Professores dão dicas de estratégias para fazer uma boa prova no Enem 2017

RETA FINAL

Professores dão dicas de estratégias para fazer uma boa prova no Enem 2017

As provas vão ser aplicadas nos dois primeiros domingos de novembro. Nesta reta final, é importante revisar conteúdos e temas em evidência

Por Daniel Rocha em Enem

2 de novembro de 2017 às 07:00

Há 3 anos

Neste ano, o Enem vai ser aplicado nos primeiros dois domingos do mês de Novembro (FOTO: Arquivo/Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A poucos dias da realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), os estudantes que estão inscritos na prova estão na reta final nos estudos. As dicas de como fazer uma boa prova são essenciais nestes últimos dias de preparação. O Tribuna do Ceará conversou com os professores Marcelo Pena e Well Morais sobre as melhores estratégias para a prova do Enem 2017.

Para os professores, os estudantes devem buscar fazer revisões sobre os temas mais recorrentes no Enem e ler sobre assuntos que tiveram em evidência no Brasil, como violência entre os jovens e crise hídrica.

“É ideal que os alunos se dediquem mais nos assuntos recorrentes e deem mais atenção às aulas de revisão”, orienta o diretor de ensino do Colégio Farias Brito, Marcelo Pena.

Além disso, nas provas que envolvem cálculos, ele recomenda que os participantes deixem as questões com maior grau de dificuldade para serem resolvidas por último. De acordo com Marcelo, é uma medida para administrar melhor o tempo durante a prova. “Ao ler a questão e perceber que é trabalhosa, deixa para o final”, orienta.

Como este ano as provas de matemáticas e de ciências da natureza irão ser aplicadas no mesmo dia, Marcelo acredita que a prova se tornará mais extensa para os estudantes. “Ficou mais extensa do que a passada. Eles (os estudantes) estavam acostumados com outra sequência de provas e, durante o simulado, perceberam um grau de dificuldade”, afirma.

Entretanto, o professor de redação, Well Morais, enxerga que a troca das provas será positivo por separar as questões de cálculos das de interpretação. “O aluno não vai precisar se preocupar com cálculos, pois as provas terão a mesma sistemática”, aponta com um benefício da mudança no primeiro dia.

Escrever bem

Sobre dicas para a redação, o professor orienta que os alunos leiam assuntos que estiveram em evidência no Brasil neste ano. Ele cita a crise hídrica, o aproveitamento do lixo, a constituição de um novo tipo de família e a violência entre os jovens como temas em potencial. Além disso, orienta que os participantes leiam atentamente a proposta de redação.

“No dia da prova, o aluno tem que ler atentamente os textos motivadores, interpretar a temática e a proposta. Não deixar de fazer rascunho”, sugere. Well Morais também afirma que o ideal é que o estudante deixe para passar a limpo a redação no fim da prova, com um tempo mínimo de 30 minutos.

Segundo ele, as questões de ciências humanas e de linguagens e códigos podem oferecer informações essenciais para a redação.

“O estudante pode encontrar informações interessante que podem servir para a redação. A releitura do texto pode ajudá-lo a encontrar erros graves, pois escrever rápido, sem analisar o que está sendo escrito, contribui para a ocorrência de erros graves”, alerta o professor.

O Enem 2017 vai acontecer em dois domingos consecutivos: 5 e 12 de novembro. As provas de Ciências Humanas, de Linguagens e Redação serão aplicados neste domingo, 5, enquanto as de Ciências da Natureza e de Matemática, no dia 12.

 

Publicidade

Dê sua opinião

RETA FINAL

Professores dão dicas de estratégias para fazer uma boa prova no Enem 2017

As provas vão ser aplicadas nos dois primeiros domingos de novembro. Nesta reta final, é importante revisar conteúdos e temas em evidência

Por Daniel Rocha em Enem

2 de novembro de 2017 às 07:00

Há 3 anos

Neste ano, o Enem vai ser aplicado nos primeiros dois domingos do mês de Novembro (FOTO: Arquivo/Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A poucos dias da realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), os estudantes que estão inscritos na prova estão na reta final nos estudos. As dicas de como fazer uma boa prova são essenciais nestes últimos dias de preparação. O Tribuna do Ceará conversou com os professores Marcelo Pena e Well Morais sobre as melhores estratégias para a prova do Enem 2017.

Para os professores, os estudantes devem buscar fazer revisões sobre os temas mais recorrentes no Enem e ler sobre assuntos que tiveram em evidência no Brasil, como violência entre os jovens e crise hídrica.

“É ideal que os alunos se dediquem mais nos assuntos recorrentes e deem mais atenção às aulas de revisão”, orienta o diretor de ensino do Colégio Farias Brito, Marcelo Pena.

Além disso, nas provas que envolvem cálculos, ele recomenda que os participantes deixem as questões com maior grau de dificuldade para serem resolvidas por último. De acordo com Marcelo, é uma medida para administrar melhor o tempo durante a prova. “Ao ler a questão e perceber que é trabalhosa, deixa para o final”, orienta.

Como este ano as provas de matemáticas e de ciências da natureza irão ser aplicadas no mesmo dia, Marcelo acredita que a prova se tornará mais extensa para os estudantes. “Ficou mais extensa do que a passada. Eles (os estudantes) estavam acostumados com outra sequência de provas e, durante o simulado, perceberam um grau de dificuldade”, afirma.

Entretanto, o professor de redação, Well Morais, enxerga que a troca das provas será positivo por separar as questões de cálculos das de interpretação. “O aluno não vai precisar se preocupar com cálculos, pois as provas terão a mesma sistemática”, aponta com um benefício da mudança no primeiro dia.

Escrever bem

Sobre dicas para a redação, o professor orienta que os alunos leiam assuntos que estiveram em evidência no Brasil neste ano. Ele cita a crise hídrica, o aproveitamento do lixo, a constituição de um novo tipo de família e a violência entre os jovens como temas em potencial. Além disso, orienta que os participantes leiam atentamente a proposta de redação.

“No dia da prova, o aluno tem que ler atentamente os textos motivadores, interpretar a temática e a proposta. Não deixar de fazer rascunho”, sugere. Well Morais também afirma que o ideal é que o estudante deixe para passar a limpo a redação no fim da prova, com um tempo mínimo de 30 minutos.

Segundo ele, as questões de ciências humanas e de linguagens e códigos podem oferecer informações essenciais para a redação.

“O estudante pode encontrar informações interessante que podem servir para a redação. A releitura do texto pode ajudá-lo a encontrar erros graves, pois escrever rápido, sem analisar o que está sendo escrito, contribui para a ocorrência de erros graves”, alerta o professor.

O Enem 2017 vai acontecer em dois domingos consecutivos: 5 e 12 de novembro. As provas de Ciências Humanas, de Linguagens e Redação serão aplicados neste domingo, 5, enquanto as de Ciências da Natureza e de Matemática, no dia 12.