Agente de trânsito de Fortaleza agride motociclista que filmava ação de blitz


Agente de trânsito de Fortaleza agride motociclista que filmava ação de blitz

O dono da moto foi ameaçado de prisão e recebeu um tapa de agente da AMC, que se irritou com gravação da conversa durante blitz

Por Marianna Gomes em Cotidiano

26 de novembro de 2015 às 14:45

Há 5 anos
O agente ameaça prender o rapaz caso ele continue filmando. (FOTO: Reprodução)

O agente ameaça prender o rapaz caso ele continue filmando. (FOTO: Reprodução)

Um homem, que não teve o nome divulgado, foi agredido por um guarda da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), durante uma blitz na tarde da última terça-feira (24), no Bairro Quintino Cunha, em Fortaleza.

O rapaz, que conduzia uma moto, foi parado na fiscalização e começou a filmar a ação dos agentes, que conferiam o veículo, quando um deles se irritou com a filmagem do rapaz e lhe deu um tapa.

O homem pergunta se a moto for apreendida ele deve buscar no pátio de Departamento Nacional de Trânsito (Detran), e o guarda em tom de ironia diz que é para buscar na casa dele. O agente ainda ameaça prender o rapaz caso ele continue filmando.

Em nota, a AMC informa que o órgão está apurando o caso e adotará as medidas cabíveis.

Confira o documento: 

“A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) esclarece que sempre zela pela boa convivência entre os agentes e a sociedade, não tolerando qualquer tipo de desrespeito de ambas as partes. Diante do lamentável incidente, o órgão está apurando devidamente o caso e adotará as medidas cabíveis.O referido vídeo foi realizado na última terça-feira (24/11) durante uma blitz que ocorreu na Barra do Ceará como parte das ações desenvolvidas pelo órgão, em parceria com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), para reduzir a estatística de acidentes envolvendo motociclistas. Durante a mobilização, o condutor teve a sua moto apreendida por trafegar com o lacre violado, o que caracteriza infração de natureza gravíssima, sete pontos na carteira e multa no valor de R$ 191,54. Principal agente vulnerável a acidentes, o motociclista é alvo de ações ostensivas de fiscalização que contribuem significativamente com a redução de mortes no trânsito. As abordagens acontecem diariamente tendo por base o endereço domiciliar das vítimas atendidas no Instituto Doutor José Frota (IJF), que constatou que a maioria delas residem nas Regionais I, V e VI “. 

Publicidade

Dê sua opinião

Agente de trânsito de Fortaleza agride motociclista que filmava ação de blitz

O dono da moto foi ameaçado de prisão e recebeu um tapa de agente da AMC, que se irritou com gravação da conversa durante blitz

Por Marianna Gomes em Cotidiano

26 de novembro de 2015 às 14:45

Há 5 anos
O agente ameaça prender o rapaz caso ele continue filmando. (FOTO: Reprodução)

O agente ameaça prender o rapaz caso ele continue filmando. (FOTO: Reprodução)

Um homem, que não teve o nome divulgado, foi agredido por um guarda da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), durante uma blitz na tarde da última terça-feira (24), no Bairro Quintino Cunha, em Fortaleza.

O rapaz, que conduzia uma moto, foi parado na fiscalização e começou a filmar a ação dos agentes, que conferiam o veículo, quando um deles se irritou com a filmagem do rapaz e lhe deu um tapa.

O homem pergunta se a moto for apreendida ele deve buscar no pátio de Departamento Nacional de Trânsito (Detran), e o guarda em tom de ironia diz que é para buscar na casa dele. O agente ainda ameaça prender o rapaz caso ele continue filmando.

Em nota, a AMC informa que o órgão está apurando o caso e adotará as medidas cabíveis.

Confira o documento: 

“A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) esclarece que sempre zela pela boa convivência entre os agentes e a sociedade, não tolerando qualquer tipo de desrespeito de ambas as partes. Diante do lamentável incidente, o órgão está apurando devidamente o caso e adotará as medidas cabíveis.O referido vídeo foi realizado na última terça-feira (24/11) durante uma blitz que ocorreu na Barra do Ceará como parte das ações desenvolvidas pelo órgão, em parceria com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), para reduzir a estatística de acidentes envolvendo motociclistas. Durante a mobilização, o condutor teve a sua moto apreendida por trafegar com o lacre violado, o que caracteriza infração de natureza gravíssima, sete pontos na carteira e multa no valor de R$ 191,54. Principal agente vulnerável a acidentes, o motociclista é alvo de ações ostensivas de fiscalização que contribuem significativamente com a redução de mortes no trânsito. As abordagens acontecem diariamente tendo por base o endereço domiciliar das vítimas atendidas no Instituto Doutor José Frota (IJF), que constatou que a maioria delas residem nas Regionais I, V e VI “.