Justiça proíbe 12 torcedores de frequentar estádio por tempo indeterminado - Noticias


Justiça proíbe 12 torcedores de frequentar estádio por tempo indeterminado

A juíza cearense Maria José Bentes Pinto proibiu 12 torcedores de comparecer a qualquer tipo de competição esportiva, amadora ou profissional até futura liberação.

Por Felipe Lima e Thamiris Treigher em Ceará

17 de maio de 2012 às 09:17

Há 8 anos

A Justiça cearense proibiu 12 torcedores de comparecer a qualquer tipo de competição esportiva, amadora ou profissional, até futura liberação. A decisão é da juíza Maria José Bentes Pinto, do 4º Juizado Especial Cível e Criminal (JECC), que encaminhou relação com os nomes ao presidente da Federação Cearense de Futebol (FCF), Mauro Carmélio.

Os 12 torcedores foram autuados durante os três plantões realizados pelo Juizado Especial do Torcedor em jogos do Campeonato Cearense e Copa do Brasil, no Estádio Presidente Vargas. Além de proibidos de assistir aos jogos na arena, os infratores vão cumprir penas, como prestação de serviços à comunidade e pagamento de multa. Um deles responderá ainda à ação penal.

Autuações por jogo

Dos 12 torcedores autuados, cinco foram no domingo (13), na final do Campeonato Cearense, entre Ceará e Fortaleza. Desses total, três foram condenados a prestar serviços às quartas-feiras e aos domingos, durante três meses, no Instituto Doutor José Frota (IJF). O quarto torcedor deve pagar multa de R$ 622,00, e o quinto, que já possuía antecedentes criminais, vai responder à ação penal.

Outros seis torcedores foram autuados no Clássico Rei do domingo (6). Cinco deles vão prestar serviços, por quatro meses, no IJF, no Frotinha de Messejana e no Hospital Universitário Walter Cantídio; e um, por três meses, no IJF. No jogo entre Fortaleza e Grêmio, pela Copa do Brasil, somente um torcedor foi condenado à prestação de serviços à comunidade por três meses.

Lista dos infratores

Alex da Silva, Alison Oliveira de Santana, Bruno Alves do Nascimento, Francisco Jonatas da Silva Oliveira, Jefferson de Oliveira Holanda, João Batista de Sousa Filho, João Paulo Fernandes Vasconcelos, João Rodrigues Matos, Kleyson Júnior de Sousa Silva, Paulo César Silva Monteiro, Paulo Henrique França de Oliveira e Wladson Costa Lima.

Plantão judiciário

O plantão judiciário em jogos decisivos foi determinado pelo presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargador José Arísio Lopes da Costa. O juizado atuou em jogos do Estadual 2012 e vai atuar em todos os jogos dos times Ceará e Fortaleza no Campeonato Brasileiro. O serviço é composto por um juiz de Direito, dois oficiais de Justiça, um promotor e um defensor público.

Publicidade

Dê sua opinião

Justiça proíbe 12 torcedores de frequentar estádio por tempo indeterminado

A juíza cearense Maria José Bentes Pinto proibiu 12 torcedores de comparecer a qualquer tipo de competição esportiva, amadora ou profissional até futura liberação.

Por Felipe Lima e Thamiris Treigher em Ceará

17 de maio de 2012 às 09:17

Há 8 anos

A Justiça cearense proibiu 12 torcedores de comparecer a qualquer tipo de competição esportiva, amadora ou profissional, até futura liberação. A decisão é da juíza Maria José Bentes Pinto, do 4º Juizado Especial Cível e Criminal (JECC), que encaminhou relação com os nomes ao presidente da Federação Cearense de Futebol (FCF), Mauro Carmélio.

Os 12 torcedores foram autuados durante os três plantões realizados pelo Juizado Especial do Torcedor em jogos do Campeonato Cearense e Copa do Brasil, no Estádio Presidente Vargas. Além de proibidos de assistir aos jogos na arena, os infratores vão cumprir penas, como prestação de serviços à comunidade e pagamento de multa. Um deles responderá ainda à ação penal.

Autuações por jogo

Dos 12 torcedores autuados, cinco foram no domingo (13), na final do Campeonato Cearense, entre Ceará e Fortaleza. Desses total, três foram condenados a prestar serviços às quartas-feiras e aos domingos, durante três meses, no Instituto Doutor José Frota (IJF). O quarto torcedor deve pagar multa de R$ 622,00, e o quinto, que já possuía antecedentes criminais, vai responder à ação penal.

Outros seis torcedores foram autuados no Clássico Rei do domingo (6). Cinco deles vão prestar serviços, por quatro meses, no IJF, no Frotinha de Messejana e no Hospital Universitário Walter Cantídio; e um, por três meses, no IJF. No jogo entre Fortaleza e Grêmio, pela Copa do Brasil, somente um torcedor foi condenado à prestação de serviços à comunidade por três meses.

Lista dos infratores

Alex da Silva, Alison Oliveira de Santana, Bruno Alves do Nascimento, Francisco Jonatas da Silva Oliveira, Jefferson de Oliveira Holanda, João Batista de Sousa Filho, João Paulo Fernandes Vasconcelos, João Rodrigues Matos, Kleyson Júnior de Sousa Silva, Paulo César Silva Monteiro, Paulo Henrique França de Oliveira e Wladson Costa Lima.

Plantão judiciário

O plantão judiciário em jogos decisivos foi determinado pelo presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargador José Arísio Lopes da Costa. O juizado atuou em jogos do Estadual 2012 e vai atuar em todos os jogos dos times Ceará e Fortaleza no Campeonato Brasileiro. O serviço é composto por um juiz de Direito, dois oficiais de Justiça, um promotor e um defensor público.