Estudante cria vaquinha virtual para pagar cirurgia de cachorras

SOLIDARIEDADE

Estudante cria vaquinha virtual para pagar cirurgia de cachorras

Neste mês, as poodles foram diagnosticadas com piometria, infecção uterina que ocorre durante o período do cio. Elas precisam de uma ovariohisterectomia

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

28 de janeiro de 2020 às 07:00

Há 5 meses
Raika e Rubi precisam fazer uma ovariohisterectomia (FOTO: Arquivo Pessoal)

Raika e Rubi precisam fazer uma ovariohisterectomia (FOTO: Arquivo Pessoal)

Criar uma vaquinha online foi a forma que Luiza Castelo Branco, estudante de Psicologia, encontrou para ajudar suas cachorras de estimação.

Raika, de 11 anos, precisa urgentemente fazer uma ovariohisterectomia, cirurgia de remoção dos ovários e do útero do animal. Além disso, ela também possui um nódulo na mama que precisa ser retirado.

Rubi, irmã de Raika e também de 11 anos, já fez a mesma cirurgia e retirou as mamas e ainda segue sob cuidados pós-operatórios e medicação. O objetivo da campanha é conseguir R$ 4.080, para quitar a dívida da cirurgia de Rubi e pagar a intervenção cirúrgica de Raika.

Luiza explica que, neste mês, as poodles foram diagnosticadas com piometria, uma infecção uterina que ocorre durante o período do cio. A mãe delas também possuía o mesmo problema. “Na verdade, a Rubi não estava bem, estava apática, sem comer e perdendo peso e a levei ao veterinário”, contou.

A jovem relembra que Rubi foi medicada, nesse mesmo dia, mas depois precisou retornar à clínica veterinária porque estava muito desidratada. Ela passou dois dias internada tomando soro e, no dia seguinte, quando fez exames de sangue, foi diagnosticada. “Quando eu passei na clínica, ele (veterinário) disse que já iria fazer a cirurgia naquela noite porque ela estava com infecção no útero e, como ele suspeitava antes, podia ser piometra”, disse.

Apesar da urgência na intervenção, a estudante alertou ao veterinário que não tinha condições financeiras no momento para arcar com as despesas cirúrgicas. Ele, no entanto, se dispôs a fazer o procedimento e receber o pagamento posteriormente. Se não tivesse feito a cirurgia, Rubi poderia ter morrido. Na situação, ela aproveitou e contou que Raika apresentava os mesmos sintomas, e o mesmo diagnóstico foi dado. Por isso, Luiza precisa arrecadar dinheiro para pagar as duas cirurgias e cuidados pós-operatórios.

O prazo para a estudante arrecadar toda a quantia de R$ 4.080 é 14 de fevereiro. Mesmo com o prazo próximo do fim, a jovem ressalta que não esperava tamanha repercussão. “Fiz a campanha pensando nos amigos e amigos dos amigos. Não pensei em tamanha divulgação. Para quem ajuda não é nada, mas para quem recebe sim”. Até o momento, a vakinha arrecadou R$ 550.

Para ajudar, basta acessar o link da vakinha online ou entrar em contato com Luiz pelo telefone (85) 9 8893-9195.

Publicidade

Dê sua opinião

SOLIDARIEDADE

Estudante cria vaquinha virtual para pagar cirurgia de cachorras

Neste mês, as poodles foram diagnosticadas com piometria, infecção uterina que ocorre durante o período do cio. Elas precisam de uma ovariohisterectomia

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

28 de janeiro de 2020 às 07:00

Há 5 meses
Raika e Rubi precisam fazer uma ovariohisterectomia (FOTO: Arquivo Pessoal)

Raika e Rubi precisam fazer uma ovariohisterectomia (FOTO: Arquivo Pessoal)

Criar uma vaquinha online foi a forma que Luiza Castelo Branco, estudante de Psicologia, encontrou para ajudar suas cachorras de estimação.

Raika, de 11 anos, precisa urgentemente fazer uma ovariohisterectomia, cirurgia de remoção dos ovários e do útero do animal. Além disso, ela também possui um nódulo na mama que precisa ser retirado.

Rubi, irmã de Raika e também de 11 anos, já fez a mesma cirurgia e retirou as mamas e ainda segue sob cuidados pós-operatórios e medicação. O objetivo da campanha é conseguir R$ 4.080, para quitar a dívida da cirurgia de Rubi e pagar a intervenção cirúrgica de Raika.

Luiza explica que, neste mês, as poodles foram diagnosticadas com piometria, uma infecção uterina que ocorre durante o período do cio. A mãe delas também possuía o mesmo problema. “Na verdade, a Rubi não estava bem, estava apática, sem comer e perdendo peso e a levei ao veterinário”, contou.

A jovem relembra que Rubi foi medicada, nesse mesmo dia, mas depois precisou retornar à clínica veterinária porque estava muito desidratada. Ela passou dois dias internada tomando soro e, no dia seguinte, quando fez exames de sangue, foi diagnosticada. “Quando eu passei na clínica, ele (veterinário) disse que já iria fazer a cirurgia naquela noite porque ela estava com infecção no útero e, como ele suspeitava antes, podia ser piometra”, disse.

Apesar da urgência na intervenção, a estudante alertou ao veterinário que não tinha condições financeiras no momento para arcar com as despesas cirúrgicas. Ele, no entanto, se dispôs a fazer o procedimento e receber o pagamento posteriormente. Se não tivesse feito a cirurgia, Rubi poderia ter morrido. Na situação, ela aproveitou e contou que Raika apresentava os mesmos sintomas, e o mesmo diagnóstico foi dado. Por isso, Luiza precisa arrecadar dinheiro para pagar as duas cirurgias e cuidados pós-operatórios.

O prazo para a estudante arrecadar toda a quantia de R$ 4.080 é 14 de fevereiro. Mesmo com o prazo próximo do fim, a jovem ressalta que não esperava tamanha repercussão. “Fiz a campanha pensando nos amigos e amigos dos amigos. Não pensei em tamanha divulgação. Para quem ajuda não é nada, mas para quem recebe sim”. Até o momento, a vakinha arrecadou R$ 550.

Para ajudar, basta acessar o link da vakinha online ou entrar em contato com Luiz pelo telefone (85) 9 8893-9195.