Uso da internet tem causado o fechamento de agências bancárias no Ceará

MOBILE

Uso da internet tem causado o fechamento de agências bancárias no Ceará

Segundo alguns bancos, o fechamento de algumas agências é resultado do aperfeiçoamento do atendimento por meio de canais digitais

Por Tribuna Bandnews FM em Ceará

22 de novembro de 2019 às 06:00

Há 2 semanas
Com o uso de aplicativos, as pessoas têm deixado de se dirigir até agências bancárias (FOTO: Reprodução/Freepik)

Com o uso de aplicativos, as pessoas têm deixado de se dirigir até agências bancárias (FOTO: Reprodução/Freepik)

O fechamento de algumas agências bancárias em todo o Brasil pode estar diretamente relacionado ao avanço da tecnologia e uso da internet. Se você ainda não tem, certamente já ouviu falar em bancos digitais. Além da possibilidade de fazer uma conta totalmente digital, hoje em dia também é possível realizar transações pelo celular, sem a necessidade de se dirigir à uma agência bancária, basta instalar o aplicativo do seu banco.

Segundo o Banco do Brasil, a principal intenção, em relação ao fechamento de algumas agências, é aprimorar a experiência do cliente, que surge a partir da contínua melhoria e digitização de processos e produtos, a revisão e o aperfeiçoamento do modelo de atendimento, desenvolvendo soluções para os canais digitais. O banco não informou quantas agências foram extintas, mas informou que 80% das transações feitas são por meio mobile, ou seja, via internet.

Para o diretor do Sindicato dos Bancários do Ceará, Bosco Mota, a extinção das agências bancárias gera uma preocupação, principalmente para os funcionários. “Quando fecha a agência, deixa de atender o público e, muitas vezes, diminui quadro de funcionários. É uma série de situações e quando tem essas reestruturações e fechamento de agências, muita gente perde”, disse.

Já o vice-presidente do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (IBEF), Raul dos Santos, reforça o aumento do uso da tecnologia para serviços bancários. “Os bancos são percussores em tecnologia no que diz respeito a autoatendimento. O público mais jovem tem demandando isso, além da distância, porque o trânsito nas cidade é ruim, e a questão da segurança”, explicou.

No entanto, ele reconhece que as mudanças causam prejuízos. “O impacto disso é ruim para quem não adere à transações via web e nem tem costume de usar internet, como idosos”.

Os Bancos privados Itaú e Bradesco também fecharam algumas agências físicas. A assessoria de imprensa do Itaú informou que a redução do número de unidades físicas é um movimento de reposicionamento da rede, coerente com as novas necessidades dos clientes e a procura por atendimento em outros canais. O Bradesco não se posicionou.

Já a Caixa Econômica Federal afirmou, também por meio de nota, que não tem previsão de fechamento de agências no Estado do Ceará.

Publicidade

Dê sua opinião

MOBILE

Uso da internet tem causado o fechamento de agências bancárias no Ceará

Segundo alguns bancos, o fechamento de algumas agências é resultado do aperfeiçoamento do atendimento por meio de canais digitais

Por Tribuna Bandnews FM em Ceará

22 de novembro de 2019 às 06:00

Há 2 semanas
Com o uso de aplicativos, as pessoas têm deixado de se dirigir até agências bancárias (FOTO: Reprodução/Freepik)

Com o uso de aplicativos, as pessoas têm deixado de se dirigir até agências bancárias (FOTO: Reprodução/Freepik)

O fechamento de algumas agências bancárias em todo o Brasil pode estar diretamente relacionado ao avanço da tecnologia e uso da internet. Se você ainda não tem, certamente já ouviu falar em bancos digitais. Além da possibilidade de fazer uma conta totalmente digital, hoje em dia também é possível realizar transações pelo celular, sem a necessidade de se dirigir à uma agência bancária, basta instalar o aplicativo do seu banco.

Segundo o Banco do Brasil, a principal intenção, em relação ao fechamento de algumas agências, é aprimorar a experiência do cliente, que surge a partir da contínua melhoria e digitização de processos e produtos, a revisão e o aperfeiçoamento do modelo de atendimento, desenvolvendo soluções para os canais digitais. O banco não informou quantas agências foram extintas, mas informou que 80% das transações feitas são por meio mobile, ou seja, via internet.

Para o diretor do Sindicato dos Bancários do Ceará, Bosco Mota, a extinção das agências bancárias gera uma preocupação, principalmente para os funcionários. “Quando fecha a agência, deixa de atender o público e, muitas vezes, diminui quadro de funcionários. É uma série de situações e quando tem essas reestruturações e fechamento de agências, muita gente perde”, disse.

Já o vice-presidente do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (IBEF), Raul dos Santos, reforça o aumento do uso da tecnologia para serviços bancários. “Os bancos são percussores em tecnologia no que diz respeito a autoatendimento. O público mais jovem tem demandando isso, além da distância, porque o trânsito nas cidade é ruim, e a questão da segurança”, explicou.

No entanto, ele reconhece que as mudanças causam prejuízos. “O impacto disso é ruim para quem não adere à transações via web e nem tem costume de usar internet, como idosos”.

Os Bancos privados Itaú e Bradesco também fecharam algumas agências físicas. A assessoria de imprensa do Itaú informou que a redução do número de unidades físicas é um movimento de reposicionamento da rede, coerente com as novas necessidades dos clientes e a procura por atendimento em outros canais. O Bradesco não se posicionou.

Já a Caixa Econômica Federal afirmou, também por meio de nota, que não tem previsão de fechamento de agências no Estado do Ceará.