Cearense que vendia bombons para virar Miss Brasil Gay vence após 4ª tentativa

A MAIS BELA

Cearense que vendia bombons para virar Miss Brasil Gay vence concurso após 4ª tentativa

Ysis Lauanda chega ao título de Miss Brasil e vai disputar o concurso a nível internacional em 2020

Por Tribuna do Ceará em Moda

18 de junho de 2019 às 07:00

Há 4 semanas

Cearense é eleita Miss Brasil Glamour Gay 2019. (FOTO: Arquivo Pessoal)

Depois de muito persistir e ficar conhecida por vender doces na rua para bancar as participações nos concursos, foi a vez da cearense Ysis Lauanda, finalmente, subir ao lugar mais alto do Miss Brasil Glamour Gay 2019. Foi a quarta tentativa do transformista Leonardo Rodrigues, de 25 anos.

Em 2018, ela havia chegado ao segundo lugar. Desta vez, no entanto, o título veio como representante do estado do Maranhão, no último dia 10 de junho, em evento realizado em Salvador, na Bahia.

Além de mais bonita, a maranguapense Ysis Lauanda arrastou todos os outros prêmios: o de melhor vestido e o de melhor traje típico. Por não conseguir patrocínio, Ysis começou a vender doces na rua para poder bancar os custos com os concursos. O arrecadado na venda de brownies era, em média, de R$ 100 por dia.

“Graças a Deus deu tudo certo, foi a minha quarta tentativa e acredito que tudo tem um momento certo para acontecer, pois dessa vez eu fui super preparada e acabei ganhando todos os títulos da noite. Estou feliz e realizada com esta conquista”, contou ao Tribuna do Ceará.

Agora, o intuito é focar na preparação para representar bem o Brasil no Miss Gay Internacional, que será realizado em 2020.

Publicidade

Dê sua opinião

A MAIS BELA

Cearense que vendia bombons para virar Miss Brasil Gay vence concurso após 4ª tentativa

Ysis Lauanda chega ao título de Miss Brasil e vai disputar o concurso a nível internacional em 2020

Por Tribuna do Ceará em Moda

18 de junho de 2019 às 07:00

Há 4 semanas

Cearense é eleita Miss Brasil Glamour Gay 2019. (FOTO: Arquivo Pessoal)

Depois de muito persistir e ficar conhecida por vender doces na rua para bancar as participações nos concursos, foi a vez da cearense Ysis Lauanda, finalmente, subir ao lugar mais alto do Miss Brasil Glamour Gay 2019. Foi a quarta tentativa do transformista Leonardo Rodrigues, de 25 anos.

Em 2018, ela havia chegado ao segundo lugar. Desta vez, no entanto, o título veio como representante do estado do Maranhão, no último dia 10 de junho, em evento realizado em Salvador, na Bahia.

Além de mais bonita, a maranguapense Ysis Lauanda arrastou todos os outros prêmios: o de melhor vestido e o de melhor traje típico. Por não conseguir patrocínio, Ysis começou a vender doces na rua para poder bancar os custos com os concursos. O arrecadado na venda de brownies era, em média, de R$ 100 por dia.

“Graças a Deus deu tudo certo, foi a minha quarta tentativa e acredito que tudo tem um momento certo para acontecer, pois dessa vez eu fui super preparada e acabei ganhando todos os títulos da noite. Estou feliz e realizada com esta conquista”, contou ao Tribuna do Ceará.

Agora, o intuito é focar na preparação para representar bem o Brasil no Miss Gay Internacional, que será realizado em 2020.