Novíssima música cearense - parte II: conheça mais artistas autorais do Ceará


Novíssima música cearense – parte II: conheça mais artistas autorais do Ceará

O Tribuna do Ceará separou mais 11 artistas independentes do estado para incluir na playlist. Descubra e se surpreenda com a música ‘Made in Ceará’

Por Ana Beatriz Leite em Música

19 de dezembro de 2015 às 06:00

Há 4 anos

O ano de 2015 foi um bom ano para a música autoral. Em lista do Tribuna do Ceará, você conheceu algumas das bandas e artistas que fazem a novíssima música cearense. Mas sabemos que uma só publicação não é o suficiente para contemplar toda a produção do estado.

Por isso, separamos mais 11 bandas/artistas para você colocar na sua playlist. Conheça mais da novíssima música cearense e prestigie o talento dos nossos artistas.


Projeto Rivera

O Projeto Rivera lançou em fevereiro o disco de estreia “Eu Vim Te Trazer o Sol” e desde então a banda tem conquistado admiradores pelo carisma e, claro, música boa. O quinteto carrega um estilo único, desde a sonoridade, um pop meio rock meio folk, à criatividade da identidade visual. As músicas do CD recebem um lyric video, no qual letra a letra é colocada pelas mãos dos integrantes até formar a composição. As apresentações ao-vivo são um tópico a parte e a alegria das canções contagia qualquer um. Escute “Eu Vim Te Trazer o Sol”, o álbum de estreia do Rivera.

Coletivo Maloqueria

Poderíamos fazer uma lista apenas com os artistas do Maloqueria. O coletivo, que completou um ano em outubro, reúne diversos MC’s, que possuem suas produções individuais, e tem grande contribuição na movimentação que assistimos hoje no cenário do hip-hop de Fortaleza. André GDS, Carolina Rebouças, e Roni Flow são os nomes à frente do grupo, que traz ainda diversos outros artistas. Mais do que apenas fazer música, o Maloqueria tem como objetivo disseminar a cultura do hip-hop e, por isso, está sempre participando de projetos e eventos culturais. Escute as músicas do Coletivo no canal do Youtube.

Filipe Flakes e o Subverso Coletivo

Filipe Flakes é veterano da música autoral na capital cearense. De 2014 para 2015, porém, o trabalho solo do músico deu lugar à banda Filipe Flakes e o Subverso Coletivo, que já possui um disco lançado. O grupo traz mistura de influências em uma MPB moderna, com vibe litorânea e traços de rock, reggae e surf music. Quanto ao teor das composições, o nome do CD de estreia é sugestivo: as músicas falam d”O que Importa” na vida, como o amor ao próximo, amizade e esperança. É possível ouvir ao álbum “O que Importa” completo no canal do Youtube.

Capitão Eu e os Piratas Vingativos

“Com o compromisso único e exclusivo de espalhar a boa música, com letras que saem do senso comum e harmonia contagiante. Se a pedida é esquecer os problemas e curtir um bom Rock n’Roll, não pense duas vezes, entre para a tripulação”. A auto-descrição da banda é o suficiente para entender o som da Capitão Eu e os Piratas Vingativos. O grupo surgiu em 2011 e possui dois EPs, ambos lançados em 2012. Após pausa, em 2014 gravaram o EP “Farofa” em parceria com a banda It Girl e, no mês passado, divulgaram a demo de uma nova música, “Aurora”. Escute o rock da Capitão Eu e os Piratas Vingativos no canal do Youtube.

Nafandus

A Nafandus é uma das novatas na cena do metal cearense. Apesar de existir desde 2012, a banda inicialmente fazia covers e, por isso, possui apenas um trabalho de estúdio. O EP de “estreia”, lançado neste ano, leva o nome da banda e traz seis composições autorais, todas cantadas em inglês. O quinteto é encabeçado pelo vocal feminino de Claudine Albuquerque, que de delicado não tem nada. A voz potente harmoniza com a sonoridade pesada, repleta de riffs de guitarra marcantes e alguns guturais. Confira o som pesado da Nafandus no EP completo.

Dufront MC’s

O Dufront MC’s foi uma das revelações do IV Festival Cuca Independente. A dupla de rappers do bairro Jangurussu estreou com o single “Não Me Livro do Livro”, no qual idealizam a literatura como mecanismo de resgate. Assim como a maioria dos trabalhos na vertente do hip-hop, o Dufront MC’s tem como pauta principal questões sociais que envolvem a população das periferias. Além do rap tradicional, a dupla traz algumas surpresas, como na segunda metade da música “Disparos da Fala”, em que trazem poesia narrada ao invés de cantada. Escute o som do Dufront MC’s.

Legado das Nuvens

Uma banda literalmente novíssima, a Legado das Nuvens foi criada em abril deste ano. Os integrantes se conheceram no SoundCloud, plataforma online de publicação de áudios, e foram unidos pela ambição de deixar um legado através da música – daí o nome da banda. No primeiro EP, “Retrato Paralelo”, os meninos trazem um rock alternativo com músicas que beiram o melancólico. Na auto-descrição da banda, afirmam buscar retratar em seu trabalho as “dúvidas, reflexões diárias, angústias, sentimentos” inerentes ao ser humano. E isso fazem muito bem. Tire a prova no EP de estreia da Legado das Nuvens.

Old Books Room

Com duas produções de estúdio e composições em inglês, a Old Books Room é uma banda de rock alternativo com influências do indie, grunge e “pop punk”. Entre os dois trabalhos, o primeiro de 2014 e o segundo deste ano, o grupo passou por uma mudança de sonoridade. Em “Songs About Days”, o disco de estreia, os sons pesados e sujos da guitarra são protagonistas. Já no EP “The Last Angry Boys In Town”, a sonoridade é mais leve e as músicas mais dançantes, característica semelhante a muitas das bandas de indie rock da atualidade. No BandCamp, é possível ouvir as músicas e adquirir os CDs da Old Books Room, por U$ 8 cada.

Lowell

Gosta de R.E.M e The Smiths? Então a Lowell é o som que você está procurando. O power trio formado por Onni Matos (voz e contrabaixo), Carlinhos Perdigão (bateria) e Sérgio Costa (guitarra) possui apenas um EP, intitulado “Everest?”. O nome da banda entrega que seus integrantes são apaixonados pela estrada – Lowell é a cidade natal de Jack Kerouac -, e a paixão aparece também nas letras, cantadas em inglês. Além disso, o grupo possui uma sonoridade tranquila, ideal para ouvir durante viagens.  Ouça as faixas de “Everest?”, o primeiro EP da Lowell.

Luiza e a Casa dos 30

A banda Luiza e a Casa dos 30 surgiu como apoio para um show cênico da cantora Luiza Nobel, em 2012. Durante o processo de criação, porém, os quatro músicos se estabeleceram como banda. Quem saiu vencedor dessa história foram os ouvintes, que ganharam um ótimo grupo de MPB/rock-brega na cidade. O quarteto ainda não tem nenhum trabalho de estúdio, mas já faz shows com algumas composições autorais, que podem ser ouvidas também nas redes sociais do grupo, porém apenas em versões ao-vivo. Escute o trabalho da Luiza e a Casa dos 30.

Victor Mota

De timbre bonito e voz macia, o cantor e compositor cearense Victor Mota vem construindo aos poucos a sua história na música brasileira. Após ter aulas nos EUA, fazer sucesso na noite de Fortaleza e lançar música com Marcos Lessa (semifinalista do The Voice 2013), agora o cearense mora em São Paulo e já mira o lançamento do seu primeiro álbum (Antes do Sol Chegar), previsto para 2016. Sua música de trabalho é “Dias Melhores” e tanto sua Lyric quanto o Making of já estão disponíveis em seu canal no YouTube.

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
1/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Projeto Rivera (FOTO: Igor Barbosa)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
2/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Coletivo Maloqueria (FOTO: Reprodução/Facebook)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
3/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Filipe Flakes e o Subverso Coletivo (FOTO: Reprodução/Facebook)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
4/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Capitão Eu e os Piratas Vingativos (FOTO: Davidson Rodriguez)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
5/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Nafandus (FOTO: Divulgação)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
6/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Dufront MC’s (FOTO: Reprodução/Facebook)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
7/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Legado das Nuvens (FOTO: Tiago Guedes)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
8/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Old Books Room (FOTO: Mika Holanda)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
9/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Lowell (FOTO: Reprodução/Facebook)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
10/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Luiza e a Casa dos 30 (FOTO: Gabi Trindade)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
11/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Victor Mota (FOTO: Divulgação)

Publicidade

Dê sua opinião

Novíssima música cearense – parte II: conheça mais artistas autorais do Ceará

O Tribuna do Ceará separou mais 11 artistas independentes do estado para incluir na playlist. Descubra e se surpreenda com a música ‘Made in Ceará’

Por Ana Beatriz Leite em Música

19 de dezembro de 2015 às 06:00

Há 4 anos

O ano de 2015 foi um bom ano para a música autoral. Em lista do Tribuna do Ceará, você conheceu algumas das bandas e artistas que fazem a novíssima música cearense. Mas sabemos que uma só publicação não é o suficiente para contemplar toda a produção do estado.

Por isso, separamos mais 11 bandas/artistas para você colocar na sua playlist. Conheça mais da novíssima música cearense e prestigie o talento dos nossos artistas.


Projeto Rivera

O Projeto Rivera lançou em fevereiro o disco de estreia “Eu Vim Te Trazer o Sol” e desde então a banda tem conquistado admiradores pelo carisma e, claro, música boa. O quinteto carrega um estilo único, desde a sonoridade, um pop meio rock meio folk, à criatividade da identidade visual. As músicas do CD recebem um lyric video, no qual letra a letra é colocada pelas mãos dos integrantes até formar a composição. As apresentações ao-vivo são um tópico a parte e a alegria das canções contagia qualquer um. Escute “Eu Vim Te Trazer o Sol”, o álbum de estreia do Rivera.

Coletivo Maloqueria

Poderíamos fazer uma lista apenas com os artistas do Maloqueria. O coletivo, que completou um ano em outubro, reúne diversos MC’s, que possuem suas produções individuais, e tem grande contribuição na movimentação que assistimos hoje no cenário do hip-hop de Fortaleza. André GDS, Carolina Rebouças, e Roni Flow são os nomes à frente do grupo, que traz ainda diversos outros artistas. Mais do que apenas fazer música, o Maloqueria tem como objetivo disseminar a cultura do hip-hop e, por isso, está sempre participando de projetos e eventos culturais. Escute as músicas do Coletivo no canal do Youtube.

Filipe Flakes e o Subverso Coletivo

Filipe Flakes é veterano da música autoral na capital cearense. De 2014 para 2015, porém, o trabalho solo do músico deu lugar à banda Filipe Flakes e o Subverso Coletivo, que já possui um disco lançado. O grupo traz mistura de influências em uma MPB moderna, com vibe litorânea e traços de rock, reggae e surf music. Quanto ao teor das composições, o nome do CD de estreia é sugestivo: as músicas falam d”O que Importa” na vida, como o amor ao próximo, amizade e esperança. É possível ouvir ao álbum “O que Importa” completo no canal do Youtube.

Capitão Eu e os Piratas Vingativos

“Com o compromisso único e exclusivo de espalhar a boa música, com letras que saem do senso comum e harmonia contagiante. Se a pedida é esquecer os problemas e curtir um bom Rock n’Roll, não pense duas vezes, entre para a tripulação”. A auto-descrição da banda é o suficiente para entender o som da Capitão Eu e os Piratas Vingativos. O grupo surgiu em 2011 e possui dois EPs, ambos lançados em 2012. Após pausa, em 2014 gravaram o EP “Farofa” em parceria com a banda It Girl e, no mês passado, divulgaram a demo de uma nova música, “Aurora”. Escute o rock da Capitão Eu e os Piratas Vingativos no canal do Youtube.

Nafandus

A Nafandus é uma das novatas na cena do metal cearense. Apesar de existir desde 2012, a banda inicialmente fazia covers e, por isso, possui apenas um trabalho de estúdio. O EP de “estreia”, lançado neste ano, leva o nome da banda e traz seis composições autorais, todas cantadas em inglês. O quinteto é encabeçado pelo vocal feminino de Claudine Albuquerque, que de delicado não tem nada. A voz potente harmoniza com a sonoridade pesada, repleta de riffs de guitarra marcantes e alguns guturais. Confira o som pesado da Nafandus no EP completo.

Dufront MC’s

O Dufront MC’s foi uma das revelações do IV Festival Cuca Independente. A dupla de rappers do bairro Jangurussu estreou com o single “Não Me Livro do Livro”, no qual idealizam a literatura como mecanismo de resgate. Assim como a maioria dos trabalhos na vertente do hip-hop, o Dufront MC’s tem como pauta principal questões sociais que envolvem a população das periferias. Além do rap tradicional, a dupla traz algumas surpresas, como na segunda metade da música “Disparos da Fala”, em que trazem poesia narrada ao invés de cantada. Escute o som do Dufront MC’s.

Legado das Nuvens

Uma banda literalmente novíssima, a Legado das Nuvens foi criada em abril deste ano. Os integrantes se conheceram no SoundCloud, plataforma online de publicação de áudios, e foram unidos pela ambição de deixar um legado através da música – daí o nome da banda. No primeiro EP, “Retrato Paralelo”, os meninos trazem um rock alternativo com músicas que beiram o melancólico. Na auto-descrição da banda, afirmam buscar retratar em seu trabalho as “dúvidas, reflexões diárias, angústias, sentimentos” inerentes ao ser humano. E isso fazem muito bem. Tire a prova no EP de estreia da Legado das Nuvens.

Old Books Room

Com duas produções de estúdio e composições em inglês, a Old Books Room é uma banda de rock alternativo com influências do indie, grunge e “pop punk”. Entre os dois trabalhos, o primeiro de 2014 e o segundo deste ano, o grupo passou por uma mudança de sonoridade. Em “Songs About Days”, o disco de estreia, os sons pesados e sujos da guitarra são protagonistas. Já no EP “The Last Angry Boys In Town”, a sonoridade é mais leve e as músicas mais dançantes, característica semelhante a muitas das bandas de indie rock da atualidade. No BandCamp, é possível ouvir as músicas e adquirir os CDs da Old Books Room, por U$ 8 cada.

Lowell

Gosta de R.E.M e The Smiths? Então a Lowell é o som que você está procurando. O power trio formado por Onni Matos (voz e contrabaixo), Carlinhos Perdigão (bateria) e Sérgio Costa (guitarra) possui apenas um EP, intitulado “Everest?”. O nome da banda entrega que seus integrantes são apaixonados pela estrada – Lowell é a cidade natal de Jack Kerouac -, e a paixão aparece também nas letras, cantadas em inglês. Além disso, o grupo possui uma sonoridade tranquila, ideal para ouvir durante viagens.  Ouça as faixas de “Everest?”, o primeiro EP da Lowell.

Luiza e a Casa dos 30

A banda Luiza e a Casa dos 30 surgiu como apoio para um show cênico da cantora Luiza Nobel, em 2012. Durante o processo de criação, porém, os quatro músicos se estabeleceram como banda. Quem saiu vencedor dessa história foram os ouvintes, que ganharam um ótimo grupo de MPB/rock-brega na cidade. O quarteto ainda não tem nenhum trabalho de estúdio, mas já faz shows com algumas composições autorais, que podem ser ouvidas também nas redes sociais do grupo, porém apenas em versões ao-vivo. Escute o trabalho da Luiza e a Casa dos 30.

Victor Mota

De timbre bonito e voz macia, o cantor e compositor cearense Victor Mota vem construindo aos poucos a sua história na música brasileira. Após ter aulas nos EUA, fazer sucesso na noite de Fortaleza e lançar música com Marcos Lessa (semifinalista do The Voice 2013), agora o cearense mora em São Paulo e já mira o lançamento do seu primeiro álbum (Antes do Sol Chegar), previsto para 2016. Sua música de trabalho é “Dias Melhores” e tanto sua Lyric quanto o Making of já estão disponíveis em seu canal no YouTube.

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
1/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Projeto Rivera (FOTO: Igor Barbosa)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
2/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Coletivo Maloqueria (FOTO: Reprodução/Facebook)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
3/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Filipe Flakes e o Subverso Coletivo (FOTO: Reprodução/Facebook)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
4/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Capitão Eu e os Piratas Vingativos (FOTO: Davidson Rodriguez)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
5/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Nafandus (FOTO: Divulgação)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
6/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Dufront MC’s (FOTO: Reprodução/Facebook)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
7/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Legado das Nuvens (FOTO: Tiago Guedes)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
8/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Old Books Room (FOTO: Mika Holanda)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
9/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Lowell (FOTO: Reprodução/Facebook)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
10/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Luiza e a Casa dos 30 (FOTO: Gabi Trindade)

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE
11/11

NOVÍSSIMA MÚSICA CEARENSE

Victor Mota (FOTO: Divulgação)