Morre o Mestre Sá, pioneiro do Jiu-Jitsu no Ceará - Esportes


Morre o Mestre Sá, pioneiro do Jiu-Jitsu no Ceará

Mestre vinha lutando contra a melanona e, durante a madrugada, sofreu uma parada cardíaca

Por Thiago Sampaio em Outros Esportes

10 de setembro de 2013 às 12:30

Há 6 anos
Mestre Sá (ao centro), acompanhado dos filhos Sazinho e Róbson Sá

Mestre Sá (ao centro), acompanhado dos filhos Sazinho e Róbson Sá – Foto: Arquivo Pessoal/Sazinho Sá

Morreu na manhã desta terça-feira (10), aos 77 anos, o Mestre Francisco Sá, um dos pioneiros do do Jiu-Jitsu no Ceará. Há meses, o Faixa Vermelha (9ª grau) vinha lutando contra a melanona e, durante a madrugada, sofreu uma parada cardíaca.

O corpo será velado no Plano de Assistência Funerária Paz Dourada (Av. Francisco Sá, 4180, Carlota pamplona), a partir das 15 horas.

A notícia foi divulgada pelo seu filho, o “Sazinho”, através do seu Facebook:

“Venho comunicar com muita tristeza do falecimento do Meu PAI, PROFESSOR, MESTRE e exemplo em tudo que fez. O Prof. SÁ partiu hoje às 3:00 horas. Deixando um legado de lutas intermináveis pela moral e honra dentro das artes marciais e em especial o nosso Jiu Jitsu! Papai, obrigado por tudo, me desculpe por todo o trabalho que dei ao senhor! Saiba que eu e meus irmãos honraremos seu nome e sua História até o ultimo dia de nossas vidas! Não digo um adeus, mas um até breve! Fica com Deus papai e saiba que te amo muito e me espelhei no senhor a vida toda! Saudade e dor indiscritíveis!”.

Influência no esporte

Natural de Senador Pompeu, Mestre Sá teve o primeiro contato com o Jiu-Jitsu quando os Gracie se mudaram para o estado do Ceará na década de 1940. No final da sua adolescencia, se mudou para Recife para seguir uma carreira na Força Aérea. Lá, conheceu o Mestre Takeo Iano, com quem obteve o grau de instrutor em seis anos.

Depois de anos treinando no Recife, o Mestre Sá decidiu regressar ao seu estado natal para estar mais perto de sua família. Nos anos 60, abriu a sua primeira academia, chamada “Central Ringue Clube”, mais tarde renomeada de “Academia Professor Sá”, considerada uma referência no Ceará.

Hoje, o velho Mestre deixou o seu legado. Seus filhos, Gibson Sá (Faixa-Preta, Campeão Mundial da família, com várias lutas no Shotoo e no MMA, atualmente morando nos Estados Unidos), Róbson Sá (Faixa-Roxa, trabalha ativamente na organização de eventos da Federação) e Francisco “Sazinho” Sá (Faixa-Preta, Presidente da FJJO-CE) são encarregadas de passar para outras gerações os seus conhecimentos.

Publicidade

Dê sua opinião

Morre o Mestre Sá, pioneiro do Jiu-Jitsu no Ceará

Mestre vinha lutando contra a melanona e, durante a madrugada, sofreu uma parada cardíaca

Por Thiago Sampaio em Outros Esportes

10 de setembro de 2013 às 12:30

Há 6 anos
Mestre Sá (ao centro), acompanhado dos filhos Sazinho e Róbson Sá

Mestre Sá (ao centro), acompanhado dos filhos Sazinho e Róbson Sá – Foto: Arquivo Pessoal/Sazinho Sá

Morreu na manhã desta terça-feira (10), aos 77 anos, o Mestre Francisco Sá, um dos pioneiros do do Jiu-Jitsu no Ceará. Há meses, o Faixa Vermelha (9ª grau) vinha lutando contra a melanona e, durante a madrugada, sofreu uma parada cardíaca.

O corpo será velado no Plano de Assistência Funerária Paz Dourada (Av. Francisco Sá, 4180, Carlota pamplona), a partir das 15 horas.

A notícia foi divulgada pelo seu filho, o “Sazinho”, através do seu Facebook:

“Venho comunicar com muita tristeza do falecimento do Meu PAI, PROFESSOR, MESTRE e exemplo em tudo que fez. O Prof. SÁ partiu hoje às 3:00 horas. Deixando um legado de lutas intermináveis pela moral e honra dentro das artes marciais e em especial o nosso Jiu Jitsu! Papai, obrigado por tudo, me desculpe por todo o trabalho que dei ao senhor! Saiba que eu e meus irmãos honraremos seu nome e sua História até o ultimo dia de nossas vidas! Não digo um adeus, mas um até breve! Fica com Deus papai e saiba que te amo muito e me espelhei no senhor a vida toda! Saudade e dor indiscritíveis!”.

Influência no esporte

Natural de Senador Pompeu, Mestre Sá teve o primeiro contato com o Jiu-Jitsu quando os Gracie se mudaram para o estado do Ceará na década de 1940. No final da sua adolescencia, se mudou para Recife para seguir uma carreira na Força Aérea. Lá, conheceu o Mestre Takeo Iano, com quem obteve o grau de instrutor em seis anos.

Depois de anos treinando no Recife, o Mestre Sá decidiu regressar ao seu estado natal para estar mais perto de sua família. Nos anos 60, abriu a sua primeira academia, chamada “Central Ringue Clube”, mais tarde renomeada de “Academia Professor Sá”, considerada uma referência no Ceará.

Hoje, o velho Mestre deixou o seu legado. Seus filhos, Gibson Sá (Faixa-Preta, Campeão Mundial da família, com várias lutas no Shotoo e no MMA, atualmente morando nos Estados Unidos), Róbson Sá (Faixa-Roxa, trabalha ativamente na organização de eventos da Federação) e Francisco “Sazinho” Sá (Faixa-Preta, Presidente da FJJO-CE) são encarregadas de passar para outras gerações os seus conhecimentos.