Forte chuva e ventania acima de 40km/h causam transtornos em Fortaleza

VENTOS ALÍSIOS

Forte chuva e ventania acima de 40km/h durante madrugada causam transtornos em Fortaleza

De acordo com a Funceme, a instabilidade é causada pela convergência dos chamados ventos alísios, fenômeno que está ocorrendo entre o Ceará e o Rio Grande do Norte

Por Tribuna do Ceará em Ceará

28 de janeiro de 2020 às 09:02

Há 2 meses
Fortaleza registrou chuva de 36 milímetros (FOTO: Dorian Girão/TV Jangadeiro)

Fortaleza registrou chuva de 41 milímetros (FOTO: Dorian Girão/TV Jangadeiro)

Ventania e temporal. A madrugada desta terça-feira (28) foi marcada por forte chuva em Fortaleza e outras cidades do Ceará. De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), as rajadas de ventos chegaram a 50 km/h em Sobral e a 42 km/h em Fortaleza.

Durante a madrugada, a ventania foi tão forte que derrubou uma árvore próximo ao muro de uma casa na localidade de Mangabeira, em Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza. Outros registros de queda de árvores foram feitos na BR-116, o que deixou o trânsito bem complicado no local.

De acordo com a Funceme, a instabilidade é causada pela convergência dos chamados ventos alísios, fenômeno que está ocorrendo entre o Ceará e o Rio Grande do Norte.

Segundo meteorologistas, o cenário segue favorável para chuvas até a próxima quarta-feira (29). Já ao longo desta terça-feira (28), a Funceme prevê que sejam registradas precipitações principalmente no interior do estado. De acordo com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), a variação de nuvens e pancadas de chuva localizadas que poderão ser fortes e vir acompanhadas de trovoadas a qualquer hora do dia.

Até as 8h desta terça-feira, o município com maior índice de precipitação foi Viçosa do Ceará, com 107 mm, de acordo com a Funceme. Em seguida, aparecem Granja (100 mm) e São Gonçalo do Amarante (85 mm). No mesmo período, a capital cearense registrou 41,5 mm.

Ainda segundo a Funceme, o aumento das chuvas é influenciado pela Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), um corredor de umidade que está atuando na porção sul da região Nordeste.

Confira o ranking da Funceme com os 10 maiores índices de precipitação no Ceará:

Viçosa do Ceará: 107 mm

Granja: 100 mm

São Gonçalo do Amarante: 85 mm

Quixadá: 67 mm

Caucaia: 62,1 mm

Ararendá: 62 mm

Paracuru: 53,6 mm

Quixeramobim: 50 mm

Campos Sales: 47,8 mm

Acaraú: 44,2

Publicidade

Dê sua opinião

VENTOS ALÍSIOS

Forte chuva e ventania acima de 40km/h durante madrugada causam transtornos em Fortaleza

De acordo com a Funceme, a instabilidade é causada pela convergência dos chamados ventos alísios, fenômeno que está ocorrendo entre o Ceará e o Rio Grande do Norte

Por Tribuna do Ceará em Ceará

28 de janeiro de 2020 às 09:02

Há 2 meses
Fortaleza registrou chuva de 36 milímetros (FOTO: Dorian Girão/TV Jangadeiro)

Fortaleza registrou chuva de 41 milímetros (FOTO: Dorian Girão/TV Jangadeiro)

Ventania e temporal. A madrugada desta terça-feira (28) foi marcada por forte chuva em Fortaleza e outras cidades do Ceará. De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), as rajadas de ventos chegaram a 50 km/h em Sobral e a 42 km/h em Fortaleza.

Durante a madrugada, a ventania foi tão forte que derrubou uma árvore próximo ao muro de uma casa na localidade de Mangabeira, em Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza. Outros registros de queda de árvores foram feitos na BR-116, o que deixou o trânsito bem complicado no local.

De acordo com a Funceme, a instabilidade é causada pela convergência dos chamados ventos alísios, fenômeno que está ocorrendo entre o Ceará e o Rio Grande do Norte.

Segundo meteorologistas, o cenário segue favorável para chuvas até a próxima quarta-feira (29). Já ao longo desta terça-feira (28), a Funceme prevê que sejam registradas precipitações principalmente no interior do estado. De acordo com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), a variação de nuvens e pancadas de chuva localizadas que poderão ser fortes e vir acompanhadas de trovoadas a qualquer hora do dia.

Até as 8h desta terça-feira, o município com maior índice de precipitação foi Viçosa do Ceará, com 107 mm, de acordo com a Funceme. Em seguida, aparecem Granja (100 mm) e São Gonçalo do Amarante (85 mm). No mesmo período, a capital cearense registrou 41,5 mm.

Ainda segundo a Funceme, o aumento das chuvas é influenciado pela Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), um corredor de umidade que está atuando na porção sul da região Nordeste.

Confira o ranking da Funceme com os 10 maiores índices de precipitação no Ceará:

Viçosa do Ceará: 107 mm

Granja: 100 mm

São Gonçalo do Amarante: 85 mm

Quixadá: 67 mm

Caucaia: 62,1 mm

Ararendá: 62 mm

Paracuru: 53,6 mm

Quixeramobim: 50 mm

Campos Sales: 47,8 mm

Acaraú: 44,2