Projeto voluntário do Corpo de Bombeiros é transformado em política de estado

INVESTIMENTOS

Projeto voluntário do Corpo de Bombeiros é transformado em política de estado

O comandante do Corpo de Bombeiros do Ceará, coronel Holanda, visitou o Sistema Jangadeiro na tarde desta sexta-feira

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

29 de março de 2019 às 19:00

Há 9 meses
Cerca de 30 mil pessoas participam do projeto: Saúde, Bombeiros e Sociedade no Ceará (FOTO: Tribuna do Ceará)

Cerca de 30 mil pessoas participam do projeto Saúde, Bombeiros e Sociedade no Ceará (FOTO: Tribuna do Ceará)

O projeto Saúde, Bombeiros e Sociedade, que beneficia cerca de 30 mil pessoas no Ceará, foi transformado em política pública.

“Hoje nosso projeto atinge quase 30 mil cearenses, inclusive municípios que a gente não tem quartel dos bombeiros ainda, mas o projeto social está presente”, afirmou o comandante do Corpo de Bombeiros do Ceará, coronel Holanda, em visita ao Sistema Jangadeiro.

O comandante foi recebido pelo diretor-executivo do Sistema Jangadeiro, Cyro Tomaz.

O governador Camilo Santana sancionou, na última quarta-feira (27), a lei que transforma a iniciativa, que tem 15 anos, em política de estado. O projeto Saúde, Bombeiros e Sociedade nasceu em 2003, com iniciativa voluntária do Corpo de Bombeiros. O objetivo é executar atividades voltadas ao bem-estar, principalmente de idosos, por meio da integração social e da prática de atividades físicas. “A ação será de forma mais perene, com investimento ainda maior”, garantiu o coronel.

No início, o projeto funcionava apenas em Fortaleza. Hoje já é desenvolvido em 18 municípios, em todas as regiões do Estado. “É o Corpo de Bombeiros indo mais além do que apagar incêndio e fazer resgate. É ter responsabilidade social. Nós temos muitos depoimentos de pessoas que estavam com depressão e que, a partir desse projeto, tiveram novo fôlego de vida”.

Publicidade

Dê sua opinião

INVESTIMENTOS

Projeto voluntário do Corpo de Bombeiros é transformado em política de estado

O comandante do Corpo de Bombeiros do Ceará, coronel Holanda, visitou o Sistema Jangadeiro na tarde desta sexta-feira

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

29 de março de 2019 às 19:00

Há 9 meses
Cerca de 30 mil pessoas participam do projeto: Saúde, Bombeiros e Sociedade no Ceará (FOTO: Tribuna do Ceará)

Cerca de 30 mil pessoas participam do projeto Saúde, Bombeiros e Sociedade no Ceará (FOTO: Tribuna do Ceará)

O projeto Saúde, Bombeiros e Sociedade, que beneficia cerca de 30 mil pessoas no Ceará, foi transformado em política pública.

“Hoje nosso projeto atinge quase 30 mil cearenses, inclusive municípios que a gente não tem quartel dos bombeiros ainda, mas o projeto social está presente”, afirmou o comandante do Corpo de Bombeiros do Ceará, coronel Holanda, em visita ao Sistema Jangadeiro.

O comandante foi recebido pelo diretor-executivo do Sistema Jangadeiro, Cyro Tomaz.

O governador Camilo Santana sancionou, na última quarta-feira (27), a lei que transforma a iniciativa, que tem 15 anos, em política de estado. O projeto Saúde, Bombeiros e Sociedade nasceu em 2003, com iniciativa voluntária do Corpo de Bombeiros. O objetivo é executar atividades voltadas ao bem-estar, principalmente de idosos, por meio da integração social e da prática de atividades físicas. “A ação será de forma mais perene, com investimento ainda maior”, garantiu o coronel.

No início, o projeto funcionava apenas em Fortaleza. Hoje já é desenvolvido em 18 municípios, em todas as regiões do Estado. “É o Corpo de Bombeiros indo mais além do que apagar incêndio e fazer resgate. É ter responsabilidade social. Nós temos muitos depoimentos de pessoas que estavam com depressão e que, a partir desse projeto, tiveram novo fôlego de vida”.