Prefeitura notificará empresa responsável pela obra que desabou no Lagamar


Prefeitura notificará empresa responsável pela obra que desabou no Lagamar

O desabamento aconteceu nas obras de duplicação da ponte sobre canal do Lagamar. No acidente morreram dois operários e três ficaram feridos

Por Juliana Teófilo em Cotidiano

22 de fevereiro de 2016 às 23:49

Há 4 anos
Roberto Cláudio concedeu entrevista coletiva na noite de segunda-feira (FOTO: Hayanne Narlla/Tribuna do Ceará)

Roberto Cláudio concedeu entrevista coletiva na noite de segunda-feira (FOTO: Hayanne Narlla/Tribuna do Ceará)

O prefeito Roberto Cláudio anunciou, na noite desta segunda-feira (22), que vai notificar a empresa responsável pelas obras das obras das Avenidas Raul Barbosa e Murilo Borges onde aconteceu o desabamento que vitimou duas pessoas. O desabamento aconteceu nas obras de duplicação da ponte sobre canal do Lagamar.

Em pronunciamento à imprensa, o prefeito garantiu que a construtora Ferreira Guedes, responsável pelas obras, ainda na manhã desta terça-feira (23), será notificada.

“Notificaremos os representantes da empresa amanhã (terça-feira) ainda pela manhã e vamos exigir, em uma prazo hábil, um esclarecimento. É importante, também, que eles possam ir à imprensa falar sobre o assunto. Repito, nós licitamos a obra e, com isso, transferimos a responsabilidade da excussão à uma empresa, que muitas vezes subcontrata outras”, destacou.

Além disso, o município irá convocar uma sindicância com membros da própria prefeitura e convocados externos para apurar as causas e os responsáveis pelo acidente.

“Vamos convidar a Polícia Civil, o Corpo de Bombeiros que prestou um atendimento importantíssimo nesse primeiro momento e que também vai fazer o seu próprio laudo. Além disso, convidei o Ministério Público estadual, o Ministério Público do Trabalho, o Crea e especialistas de dentro e fora do estado”, enumerou Roberto Cláudio.

Durante todo o seu discurso, o prefeito destacou a intenção do município de investigar a situação com toda a transparência possível. Mas, apesar de frisar o aspecto da clareza, Roberto Cláudio não se posicionou sobre qual empresa dará continuidade às obras. Além disso, o município também não especificou o prazo de retorno dos trabalhos no local.

“É muito cedo para falarmos a respeito disso, a primeira etapa é garantir socorro a essas três vítimas que estão no IJF e garantir conforto às famílias. Tem uma operação agora acontecendo de guindastes que foram trazidos, inclusive, de outras cidades para nos ajudar a retirar os dois corpos; e, amanhã, com mais clareza, vamos nos pronunciar sobre o andamento das obras”, garantiu o prefeito.

Visita às vítimas

Ainda em seu discurso, Roberto Cláudio se mostrou muito preocupado com o bem estar das vítimas e suas famílias. O representante também garantiu que órgãos da prefeitura estão trabalhando para contatar os familiares dos operários que morreram no acidente. “Estive visitando os três operários que tiveram ferimentos mais graves e que, felizmente, estão estáveis. Já pedimos, também, para que órgãos da prefeitura contatem as famílias e prestarem toda a assistência necessária e possível”.

O prefeito se mostrou indignado pelo acontecido e afirmou lamentar profundamente o acidente. “Agora, a nossa responsabilidade é investigar se houve alguma responsabilidade ou algum responsável direto ou indireto para o incidente. Esse é o nosso papel, e nós vamos fazer isso de forma transparente. É o que devemos para as famílias dos trabalhadores e também para a cidade de Fortaleza que se encontra, como eu, indignada com o acontecimento”, finalizou.

Pronunciamento da empresa responsável

No final da noite desta segunda-feira (22), a construtora Ferreira Guedes se pronunciou por meio de nota. No pronunciamento, a empresa diz lamentar profundamente o acidente e afirma estar prestando total apoio às vítimas e seus familiares.

Ainda por nota a empresa afirma que órgãos competentes pela investigação das causas do acidente foram até o local do ocorrido. Além disso, a Ferreira Guedes deixa claro que a responsabilidade da obra é de uma empresa terceirizada.

Acompanhe o caso:

Desabamento nas obras das Avenidas Raul Barbosa e Murilo Borges deixa operários soterrados

AMC orienta que motoristas evitem a Avenida Raul Barbosa

Socorrista foi o primeiro a chegar ao local e relata resgate de vítimas de desabamento

Crea considera falha de escoramento como possível causa do desabamento no Lagamar

Dois operários morrem em desabamento na duplicação da ponte do Lagamar

Publicidade

Dê sua opinião

Prefeitura notificará empresa responsável pela obra que desabou no Lagamar

O desabamento aconteceu nas obras de duplicação da ponte sobre canal do Lagamar. No acidente morreram dois operários e três ficaram feridos

Por Juliana Teófilo em Cotidiano

22 de fevereiro de 2016 às 23:49

Há 4 anos
Roberto Cláudio concedeu entrevista coletiva na noite de segunda-feira (FOTO: Hayanne Narlla/Tribuna do Ceará)

Roberto Cláudio concedeu entrevista coletiva na noite de segunda-feira (FOTO: Hayanne Narlla/Tribuna do Ceará)

O prefeito Roberto Cláudio anunciou, na noite desta segunda-feira (22), que vai notificar a empresa responsável pelas obras das obras das Avenidas Raul Barbosa e Murilo Borges onde aconteceu o desabamento que vitimou duas pessoas. O desabamento aconteceu nas obras de duplicação da ponte sobre canal do Lagamar.

Em pronunciamento à imprensa, o prefeito garantiu que a construtora Ferreira Guedes, responsável pelas obras, ainda na manhã desta terça-feira (23), será notificada.

“Notificaremos os representantes da empresa amanhã (terça-feira) ainda pela manhã e vamos exigir, em uma prazo hábil, um esclarecimento. É importante, também, que eles possam ir à imprensa falar sobre o assunto. Repito, nós licitamos a obra e, com isso, transferimos a responsabilidade da excussão à uma empresa, que muitas vezes subcontrata outras”, destacou.

Além disso, o município irá convocar uma sindicância com membros da própria prefeitura e convocados externos para apurar as causas e os responsáveis pelo acidente.

“Vamos convidar a Polícia Civil, o Corpo de Bombeiros que prestou um atendimento importantíssimo nesse primeiro momento e que também vai fazer o seu próprio laudo. Além disso, convidei o Ministério Público estadual, o Ministério Público do Trabalho, o Crea e especialistas de dentro e fora do estado”, enumerou Roberto Cláudio.

Durante todo o seu discurso, o prefeito destacou a intenção do município de investigar a situação com toda a transparência possível. Mas, apesar de frisar o aspecto da clareza, Roberto Cláudio não se posicionou sobre qual empresa dará continuidade às obras. Além disso, o município também não especificou o prazo de retorno dos trabalhos no local.

“É muito cedo para falarmos a respeito disso, a primeira etapa é garantir socorro a essas três vítimas que estão no IJF e garantir conforto às famílias. Tem uma operação agora acontecendo de guindastes que foram trazidos, inclusive, de outras cidades para nos ajudar a retirar os dois corpos; e, amanhã, com mais clareza, vamos nos pronunciar sobre o andamento das obras”, garantiu o prefeito.

Visita às vítimas

Ainda em seu discurso, Roberto Cláudio se mostrou muito preocupado com o bem estar das vítimas e suas famílias. O representante também garantiu que órgãos da prefeitura estão trabalhando para contatar os familiares dos operários que morreram no acidente. “Estive visitando os três operários que tiveram ferimentos mais graves e que, felizmente, estão estáveis. Já pedimos, também, para que órgãos da prefeitura contatem as famílias e prestarem toda a assistência necessária e possível”.

O prefeito se mostrou indignado pelo acontecido e afirmou lamentar profundamente o acidente. “Agora, a nossa responsabilidade é investigar se houve alguma responsabilidade ou algum responsável direto ou indireto para o incidente. Esse é o nosso papel, e nós vamos fazer isso de forma transparente. É o que devemos para as famílias dos trabalhadores e também para a cidade de Fortaleza que se encontra, como eu, indignada com o acontecimento”, finalizou.

Pronunciamento da empresa responsável

No final da noite desta segunda-feira (22), a construtora Ferreira Guedes se pronunciou por meio de nota. No pronunciamento, a empresa diz lamentar profundamente o acidente e afirma estar prestando total apoio às vítimas e seus familiares.

Ainda por nota a empresa afirma que órgãos competentes pela investigação das causas do acidente foram até o local do ocorrido. Além disso, a Ferreira Guedes deixa claro que a responsabilidade da obra é de uma empresa terceirizada.

Acompanhe o caso:

Desabamento nas obras das Avenidas Raul Barbosa e Murilo Borges deixa operários soterrados

AMC orienta que motoristas evitem a Avenida Raul Barbosa

Socorrista foi o primeiro a chegar ao local e relata resgate de vítimas de desabamento

Crea considera falha de escoramento como possível causa do desabamento no Lagamar

Dois operários morrem em desabamento na duplicação da ponte do Lagamar