Maior conjunto de arte rupestre do Ceará ganha estrutura de visitação turística

NO SERTÃO

Maior conjunto de arte rupestre do Ceará ganha estrutura de visitação turística

A visitação é gratuita e aberta ao público, mas poderá ser feita apenas com o acompanhamento de um guia especializado

Por Tribuna do Ceará em Turismo

2 de dezembro de 2019 às 06:09

Há 1 semana
sitio-bilheira1-bloco2-passarela

Sítios Bilheira I e Bilheira II receberam investimentos de R$ 70 mil do governo federal (FOTO: Divulgação)

Integrantes do maior conjunto de arte rupestre do Ceará, os sítios arqueológicos Bilheira I e Bilheira II, em Sobral, estão abertos à visitação turística. Os locais receberam investimentos de R$ 70 mil do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e serão entregues à população com estrutura de passarelas, abrigos e placas informativas.

A nova estrutura de visitação implantada nos sítios de arte rupestre consiste em uma trilha de 1,5 quilômetro dotada de abrigos e placas de sinalização com informações sobre os painéis de pinturas rupestres. A visitação é gratuita e aberta ao público, mas poderá ser feita apenas com o acompanhamento de um guia especializado.

Com o novo equipamento de visitação, os sítios serão integrados ao circuito das trilhas do Refúgio da Vida Silvestre (Revis) da Pedra da Andorinha, localizado a sete quilômetros do Complexo Bilheira. A área abriga um dos principais cartões-postais da região, a Pedra das Andorinhas, que também possui sítios de arte rupestre em seu perímetro.

Complexo Bilheira

O Bilheira I e o Bilheira II fazem parte do complexo Bilheira, que comporta 12 sítios arqueológicos com painéis que se distribuem na paisagem ao longo do riacho Bilheira. Os sítios têm como característica pinturas na cor vermelha, elaboradas, preferencialmente, com a ponta dos dedos.

Os locais integram o maior conjunto de arte rupestre já registrado no estado do Ceará, designado Enclave Arqueológico da Zona Leste de Sobral, representado por 32 sítios, distribuídos em três complexos: o Bilheira (12 sítios), o Pedra do Sino (7 sítios) e o Olinda (6 sítios).

Sítios Arqueológicos no Ceará

A arte rupestre da área leste do município de Sobral é encontrada, particularmente, nos distritos de Bilheira e Taperuaba. A região possui um expressivo conjunto de formações rochosas graníticas, representado por paredões não abrigados, grutas e cavernas. Esses suportes foram utilizados como telas sobre as quais foram representados o maior conjunto de arte rupestre do território cearense conhecido até o momento.

Uma das principais características da arte rupestre da zona leste de Sobral é a diversidade de temáticas representadas e de técnicas utilizadas para a sua elaboração.

Existem painéis pintados, painéis gravados e alguns em que ambas as técnicas foram utilizadas. O conjunto abrange dois ambientes diferenciados: a Depressão Sertaneja e a Serra.

Serviço

Visitação aos sítios rupestres Bilheira I e Bilheira II
Data: Terça a domingo, das 8h às 15h
Local: Fazenda Bilheira, no km 37 da CE-362 – Sobral/CE
Mais informações: (88) 3613-1674/ 3611-2016

Publicidade

Dê sua opinião

NO SERTÃO

Maior conjunto de arte rupestre do Ceará ganha estrutura de visitação turística

A visitação é gratuita e aberta ao público, mas poderá ser feita apenas com o acompanhamento de um guia especializado

Por Tribuna do Ceará em Turismo

2 de dezembro de 2019 às 06:09

Há 1 semana
sitio-bilheira1-bloco2-passarela

Sítios Bilheira I e Bilheira II receberam investimentos de R$ 70 mil do governo federal (FOTO: Divulgação)

Integrantes do maior conjunto de arte rupestre do Ceará, os sítios arqueológicos Bilheira I e Bilheira II, em Sobral, estão abertos à visitação turística. Os locais receberam investimentos de R$ 70 mil do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e serão entregues à população com estrutura de passarelas, abrigos e placas informativas.

A nova estrutura de visitação implantada nos sítios de arte rupestre consiste em uma trilha de 1,5 quilômetro dotada de abrigos e placas de sinalização com informações sobre os painéis de pinturas rupestres. A visitação é gratuita e aberta ao público, mas poderá ser feita apenas com o acompanhamento de um guia especializado.

Com o novo equipamento de visitação, os sítios serão integrados ao circuito das trilhas do Refúgio da Vida Silvestre (Revis) da Pedra da Andorinha, localizado a sete quilômetros do Complexo Bilheira. A área abriga um dos principais cartões-postais da região, a Pedra das Andorinhas, que também possui sítios de arte rupestre em seu perímetro.

Complexo Bilheira

O Bilheira I e o Bilheira II fazem parte do complexo Bilheira, que comporta 12 sítios arqueológicos com painéis que se distribuem na paisagem ao longo do riacho Bilheira. Os sítios têm como característica pinturas na cor vermelha, elaboradas, preferencialmente, com a ponta dos dedos.

Os locais integram o maior conjunto de arte rupestre já registrado no estado do Ceará, designado Enclave Arqueológico da Zona Leste de Sobral, representado por 32 sítios, distribuídos em três complexos: o Bilheira (12 sítios), o Pedra do Sino (7 sítios) e o Olinda (6 sítios).

Sítios Arqueológicos no Ceará

A arte rupestre da área leste do município de Sobral é encontrada, particularmente, nos distritos de Bilheira e Taperuaba. A região possui um expressivo conjunto de formações rochosas graníticas, representado por paredões não abrigados, grutas e cavernas. Esses suportes foram utilizados como telas sobre as quais foram representados o maior conjunto de arte rupestre do território cearense conhecido até o momento.

Uma das principais características da arte rupestre da zona leste de Sobral é a diversidade de temáticas representadas e de técnicas utilizadas para a sua elaboração.

Existem painéis pintados, painéis gravados e alguns em que ambas as técnicas foram utilizadas. O conjunto abrange dois ambientes diferenciados: a Depressão Sertaneja e a Serra.

Serviço

Visitação aos sítios rupestres Bilheira I e Bilheira II
Data: Terça a domingo, das 8h às 15h
Local: Fazenda Bilheira, no km 37 da CE-362 – Sobral/CE
Mais informações: (88) 3613-1674/ 3611-2016