Primeira clínica veterinária pública receberá nome de Jacó, cão que morreu atropelado

HOMENAGEM

Primeira clínica veterinária pública receberá nome de Jacó, cão que morreu atropelado

Projeto de lei homenageia o cão que morreu em fevereiro deste ano. A clínica terá consultório, ambulatório, enfermaria, farmácia, entre outros espaços

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

29 de agosto de 2019 às 07:00

Há 7 meses
Jacó morreu atropelado (FOTO: Reprodução/Facebook)

Jacó era o cachorro mais habilidoso do Brasil (FOTO: Reprodução)

A primeira clínica veterinária popular de Fortaleza vai receber o nome de Jacó, o cão mais habilidoso do Brasil, mundialmente conhecido, que morreu atropelado em fevereiro deste ano. O projeto de lei ordinária 110/2019, de autoria do vereador Esio Feitosa (PDT), foi aprovado pela Câmara Municipal e aguarda sanção do prefeito Roberto Cláudio. A votação foi realizada na última quarta-feira (21).

A iniciativa é um modo de homenagear o cão, de raça border collie, que morreu atropelado no Porto das Dunas, no município de Aquiraz, no mês de fevereiro. Jacó estava no auge da carreira e prestes a representar o Brasil no Crufts, evento realizado em Birmingham, na Inglaterra, considerado o maior evento canino do mundo.

“É uma homenagem justa que essa Casa faz, levando o nome de Jacó para que o triste episódio que resultou na sua morte não seja esquecido. O seu nome carrega a lembrança de que todos os animais são detentores de direitos”, destacou o autor da proposta ao portal da Câmara.

Além de homenagear o cãozinho morto, a sugestão do nome também se justifica, de acordo com o PL, “em razão da notória importância dos movimentos surgidos após o falecimento de Jacó, mundialmente conhecido como o cão mais habilidoso do Brasil.” O autor do crime ainda não foi identificado e preso.

Ainda no texto, o vereador explica que “a ocorrência da tragédia motivou diversos movimentos sociais e protestos. A busca por justiça é um dos principais pilares dos movimentos. O nome de Jacó é, atualmente, associado à luta da Causa Animal, representando todos os direitos inerentes aos animais.”

Estrutura e obras

A Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf) será a responsável pela execução das obras que vão transformar o prédio que era da Farmácia Viva, no bairro Edson Queiroz, em referência no cuidado ao animal. E tudo gratuito. A previsão é que a obra seja entregue no primeiro semestre de 2020.

Na clínica popular, haverá consultório, ambulatório, enfermaria, farmácia, ambientes para assepsia e esterilização e centro cirúrgico. Além disso, salas de preparo, de recuperação e de espera. Cerca de R$ 1,2 milhão serão investidos.

Publicidade

Dê sua opinião

HOMENAGEM

Primeira clínica veterinária pública receberá nome de Jacó, cão que morreu atropelado

Projeto de lei homenageia o cão que morreu em fevereiro deste ano. A clínica terá consultório, ambulatório, enfermaria, farmácia, entre outros espaços

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

29 de agosto de 2019 às 07:00

Há 7 meses
Jacó morreu atropelado (FOTO: Reprodução/Facebook)

Jacó era o cachorro mais habilidoso do Brasil (FOTO: Reprodução)

A primeira clínica veterinária popular de Fortaleza vai receber o nome de Jacó, o cão mais habilidoso do Brasil, mundialmente conhecido, que morreu atropelado em fevereiro deste ano. O projeto de lei ordinária 110/2019, de autoria do vereador Esio Feitosa (PDT), foi aprovado pela Câmara Municipal e aguarda sanção do prefeito Roberto Cláudio. A votação foi realizada na última quarta-feira (21).

A iniciativa é um modo de homenagear o cão, de raça border collie, que morreu atropelado no Porto das Dunas, no município de Aquiraz, no mês de fevereiro. Jacó estava no auge da carreira e prestes a representar o Brasil no Crufts, evento realizado em Birmingham, na Inglaterra, considerado o maior evento canino do mundo.

“É uma homenagem justa que essa Casa faz, levando o nome de Jacó para que o triste episódio que resultou na sua morte não seja esquecido. O seu nome carrega a lembrança de que todos os animais são detentores de direitos”, destacou o autor da proposta ao portal da Câmara.

Além de homenagear o cãozinho morto, a sugestão do nome também se justifica, de acordo com o PL, “em razão da notória importância dos movimentos surgidos após o falecimento de Jacó, mundialmente conhecido como o cão mais habilidoso do Brasil.” O autor do crime ainda não foi identificado e preso.

Ainda no texto, o vereador explica que “a ocorrência da tragédia motivou diversos movimentos sociais e protestos. A busca por justiça é um dos principais pilares dos movimentos. O nome de Jacó é, atualmente, associado à luta da Causa Animal, representando todos os direitos inerentes aos animais.”

Estrutura e obras

A Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf) será a responsável pela execução das obras que vão transformar o prédio que era da Farmácia Viva, no bairro Edson Queiroz, em referência no cuidado ao animal. E tudo gratuito. A previsão é que a obra seja entregue no primeiro semestre de 2020.

Na clínica popular, haverá consultório, ambulatório, enfermaria, farmácia, ambientes para assepsia e esterilização e centro cirúrgico. Além disso, salas de preparo, de recuperação e de espera. Cerca de R$ 1,2 milhão serão investidos.