Elba Ramalho visita Jangadeiro protesta contra legalização do aborto


Elba Ramalho visita Jangadeiro e protesta contra legalização do aborto

A cantora participou da gravação do programa “Ideia Jangadeiro”

Por helton em Sem categoria

9 de novembro de 2012 às 10:44

Há 7 anos

Elba Ramalho esteve no Sistema Jangadeiro na manhã desta sexta-feira (9) para participar da gravação do programa “Ideia Jangadeiro”. A cantora está em Fortaleza a fim de prestigiar A Marcha Pela Vida Contra o Aborto, que será realizada na Beira Mar, no próximo domingo (11).

“Sou radicalmente contra qualquer atentado à vida. É preciso cuidar da saúde da mulher, conscientizando a mãe de que a vida do filho depende do seu consentimento, mas ela não é responsável pela vida dele”, explica a cantora.

(Foto: Liana Sampaio)

Segundo Elba Ralho, o objetivo da passeata é chamar a atenção da sociedade para a proposta de legalização da prática do abordo que se encontra em discussão no Congresso Nacional. “Se você legalizar o aborto, ele deixa de ser crime, e as grandes vítimas serão os inocentes”, finaliza.

A marcha

A concentração começa às 16h, no Aterro da Praia de Iracema, e a caminhada seguirá até a Praça dos Estressados. A finalidade dos organizadores é conseguir apoio da população contra mudanças na legislação do aborto, que está sendo debatida dentro da reforma do Código Penal Brasileiro, em tramitação no Senado.

Publicidade

Dê sua opinião

Elba Ramalho visita Jangadeiro e protesta contra legalização do aborto

A cantora participou da gravação do programa “Ideia Jangadeiro”

Por helton em Sem categoria

9 de novembro de 2012 às 10:44

Há 7 anos

Elba Ramalho esteve no Sistema Jangadeiro na manhã desta sexta-feira (9) para participar da gravação do programa “Ideia Jangadeiro”. A cantora está em Fortaleza a fim de prestigiar A Marcha Pela Vida Contra o Aborto, que será realizada na Beira Mar, no próximo domingo (11).

“Sou radicalmente contra qualquer atentado à vida. É preciso cuidar da saúde da mulher, conscientizando a mãe de que a vida do filho depende do seu consentimento, mas ela não é responsável pela vida dele”, explica a cantora.

(Foto: Liana Sampaio)

Segundo Elba Ralho, o objetivo da passeata é chamar a atenção da sociedade para a proposta de legalização da prática do abordo que se encontra em discussão no Congresso Nacional. “Se você legalizar o aborto, ele deixa de ser crime, e as grandes vítimas serão os inocentes”, finaliza.

A marcha

A concentração começa às 16h, no Aterro da Praia de Iracema, e a caminhada seguirá até a Praça dos Estressados. A finalidade dos organizadores é conseguir apoio da população contra mudanças na legislação do aborto, que está sendo debatida dentro da reforma do Código Penal Brasileiro, em tramitação no Senado.