Humoristas cearenses celebram obra de Shaolin, que morreu após 5 anos do acidente


Humoristas cearenses celebram obra de Shaolin, que morreu após 5 anos do acidente

O humorista Shaolin faleceu após uma parada cardiorrespiratória, em Campina Grande (PB). Ele vivia sob cuidados médicos desde 2011

Por Ana Beatriz Leite em Celebridades

14 de janeiro de 2016 às 12:20

Há 4 anos
Shaolin perdeu parte dos movimentos e da fala após acidente de carro, em 2011, e vivia sob cuidados médicos (FOTO: Reprodução)

Shaolin perdeu parte dos movimentos e da fala após acidente de carro, em 2011, e vivia sob cuidados médicos (FOTO: Reprodução)

Na madrugada desta quinta (14), o humorista Shaolin faleceu após uma parada cardiorrespiratória, aos 44 anos. O comediante estava internado há cerca de uma semana em uma clínica particular em Campina Grande (PB), cidade onde residia, devido à um quadro de infecção. A notícia foi publicada nas redes sociais pela esposa Laudiceia Veloso.

Nas redes sociais, diversos humoristas cearenses publicaram mensagens de luto e de apoio à família. LC Galleto revelou a história do início de sua carreira, quando teve a oportunidade de abrir um show de Shaolin. “O Brasil está se despedindo da pessoa Shaolin, mas não de sua graça e obra. E também do seu exemplo de humildade. Grande exemplo de um cara completo no palco e que abre seu tempo para ajudar jovens desconhecidos, publicou.

Paulo Diógenes, conhecido pela personagem Raimundinha, ao compartilhar a notícia em seu perfil deixou a mensagem: ‪”Essa quinta-feira começou sem cor e sem graça. Perdemos um guerreiro que durante anos batalhou pela própria vida. O Brasil se despede de um dos melhores humoristas que já teve. Desses que não arrancava só um sorriso da gente, mas uma gargalhada daquelas. Fique em paz, Shaolin!”.

Bráulio Bessa também se solidarizou no Facebook, citando outro grande humorista, Chico Anysio: “Sobre o humor, Chico Anysio disse: ‘Humor é tudo, até engraçado’. Sobre esse exemplo de ser humano, eu diria: ‘Shaolin é tudo, até humorista’. Obrigado por cada sorriso! Siga em paz”. 

Trajetória

Francisco Jozenilton Veloso, antes de ser humorista, foi cartunista e radialista em grandes veículos da Paraíba. Como Shaolin, nome artístico que adotou, participou de diversos programas da televisão brasileira, como Domingão do Faustão, A Praça é Nossa, Show do Tom e Tudo É Possível.

Em 2011, ainda no auge da carreira, sofreu um acidente na BR-230, em Campina Grande. Seu carro colidiu lateralmente com um caminhão que trafegava na estrada. Shaolin deu entrada no hospital com traumatismo craniano e fraturas expostas, e o acidente provocou a perda dos movimentos e da fala.

Publicidade

Dê sua opinião

Humoristas cearenses celebram obra de Shaolin, que morreu após 5 anos do acidente

O humorista Shaolin faleceu após uma parada cardiorrespiratória, em Campina Grande (PB). Ele vivia sob cuidados médicos desde 2011

Por Ana Beatriz Leite em Celebridades

14 de janeiro de 2016 às 12:20

Há 4 anos
Shaolin perdeu parte dos movimentos e da fala após acidente de carro, em 2011, e vivia sob cuidados médicos (FOTO: Reprodução)

Shaolin perdeu parte dos movimentos e da fala após acidente de carro, em 2011, e vivia sob cuidados médicos (FOTO: Reprodução)

Na madrugada desta quinta (14), o humorista Shaolin faleceu após uma parada cardiorrespiratória, aos 44 anos. O comediante estava internado há cerca de uma semana em uma clínica particular em Campina Grande (PB), cidade onde residia, devido à um quadro de infecção. A notícia foi publicada nas redes sociais pela esposa Laudiceia Veloso.

Nas redes sociais, diversos humoristas cearenses publicaram mensagens de luto e de apoio à família. LC Galleto revelou a história do início de sua carreira, quando teve a oportunidade de abrir um show de Shaolin. “O Brasil está se despedindo da pessoa Shaolin, mas não de sua graça e obra. E também do seu exemplo de humildade. Grande exemplo de um cara completo no palco e que abre seu tempo para ajudar jovens desconhecidos, publicou.

Paulo Diógenes, conhecido pela personagem Raimundinha, ao compartilhar a notícia em seu perfil deixou a mensagem: ‪”Essa quinta-feira começou sem cor e sem graça. Perdemos um guerreiro que durante anos batalhou pela própria vida. O Brasil se despede de um dos melhores humoristas que já teve. Desses que não arrancava só um sorriso da gente, mas uma gargalhada daquelas. Fique em paz, Shaolin!”.

Bráulio Bessa também se solidarizou no Facebook, citando outro grande humorista, Chico Anysio: “Sobre o humor, Chico Anysio disse: ‘Humor é tudo, até engraçado’. Sobre esse exemplo de ser humano, eu diria: ‘Shaolin é tudo, até humorista’. Obrigado por cada sorriso! Siga em paz”. 

Trajetória

Francisco Jozenilton Veloso, antes de ser humorista, foi cartunista e radialista em grandes veículos da Paraíba. Como Shaolin, nome artístico que adotou, participou de diversos programas da televisão brasileira, como Domingão do Faustão, A Praça é Nossa, Show do Tom e Tudo É Possível.

Em 2011, ainda no auge da carreira, sofreu um acidente na BR-230, em Campina Grande. Seu carro colidiu lateralmente com um caminhão que trafegava na estrada. Shaolin deu entrada no hospital com traumatismo craniano e fraturas expostas, e o acidente provocou a perda dos movimentos e da fala.