Cearense é escolhido para ser o novo técnico da seleção brasileira de futsal feminino


Cearense é escolhido para ser o novo técnico da seleção brasileira de futsal feminino

Wilson Sabóia, de 45 anos, atual comandante da equipe da Unifor, vai ter como meta a conquista do hexa mundial. A competição será em novembro, na Guatemala

Por Lucas Catrib em Perfil

18 de setembro de 2015 às 07:00

Há 4 anos
/home/tribu/public html/wp content/uploads/sites/3/2015/09/tecnico da seleção feminina futsal

Wilson coleciona títulos pela Unifor (Foto: arquivo pessoal)

O futsal brasileiro é dono de cinco títulos mundiais femininos. Quem terá a missão de ser o comandante do grupo que vai buscar o hexa é o cearense Wilson Sabóia. Na última quarta (16), o professor de educação física foi nomeado pela Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS) como o novo treinador.

Wilson Saboia já foi integrante duas vezes da seleção brasileira universitária (Foto: divulgação)

Wilson Saboia já foi integrante duas vezes da seleção brasileira universitária (Foto: divulgação)

O portal Tribuna do Ceará conversou de forma exclusiva com técnico. Aos 45 anos, o também integrante da equipe da Unifor tem no currículo o bicampeonato mundial universitário como auxiliar do selecionado do Brasil. No ano passado, também como assistente-técnico, esteve no penta da seleção principal, no campeonato disputado na Costa Rica.

Na disputa por clubes, Wilson é duas vezes vice da Liga Nacional, pentacampeão norte-nordeste universitário, além de decampeão cearense. O fortalezense, também mestre em administração esportiva, iniciou a carreira em 1990. A missão agora é preparar um grupo para o próximo Mundial, que será em novembro, na Guatemala.

“É uma mescla. De preocupação, por tentar fazer o melhor para o futsal feminino do país, além também do reconhecimento. Trabalho com o futsal feminino desde 1999”, revelou Sabóia.

Avaliações

O técnico continua no comando do elenco da Unifor, por isso estará presente no I Campeonato Brasileiro de Clubes. Os 26 estados, mais o Distrito Federação, terão representantes no certame. “Vou fazer observações durante a competição. Será disputado entre 4 e 12 de outubro”, explicou.

A comissão também está definida. A ex-atleta Tatiana Weysfield vai ser a supervisora. Márcio Coelho e Rosilene de Souza, de Santa Catarina, são os respectivos auxiliar e preparadora física. O grupo ainda com Alexandre Chizzotti, preparador de goleiros, Raphael Silva Cruz, fisioterapeuta, e Victor Martins, massoterapeuta.

Segundo da esquerda para direita, é bicampeão mundial universitário como auxiliar-técnico (Foto: divulgação)

Segundo da esquerda para direita, é bicampeão mundial universitário como auxiliar-técnico (Foto: divulgação)

Comissão Técnica Feminina

Técnico – Wilson Sabóia (Unifor – CE)
Supervisora – Tatiana Weysfield
Auxiliar Técnico – Márcio Coelho (Female – SC)
Preparador Físico – Rosilene de Souza (Female – SC)
Preparador de Goleiros – Alexandre Chizzotti (Taboão da Serra – SP)
Fisioterapeuta – Raphael Silva Cruz (Hidráulica Brasil – GO)
Massoterapeuta – Victor Martins (APCEF – DF)

Publicidade

Dê sua opinião

Cearense é escolhido para ser o novo técnico da seleção brasileira de futsal feminino

Wilson Sabóia, de 45 anos, atual comandante da equipe da Unifor, vai ter como meta a conquista do hexa mundial. A competição será em novembro, na Guatemala

Por Lucas Catrib em Perfil

18 de setembro de 2015 às 07:00

Há 4 anos
/home/tribu/public html/wp content/uploads/sites/3/2015/09/tecnico da seleção feminina futsal

Wilson coleciona títulos pela Unifor (Foto: arquivo pessoal)

O futsal brasileiro é dono de cinco títulos mundiais femininos. Quem terá a missão de ser o comandante do grupo que vai buscar o hexa é o cearense Wilson Sabóia. Na última quarta (16), o professor de educação física foi nomeado pela Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS) como o novo treinador.

Wilson Saboia já foi integrante duas vezes da seleção brasileira universitária (Foto: divulgação)

Wilson Saboia já foi integrante duas vezes da seleção brasileira universitária (Foto: divulgação)

O portal Tribuna do Ceará conversou de forma exclusiva com técnico. Aos 45 anos, o também integrante da equipe da Unifor tem no currículo o bicampeonato mundial universitário como auxiliar do selecionado do Brasil. No ano passado, também como assistente-técnico, esteve no penta da seleção principal, no campeonato disputado na Costa Rica.

Na disputa por clubes, Wilson é duas vezes vice da Liga Nacional, pentacampeão norte-nordeste universitário, além de decampeão cearense. O fortalezense, também mestre em administração esportiva, iniciou a carreira em 1990. A missão agora é preparar um grupo para o próximo Mundial, que será em novembro, na Guatemala.

“É uma mescla. De preocupação, por tentar fazer o melhor para o futsal feminino do país, além também do reconhecimento. Trabalho com o futsal feminino desde 1999”, revelou Sabóia.

Avaliações

O técnico continua no comando do elenco da Unifor, por isso estará presente no I Campeonato Brasileiro de Clubes. Os 26 estados, mais o Distrito Federação, terão representantes no certame. “Vou fazer observações durante a competição. Será disputado entre 4 e 12 de outubro”, explicou.

A comissão também está definida. A ex-atleta Tatiana Weysfield vai ser a supervisora. Márcio Coelho e Rosilene de Souza, de Santa Catarina, são os respectivos auxiliar e preparadora física. O grupo ainda com Alexandre Chizzotti, preparador de goleiros, Raphael Silva Cruz, fisioterapeuta, e Victor Martins, massoterapeuta.

Segundo da esquerda para direita, é bicampeão mundial universitário como auxiliar-técnico (Foto: divulgação)

Segundo da esquerda para direita, é bicampeão mundial universitário como auxiliar-técnico (Foto: divulgação)

Comissão Técnica Feminina

Técnico – Wilson Sabóia (Unifor – CE)
Supervisora – Tatiana Weysfield
Auxiliar Técnico – Márcio Coelho (Female – SC)
Preparador Físico – Rosilene de Souza (Female – SC)
Preparador de Goleiros – Alexandre Chizzotti (Taboão da Serra – SP)
Fisioterapeuta – Raphael Silva Cruz (Hidráulica Brasil – GO)
Massoterapeuta – Victor Martins (APCEF – DF)