Inscrições para Enem começarão em maio e exame terá novidades

AVALIAÇÃO

Inscrições para Enem começam em maio e exame terá novidades

Taxa cobrada por cada interessado em fazer o Enem é de R$ 68

Por Lyvia Rocha em Vestibular

19 de abril de 2016 às 06:00

Há 4 anos
O exame acontece em novembro (FOTO: Divulgação)

O exame acontece em novembro (FOTO: Divulgação)

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) acontecem nos dias 5 e 6 de novembro, conforme anunciado pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, na última semana.

Os candidatos podem realizar a inscrição a partir das 10h do dia 9 de maio até às 23h50 do dia 20 do mesmo mês. A expectativa é de que 8 milhões de estudantes prestem o exame, em 1.716 municípios. “Estamos usando o que tem de mais avançado em tecnologia para preparar o Enem”, afirmou o ministro.

A prova do dia 5 de novembro vai tratar dos temas relacionados a Ciências Humanas e da Natureza. Serão quatro horas e 30 minutos para responder ao questionário. No dia 6, será a vez de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Matemática, com cinco horas e 30 minutos para concluir a prova. Os portões dos locais de prova serão abertos às 12h e o fechamento será às 13h, seguindo o horário de Brasília, em todo o Brasil.

Os inscritos pagarão R$ 68 para realizar o Enem. Haverá a possibilidade de isenção para estudantes do Ensino Médio em escolas públicas e estudantes carentes, mas não será concedida isenção da taxa a estudantes que receberam o benefício em 2015 e não compareceram ao exame, exceto casos devidamente justificados.

Novidades

Entre as novidades para este ano está o aplicativo Hora do Enem, que reúne conteúdos, simulados, exercícios, plano de estudos personalizado, videoaulas e notícias atualizadas sobre a prova. Todos os alunos do ensino médio, das redes pública e particular, terão acesso à plataforma de estudos para o Enem, por meio de tablets, smartphones e computadores.

Também haverá, pela primeira vez na história do exame, o reconhecimento individual por impressões digitais. A coleta da biometria acontecerá no primeiro ou segundo dia de provas, impossibilitando que uma pessoa faça o exame no lugar de outra. As impressões digitais serão impressas na ficha de identificação do participante por meio de um selo gráfico, autoadesivo.

Publicidade

Dê sua opinião

AVALIAÇÃO

Inscrições para Enem começam em maio e exame terá novidades

Taxa cobrada por cada interessado em fazer o Enem é de R$ 68

Por Lyvia Rocha em Vestibular

19 de abril de 2016 às 06:00

Há 4 anos
O exame acontece em novembro (FOTO: Divulgação)

O exame acontece em novembro (FOTO: Divulgação)

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) acontecem nos dias 5 e 6 de novembro, conforme anunciado pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, na última semana.

Os candidatos podem realizar a inscrição a partir das 10h do dia 9 de maio até às 23h50 do dia 20 do mesmo mês. A expectativa é de que 8 milhões de estudantes prestem o exame, em 1.716 municípios. “Estamos usando o que tem de mais avançado em tecnologia para preparar o Enem”, afirmou o ministro.

A prova do dia 5 de novembro vai tratar dos temas relacionados a Ciências Humanas e da Natureza. Serão quatro horas e 30 minutos para responder ao questionário. No dia 6, será a vez de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Matemática, com cinco horas e 30 minutos para concluir a prova. Os portões dos locais de prova serão abertos às 12h e o fechamento será às 13h, seguindo o horário de Brasília, em todo o Brasil.

Os inscritos pagarão R$ 68 para realizar o Enem. Haverá a possibilidade de isenção para estudantes do Ensino Médio em escolas públicas e estudantes carentes, mas não será concedida isenção da taxa a estudantes que receberam o benefício em 2015 e não compareceram ao exame, exceto casos devidamente justificados.

Novidades

Entre as novidades para este ano está o aplicativo Hora do Enem, que reúne conteúdos, simulados, exercícios, plano de estudos personalizado, videoaulas e notícias atualizadas sobre a prova. Todos os alunos do ensino médio, das redes pública e particular, terão acesso à plataforma de estudos para o Enem, por meio de tablets, smartphones e computadores.

Também haverá, pela primeira vez na história do exame, o reconhecimento individual por impressões digitais. A coleta da biometria acontecerá no primeiro ou segundo dia de provas, impossibilitando que uma pessoa faça o exame no lugar de outra. As impressões digitais serão impressas na ficha de identificação do participante por meio de um selo gráfico, autoadesivo.