Secretário pede exoneração do cargo após tumulto na Câmara de Vereadores

CONFUSÃO

Secretário pede exoneração do cargo após tumulto na Câmara de Vereadores

Antônio Azevedo fez o pedido após invadir o plenário da Câmara de Vereadores e tomar o microfone de um vereador para rebater acusações do vereador Márcio Cruz

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

4 de fevereiro de 2020 às 19:30

Há 4 meses
Todo o tumulto aconteceu na volta dos trabalhos legislativos na casa (FOTO: Reprodução)

Todo o tumulto aconteceu na volta dos trabalhos legislativos na casa (FOTO: Reprodução)

O secretário municipal de Segurança Cidadã Antônio Azevedo pediu a exoneração do cargo nesta terça-feira (4). O pedido aconteceu depois que ele invadiu o plenário da Câmara de Vereadores para rebater acusações do vereador Márcio Cruz (PSD). O parlamentar acusou Azevedo de ser advogado de um grupo criminoso. Nervoso, Azevedo chegou a fazer ameaças ao parlamentar e precisou ser contido por funcionários da casa.

Antes do tumulto no plenário, o vereador Márcio Cruz, exibiu um telão com imagens acusando Azevedo de ser advogado de uma organização criminosa internacional, liderada pelo empresário iraniano Farhad Marvisi, que está preso no presídio federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, desde 2008.

A Prefeitura de Fortaleza informou por meio de nota, que a partir desta semana a Secretaria Municipal de Segurança Cidadã passa a ter como titular em exercício o coronel da Polícia Militar José Maria Barbosa Soares.

Em nota, a Ordem dos Advogados do Brasil, Secção Ceará (OAB-CE) informa que irá averiguar os fatos. “Antônio Azevedo Vieira Filho está regularmente inscrito nesta Seccional, não constando, até o presente momento, qualquer solicitação de licenciamento. Considerando os acontecimentos reportados na manhã desta terça-feira (4), a OAB-CE irá averiguar os fatos para adotar todas as medidas cabíveis”.

Publicidade

Dê sua opinião

CONFUSÃO

Secretário pede exoneração do cargo após tumulto na Câmara de Vereadores

Antônio Azevedo fez o pedido após invadir o plenário da Câmara de Vereadores e tomar o microfone de um vereador para rebater acusações do vereador Márcio Cruz

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

4 de fevereiro de 2020 às 19:30

Há 4 meses
Todo o tumulto aconteceu na volta dos trabalhos legislativos na casa (FOTO: Reprodução)

Todo o tumulto aconteceu na volta dos trabalhos legislativos na casa (FOTO: Reprodução)

O secretário municipal de Segurança Cidadã Antônio Azevedo pediu a exoneração do cargo nesta terça-feira (4). O pedido aconteceu depois que ele invadiu o plenário da Câmara de Vereadores para rebater acusações do vereador Márcio Cruz (PSD). O parlamentar acusou Azevedo de ser advogado de um grupo criminoso. Nervoso, Azevedo chegou a fazer ameaças ao parlamentar e precisou ser contido por funcionários da casa.

Antes do tumulto no plenário, o vereador Márcio Cruz, exibiu um telão com imagens acusando Azevedo de ser advogado de uma organização criminosa internacional, liderada pelo empresário iraniano Farhad Marvisi, que está preso no presídio federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, desde 2008.

A Prefeitura de Fortaleza informou por meio de nota, que a partir desta semana a Secretaria Municipal de Segurança Cidadã passa a ter como titular em exercício o coronel da Polícia Militar José Maria Barbosa Soares.

Em nota, a Ordem dos Advogados do Brasil, Secção Ceará (OAB-CE) informa que irá averiguar os fatos. “Antônio Azevedo Vieira Filho está regularmente inscrito nesta Seccional, não constando, até o presente momento, qualquer solicitação de licenciamento. Considerando os acontecimentos reportados na manhã desta terça-feira (4), a OAB-CE irá averiguar os fatos para adotar todas as medidas cabíveis”.