Justiça do Ceará tem 100% das comarcas virtualizadas

CELERIDADE

Com 100% das comarcas virtualizadas, tramitação na Justiça deve ser 3 vezes mais rápida

Se comparado ao procedimento físico, o tempo médio de tramitação é reduzido, no mínimo, três vezes. Outra vantagem é a quebra da barreira geográfica

Por Tribuna do Ceará em Ceará

14 de dezembro de 2019 às 12:13

Há 4 meses
Magistrados podem acessar os autos e proferir decisões sem precisar estar no fórum ou no Tribunal de Justiça FOTO: Divulgação)

Magistrados podem acessar os autos e proferir decisões sem precisar estar no fórum ou no Tribunal de Justiça FOTO: Divulgação)

Todas as comarcas do Poder Judiciário estadual funcionam 100% virtualizadas, desde sexta-feira (13), após a conclusão da implantação do Sistema de Automação da Justiça (SAJ) eletrônico do estado. A ferramenta agiliza o trâmite das ações, beneficiando, principalmente, o cidadão que busca solucionar as demandas.

Se comparado ao procedimento físico, o tempo médio de tramitação é reduzido, no mínimo, três vezes. Outra vantagem é a quebra da barreira geográfica, porque facilita para advogados, já que não precisam se deslocar até a comarca onde tramita a ação.

Além disso, os magistrados podem acessar os autos e proferir decisões sem precisar estar no fórum ou Tribunal de Justiça. Através de senhas, as partes também acessam processos de suas casas. Também permite a redução de custos com papel, proporciona transparência e simplifica as rotinas de trabalho de servidores.

O presidente da Comissão de Informática do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargador José Tarcílio Souza da Silva, destaca a importância da iniciativa. “Ter todo o processo digitalizado já deixa o Ceará em condição diferenciada em relação ao país, ou seja, o Tribunal acompanha a modernidade e tem a tecnologia da informação como ferramenta essencial a sua atividade.”

O desembargador acrescenta ainda que o Tribunal poderá utilizar o sistema para auxiliar determinadas comarcas que necessitam de apoio a fim de dar celeridade à tramitação dos processos.

*Com informações do TJCE

Publicidade

Dê sua opinião

CELERIDADE

Com 100% das comarcas virtualizadas, tramitação na Justiça deve ser 3 vezes mais rápida

Se comparado ao procedimento físico, o tempo médio de tramitação é reduzido, no mínimo, três vezes. Outra vantagem é a quebra da barreira geográfica

Por Tribuna do Ceará em Ceará

14 de dezembro de 2019 às 12:13

Há 4 meses
Magistrados podem acessar os autos e proferir decisões sem precisar estar no fórum ou no Tribunal de Justiça FOTO: Divulgação)

Magistrados podem acessar os autos e proferir decisões sem precisar estar no fórum ou no Tribunal de Justiça FOTO: Divulgação)

Todas as comarcas do Poder Judiciário estadual funcionam 100% virtualizadas, desde sexta-feira (13), após a conclusão da implantação do Sistema de Automação da Justiça (SAJ) eletrônico do estado. A ferramenta agiliza o trâmite das ações, beneficiando, principalmente, o cidadão que busca solucionar as demandas.

Se comparado ao procedimento físico, o tempo médio de tramitação é reduzido, no mínimo, três vezes. Outra vantagem é a quebra da barreira geográfica, porque facilita para advogados, já que não precisam se deslocar até a comarca onde tramita a ação.

Além disso, os magistrados podem acessar os autos e proferir decisões sem precisar estar no fórum ou Tribunal de Justiça. Através de senhas, as partes também acessam processos de suas casas. Também permite a redução de custos com papel, proporciona transparência e simplifica as rotinas de trabalho de servidores.

O presidente da Comissão de Informática do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargador José Tarcílio Souza da Silva, destaca a importância da iniciativa. “Ter todo o processo digitalizado já deixa o Ceará em condição diferenciada em relação ao país, ou seja, o Tribunal acompanha a modernidade e tem a tecnologia da informação como ferramenta essencial a sua atividade.”

O desembargador acrescenta ainda que o Tribunal poderá utilizar o sistema para auxiliar determinadas comarcas que necessitam de apoio a fim de dar celeridade à tramitação dos processos.

*Com informações do TJCE