lidar de forma positiva com o sagrado tem efeito benéfico sobre a prevenção e o tratamento de doenças. Cuidar da saúde e manter uma boa qualidade de vida pressupõem o equilíbrio e a harmonia entre os pilares mente-corpo-espírito.