Conheça a lista dos 20 filmes cearenses essenciais da última década, segundo críticos de cinema

CINEMA LOCAL VALORIZADO

Conheça a lista dos 20 filmes cearenses essenciais da última década, segundo críticos de cinema

De “Cine Hollywood” (2013) a “Greta” (2019), conheça os destaques da Associação Cearense de Cinema (Accecine) para o ranking de melhores filmes cearenses de 2010 a 2019

Por Tribuna do Ceará em Cinema

3 de dezembro de 2019 às 07:00

Há 2 meses

Os filmes da lista da Accecine integravam uma relação preliminar com 60 títulos (FOTO: Reprodução)

Jornalistas, críticos, pesquisadores e programadores de cinema se reuniram para escolher os 20 filmes cearenses essenciais realizados entre 2010 e 2019. A lista elaborada pelos membros da Associação Cearense de Críticos de Cinema (Aceccine) considerou filmes que tiveram estreia oficial nos cinemas brasileiros ou que foram exibidos pelo menos uma vez em Fortaleza, durante esse período, em mostras, festivais ou plataformas digitais.

Guto Parente é o diretor que aparece com mais menções na lista, um total de seis filmes, entre eles, o primeiro lugar, conquistado por “Inferninho” (2018). A obra codirigida com Pedro Diógenes é uma comédia dramática, que conta a história de amor entre a barista Deusimar e o marinheiro Jarbas.

O diretor Petrus Cariry surge em segundo lugar, com o drama “Mãe e Filha” (2011) e seus outros dois trabalhos exibidos no período: “Clarisse ou Alguma Coisa Sobre Nós Dois” (2015) e “O Barco” (2018). Ticiana Augusto Lima aparece na codireção de dois longas: “A Misteriosa Morte de Pérola” (2014) e “O Animal Sonhado” (2015).

O ranking foi elaborado a partir de uma lista preliminar com 60 títulos. Segundo a diretoria da Aceccine, a lista tem o objetivo de preservar a memória desses longas-metragens e estimular a produção local. “Também é um convite para que todos os amantes de cinema brasileiro possam conhecer ou revisitar essas obras essenciais da nossa filmografia”, diz a Aceccine em comunicado oficial.

Veja o resultado da votação:

1 – Inferninho(2018)

Direção: Guto Parente e Pedro Diógenes

2 – Mãe e Filha (2011)

Direção: Petrus Cariry

3 – Rânia (2012)

Direção: Roberta Marques

4 – A Misteriosa Morte de Pérola (2014)

Direção: Guto Parente e Ticiana Augusto Lima

5 – Clarisse ou Alguma Coisa Sobre Nós Dois (2015)

Direção: Petrus Cariry

6 – Pacarrete (2019)

Direção: Allan Deberton

7 – Greta (2019)

Direção: Armando Praça

8 – Corpo Delito (2017)

Direção: Pedro Rocha

9 – Linz – Quando Todos os Acidentes Acontecem (2013)

Direção: Alexandre Veras

10 – O Clube dos Canibais (2018)

Direção: Guto Parente

11 – Currais (2019)

Direção: David Aguiar e Sabina Colares

12 – Estrada para Ythaca (2010)

Direção: Ricardo Pretti, Pedro Diógenes, Luiz Pretti e Guto Parente

13 – Tremor Iê (2019)

Direção: Elena Meirelles e Lívia de Paiva

14 – Os Pobres Diabos (2013)

Direção: Rosemberg Cariry

15 – Os Monstros (2011)

Direção: Guto Parente, Ricardo Pretti, Luiz Pretti e Pedro Diógenes

16 – Doce Amianto (2013)

Direção: Guto Parente e Uirá dos Reis

17 – Medo do Escuro (2015)

Direção: Ivo Lopes Araújo

18 – Cine Holliúdy (2013)

Direção: Halder Gomes

19 – O Barco (2018)

Direção: Petrus Cariry

20 – O Animal Sonhado (2015)

Direção: Breno Baptista, Luciana Vieira, Rodrigo Fernandes, Samuel Brasileiro, Ticiana Augusto Lima e Victor Costa Lopes

Publicidade

Dê sua opinião

CINEMA LOCAL VALORIZADO

Conheça a lista dos 20 filmes cearenses essenciais da última década, segundo críticos de cinema

De “Cine Hollywood” (2013) a “Greta” (2019), conheça os destaques da Associação Cearense de Cinema (Accecine) para o ranking de melhores filmes cearenses de 2010 a 2019

Por Tribuna do Ceará em Cinema

3 de dezembro de 2019 às 07:00

Há 2 meses

Os filmes da lista da Accecine integravam uma relação preliminar com 60 títulos (FOTO: Reprodução)

Jornalistas, críticos, pesquisadores e programadores de cinema se reuniram para escolher os 20 filmes cearenses essenciais realizados entre 2010 e 2019. A lista elaborada pelos membros da Associação Cearense de Críticos de Cinema (Aceccine) considerou filmes que tiveram estreia oficial nos cinemas brasileiros ou que foram exibidos pelo menos uma vez em Fortaleza, durante esse período, em mostras, festivais ou plataformas digitais.

Guto Parente é o diretor que aparece com mais menções na lista, um total de seis filmes, entre eles, o primeiro lugar, conquistado por “Inferninho” (2018). A obra codirigida com Pedro Diógenes é uma comédia dramática, que conta a história de amor entre a barista Deusimar e o marinheiro Jarbas.

O diretor Petrus Cariry surge em segundo lugar, com o drama “Mãe e Filha” (2011) e seus outros dois trabalhos exibidos no período: “Clarisse ou Alguma Coisa Sobre Nós Dois” (2015) e “O Barco” (2018). Ticiana Augusto Lima aparece na codireção de dois longas: “A Misteriosa Morte de Pérola” (2014) e “O Animal Sonhado” (2015).

O ranking foi elaborado a partir de uma lista preliminar com 60 títulos. Segundo a diretoria da Aceccine, a lista tem o objetivo de preservar a memória desses longas-metragens e estimular a produção local. “Também é um convite para que todos os amantes de cinema brasileiro possam conhecer ou revisitar essas obras essenciais da nossa filmografia”, diz a Aceccine em comunicado oficial.

Veja o resultado da votação:

1 – Inferninho(2018)

Direção: Guto Parente e Pedro Diógenes

2 – Mãe e Filha (2011)

Direção: Petrus Cariry

3 – Rânia (2012)

Direção: Roberta Marques

4 – A Misteriosa Morte de Pérola (2014)

Direção: Guto Parente e Ticiana Augusto Lima

5 – Clarisse ou Alguma Coisa Sobre Nós Dois (2015)

Direção: Petrus Cariry

6 – Pacarrete (2019)

Direção: Allan Deberton

7 – Greta (2019)

Direção: Armando Praça

8 – Corpo Delito (2017)

Direção: Pedro Rocha

9 – Linz – Quando Todos os Acidentes Acontecem (2013)

Direção: Alexandre Veras

10 – O Clube dos Canibais (2018)

Direção: Guto Parente

11 – Currais (2019)

Direção: David Aguiar e Sabina Colares

12 – Estrada para Ythaca (2010)

Direção: Ricardo Pretti, Pedro Diógenes, Luiz Pretti e Guto Parente

13 – Tremor Iê (2019)

Direção: Elena Meirelles e Lívia de Paiva

14 – Os Pobres Diabos (2013)

Direção: Rosemberg Cariry

15 – Os Monstros (2011)

Direção: Guto Parente, Ricardo Pretti, Luiz Pretti e Pedro Diógenes

16 – Doce Amianto (2013)

Direção: Guto Parente e Uirá dos Reis

17 – Medo do Escuro (2015)

Direção: Ivo Lopes Araújo

18 – Cine Holliúdy (2013)

Direção: Halder Gomes

19 – O Barco (2018)

Direção: Petrus Cariry

20 – O Animal Sonhado (2015)

Direção: Breno Baptista, Luciana Vieira, Rodrigo Fernandes, Samuel Brasileiro, Ticiana Augusto Lima e Victor Costa Lopes