MEC recorre contra mudança no prazo de inscrição no Sisu


MEC recorre contra mudança no prazo de inscrição no Sisu

Entre os argumentos está o de que vários vestibulares e exames comumente aplicados não preveem recurso das provas de redação, tal como ocorre com o Enem

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

10 de janeiro de 2013 às 16:39

Há 7 anos

O Ministério da Educação (MEC) recorreu na tarde desta quinta-feira (10) da decisão liminar da Justiça Federal em Bagé, no Rio Grande do Sul, que determina a suspensão do prazo de encerramento das inscrições e divulgação dos resultados do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O recurso foi protocolado no Tribunal Regional Federal da 4ª Região pela Advocacia-Geral da União (AGU).

A decisão liminar foi dada pelo juiz federal Gustavo Cignachi. Ele suspendeu os prazos ao acolher ação de uma estudante e determinou que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) conceda à estudante vista ao espelho de correção da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012, além de permitir apresentação de recurso contra a nota obtida. A decisão suspende os prazos até que o Inep julgue definitivamente os recursos da autora da ação.

De acordo com a AGU, o recurso segue a argumentação apresentada nas ações anteriores sobre o tema. Entre os argumentos usados está o de que vários vestibulares e exames comumente aplicados não preveem recurso das provas de redação, tal como ocorre com o Enem.

Decisões

O MEC obteve duas decisões favoráveis sobre ações semelhantes, mantendo o acesso das correções das redações no dia 6 de fevereiro, conforme o edital do Enem. Na terça-feira (8), o Tribunal Regional Federal da 2ª Região suspendeu pelo menos 150 liminares da Justiça Federal no Rio de Janeiro que determinavam a divulgação imediata dos espelhos da correção das redações do Enem, acompanhados das justificativas da pontuação. A decisão abrangeu os estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo.

No sábado (5), o Tribunal Regional Federal da 5ª Região suspendeu liminar da Justiça Federal no Ceará, que também determinava a divulgação imediata da correção das redações do Enem.

O MEC informa que as inscrições para o Sisu continuam sendo aceitas normalmente na internet e o cronograma continua mantido. A previsão é que as inscrições sejam encerradas nesta sexta-feira (11). A primeira chamada dos selecionados está marcada para o dia 14 de janeiro. A primeira edição de 2013 do Sisu oferece 129 mil vagas em 101 instituições públicas de educação superior.

Publicidade

Dê sua opinião

MEC recorre contra mudança no prazo de inscrição no Sisu

Entre os argumentos está o de que vários vestibulares e exames comumente aplicados não preveem recurso das provas de redação, tal como ocorre com o Enem

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

10 de janeiro de 2013 às 16:39

Há 7 anos

O Ministério da Educação (MEC) recorreu na tarde desta quinta-feira (10) da decisão liminar da Justiça Federal em Bagé, no Rio Grande do Sul, que determina a suspensão do prazo de encerramento das inscrições e divulgação dos resultados do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O recurso foi protocolado no Tribunal Regional Federal da 4ª Região pela Advocacia-Geral da União (AGU).

A decisão liminar foi dada pelo juiz federal Gustavo Cignachi. Ele suspendeu os prazos ao acolher ação de uma estudante e determinou que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) conceda à estudante vista ao espelho de correção da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012, além de permitir apresentação de recurso contra a nota obtida. A decisão suspende os prazos até que o Inep julgue definitivamente os recursos da autora da ação.

De acordo com a AGU, o recurso segue a argumentação apresentada nas ações anteriores sobre o tema. Entre os argumentos usados está o de que vários vestibulares e exames comumente aplicados não preveem recurso das provas de redação, tal como ocorre com o Enem.

Decisões

O MEC obteve duas decisões favoráveis sobre ações semelhantes, mantendo o acesso das correções das redações no dia 6 de fevereiro, conforme o edital do Enem. Na terça-feira (8), o Tribunal Regional Federal da 2ª Região suspendeu pelo menos 150 liminares da Justiça Federal no Rio de Janeiro que determinavam a divulgação imediata dos espelhos da correção das redações do Enem, acompanhados das justificativas da pontuação. A decisão abrangeu os estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo.

No sábado (5), o Tribunal Regional Federal da 5ª Região suspendeu liminar da Justiça Federal no Ceará, que também determinava a divulgação imediata da correção das redações do Enem.

O MEC informa que as inscrições para o Sisu continuam sendo aceitas normalmente na internet e o cronograma continua mantido. A previsão é que as inscrições sejam encerradas nesta sexta-feira (11). A primeira chamada dos selecionados está marcada para o dia 14 de janeiro. A primeira edição de 2013 do Sisu oferece 129 mil vagas em 101 instituições públicas de educação superior.