Possível motorista do Uber morre após grave acidente em Fortaleza

CERCADO DE MISTÉRIO

Possível motorista do Uber morre após grave acidente em Fortaleza

O motorista, que não possuía identificação, capotou várias vezes após colidir com calçada da Av. Paulino Rocha

Por Matheus Ribeiro em Cotidiano

20 de maio de 2016 às 09:00

Há 4 anos
Carro de modelo Corola possuía placa da cidade de Belo Horizonte (MG) e supostamente seria motorista do Uber (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Corola possuía placa da cidade de Belo Horizonte e supostamente faria serviço do Uber (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Um possível motorista do aplicativo de caronas pagas Uber, que funciona em Fortaleza desde o fim de abril, morreu após um acidente de trânsito durante a madrugada desta sexta-feira (20). De acordo com informações obtidas pelo programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, o motorista teria saído do túnel que liga as avenidas Silas Munguba e Deputado Paulino Rocha pela faixa de ultrapassagem. Alguns segundos depois, ele teria mudado para a faixa de tráfego lento bruscamente e se chocado com a calçada, capotando várias vezes.

Ao chegar ao local, a equipe do programa foi informada por um taxista credenciado que o motorista do veículo prestaria serviços para o Uber. Sua placa era da cidade de Belo Horizonte. 

Segundo a Polícia Militar que atendeu a ocorrência, o homem não possuía documento de identificação. O Tribuna do Ceará entrou em contato com a assessoria de imprensa do Uber, mas até a publicação desta matéria não obteve retorno nas ligações.

Taxista x Uber

Desde que o serviço de caronas chegou a Fortaleza, as ocorrências de conflitos não param de surgir. Na madrugada desta quinta-feira (19), a estudante Priscilla Martins e mais três amigas foram perseguidas por taxistas enquanto fazia o trajeto entre os bairros Varjota e Cajazeiras, em Fortaleza.

Em entrevista ao Tribuna do Ceará, Priscilla contou que os taxistas perseguiram o carro onde ela estava durante 15 minutos. Para não serem identificados, ela diz que os taxistas usavam luz alta para que não fosse possível visualizar a placa do carro.

Após um bom tempo de perseguição, ela relata que o carro onde ela estava foi atingido com tiros. “A cada curva perigosa que o motorista executava o taxista aproximava-se mais. E foi em uma dessas que o carro que estávamos foi atingido por um tiro”, disse a estudante.

Já na última sexta-feira (13), um taxista e um motorista que utiliza o aplicativo tiveram um conflito que também terminou em perseguição. A confusão teve início quando o taxista Pedro Henrique dos Santos tentou parar o motorista do Uber em uma rua no Centro da cidade. Com receio, o motorista tentou fugir, mas acabou colidindo no veículo do taxista.

Veja os vídeos do momento da batida:

http://mais.uol.com.br/view/15868021

http://mais.uol.com.br/view/15868023

Publicidade

Dê sua opinião

CERCADO DE MISTÉRIO

Possível motorista do Uber morre após grave acidente em Fortaleza

O motorista, que não possuía identificação, capotou várias vezes após colidir com calçada da Av. Paulino Rocha

Por Matheus Ribeiro em Cotidiano

20 de maio de 2016 às 09:00

Há 4 anos
Carro de modelo Corola possuía placa da cidade de Belo Horizonte (MG) e supostamente seria motorista do Uber (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Corola possuía placa da cidade de Belo Horizonte e supostamente faria serviço do Uber (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Um possível motorista do aplicativo de caronas pagas Uber, que funciona em Fortaleza desde o fim de abril, morreu após um acidente de trânsito durante a madrugada desta sexta-feira (20). De acordo com informações obtidas pelo programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, o motorista teria saído do túnel que liga as avenidas Silas Munguba e Deputado Paulino Rocha pela faixa de ultrapassagem. Alguns segundos depois, ele teria mudado para a faixa de tráfego lento bruscamente e se chocado com a calçada, capotando várias vezes.

Ao chegar ao local, a equipe do programa foi informada por um taxista credenciado que o motorista do veículo prestaria serviços para o Uber. Sua placa era da cidade de Belo Horizonte. 

Segundo a Polícia Militar que atendeu a ocorrência, o homem não possuía documento de identificação. O Tribuna do Ceará entrou em contato com a assessoria de imprensa do Uber, mas até a publicação desta matéria não obteve retorno nas ligações.

Taxista x Uber

Desde que o serviço de caronas chegou a Fortaleza, as ocorrências de conflitos não param de surgir. Na madrugada desta quinta-feira (19), a estudante Priscilla Martins e mais três amigas foram perseguidas por taxistas enquanto fazia o trajeto entre os bairros Varjota e Cajazeiras, em Fortaleza.

Em entrevista ao Tribuna do Ceará, Priscilla contou que os taxistas perseguiram o carro onde ela estava durante 15 minutos. Para não serem identificados, ela diz que os taxistas usavam luz alta para que não fosse possível visualizar a placa do carro.

Após um bom tempo de perseguição, ela relata que o carro onde ela estava foi atingido com tiros. “A cada curva perigosa que o motorista executava o taxista aproximava-se mais. E foi em uma dessas que o carro que estávamos foi atingido por um tiro”, disse a estudante.

Já na última sexta-feira (13), um taxista e um motorista que utiliza o aplicativo tiveram um conflito que também terminou em perseguição. A confusão teve início quando o taxista Pedro Henrique dos Santos tentou parar o motorista do Uber em uma rua no Centro da cidade. Com receio, o motorista tentou fugir, mas acabou colidindo no veículo do taxista.

Veja os vídeos do momento da batida:

http://mais.uol.com.br/view/15868021

http://mais.uol.com.br/view/15868023