Operação emergencial já percorreu as praias do Futuro, Caça e Pesca, Titanzinho, Cofeco e Sabiaguaba

RETIRADA DE ÓLEO

Operação emergencial já percorreu as praias do Futuro, Caça e Pesca, Titanzinho, Cofeco e Sabiaguaba

A ação já retirou cerca de 500 litros do material na orla de Fortaleza, além de quatro toneladas de outros resíduos

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

8 de outubro de 2019 às 10:32

Há 6 meses
retirada-de-oleo-em-fortaleza

A ação emergencial teve início na última quarta-feira (2) (FOTO: Divulgação)

Uma ação está mobilizando técnicos das Secretarias Municipais de Conservação e Serviços Públicos (SCSP) e Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) para realizar a remoção de resíduos de óleos despejados no mar e que atingiram a faixa de praias de Fortaleza.

De acordo com a Prefeitura, a ação emergencial, que teve início na última quarta-feira (2), já retirou da orla cerca de 500 litros do material, além de quatro toneladas de outros resíduos.

Além do trabalho de limpeza que vem sendo realizado diariamente na faixa de areia da capital, a ação conta com uma equipe de 25 homens que percorrem as praias do Futuro, Caça e Pesca, Titanzinho, Cofeco e Sabiaguaba, que foram atingidas pelo óleo.

A intervenção de emergência, que tem acompanhamento de técnicos do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama/CE), e apoio de equipamentos da Petrobras, segue até que não sejam encontrados mais vestígios de óleos nas praias de Fortaleza.

Além dessas praias em Fortaleza, o Ibama identificou que as manchas de óleo atingiram 132 praias em estados da Região Nordeste.

Publicidade

Dê sua opinião

RETIRADA DE ÓLEO

Operação emergencial já percorreu as praias do Futuro, Caça e Pesca, Titanzinho, Cofeco e Sabiaguaba

A ação já retirou cerca de 500 litros do material na orla de Fortaleza, além de quatro toneladas de outros resíduos

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

8 de outubro de 2019 às 10:32

Há 6 meses
retirada-de-oleo-em-fortaleza

A ação emergencial teve início na última quarta-feira (2) (FOTO: Divulgação)

Uma ação está mobilizando técnicos das Secretarias Municipais de Conservação e Serviços Públicos (SCSP) e Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) para realizar a remoção de resíduos de óleos despejados no mar e que atingiram a faixa de praias de Fortaleza.

De acordo com a Prefeitura, a ação emergencial, que teve início na última quarta-feira (2), já retirou da orla cerca de 500 litros do material, além de quatro toneladas de outros resíduos.

Além do trabalho de limpeza que vem sendo realizado diariamente na faixa de areia da capital, a ação conta com uma equipe de 25 homens que percorrem as praias do Futuro, Caça e Pesca, Titanzinho, Cofeco e Sabiaguaba, que foram atingidas pelo óleo.

A intervenção de emergência, que tem acompanhamento de técnicos do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama/CE), e apoio de equipamentos da Petrobras, segue até que não sejam encontrados mais vestígios de óleos nas praias de Fortaleza.

Além dessas praias em Fortaleza, o Ibama identificou que as manchas de óleo atingiram 132 praias em estados da Região Nordeste.