Vendedora ambulante encontra carteira após show e emociona o dono ao devolvê-la

HONESTIDADE

Vendedora ambulante encontra carteira após show e emociona o dono ao devolvê-la

O advogado Valdo da Cunha perdeu seus pertences durante festa na Arena Castelão. No dia seguinte, foi surpreendido com uma ligação

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

27 de agosto de 2019 às 07:00

Há 11 meses
O casal de vendedores tem um quiosque nos arredores da Arena Castelão (FOTO: Valdo da Cunha)

O casal de vendedores tem um quiosque nos arredores da Arena Castelão (FOTO: Valdo da Cunha/Arquivo pessoal)

A honestidade e o esforço dos cearenses Leudo da Silva e Marcelene de Sousa, casal de vendedores ambulantes, cativaram o advogado Valdo da Cunha. Durante uma festa na Arena Castelão, em Fortaleza, ele perdeu a carteira contendo documentos, cartão de crédito e a quantia de R$ 12. Marcelene, que trabalhava em uma barraca cadastrada pela Prefeitura no local, encontrou o objeto e, junto ao esposo, não mediu esforços para entregá-lo ao dono.

“Fiquei muito feliz. A honestidade por si só já foi incrível, mas o esforço dele de ir atrás para devolver é algo impagável”, destacou o advogado ao comentar sobre a atitude do casal.

O exemplo de honestidade também foi parar nas redes sociais. Em uma publicação no Instagram, Valdo relatou o caso e agradeceu ao casal. Foram quase 100 comentários de amigos, entusiasmados com a iniciativa dos vendedores ambulantes.

Valdo contou que estava saindo da festa na companhia de sua noiva e amigos, quando passou a mão no bolso e sentiu falta da carteira. O grupo procurou na seção de “Achados e Perdidos” do evento, mas não encontrou. “Voltei triste, pois seria uma grande chateação ter que prestar Boletim de Ocorrência, cancelar cartão de crédito e requerer 2ª via dos documentos”, ressaltou.

Já na manhã de domingo, o advogado se surpreendeu com uma ligação da sua operadora de plano de saúde. Do outro lado da linha, a atendente informava que um homem havia ligado para conseguir o contato do dono da carteira que achara. “Na mesma hora, liguei para ele”.

No local marcado, Valdo foi buscar seus pertences e agradecer ao casal. Marcelene encontrou a carteira no final da festa. Percebeu algo no chão e, por curiosidade, resolveu ver o que era. Acabou achando a carteira de Valdo e decidiu procurar por ele no dia seguinte. O marido, então, se prontificou a entrar em contato com a operadora do plano de saúde, por meio do cartão que estava junto aos outros documentos. “Quando achamos o dono, eu fiquei muito feliz”, relembrou a vendedora.

Leudo e Marcelene garantiram que não é a primeira vez que encontram objetos em eventos onde trabalham. Leudo ainda dá a lição e diz nunca ter pensado em ficar com nenhum deles. “Primeiro, porque não é meu, e devolver é o correto a se fazer, pois dinheiro se ganha é trabalhando“.

Para Valdo, o esforço do casal em encontrá-lo foi o mais gratificante. “Ele poderia muito bem não ter se esforçado para encontrar, mas se esforçou para ajudar. Isso recupera a alegria e esperança nas pessoas”, reflete.

Publicidade

Dê sua opinião

HONESTIDADE

Vendedora ambulante encontra carteira após show e emociona o dono ao devolvê-la

O advogado Valdo da Cunha perdeu seus pertences durante festa na Arena Castelão. No dia seguinte, foi surpreendido com uma ligação

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

27 de agosto de 2019 às 07:00

Há 11 meses
O casal de vendedores tem um quiosque nos arredores da Arena Castelão (FOTO: Valdo da Cunha)

O casal de vendedores tem um quiosque nos arredores da Arena Castelão (FOTO: Valdo da Cunha/Arquivo pessoal)

A honestidade e o esforço dos cearenses Leudo da Silva e Marcelene de Sousa, casal de vendedores ambulantes, cativaram o advogado Valdo da Cunha. Durante uma festa na Arena Castelão, em Fortaleza, ele perdeu a carteira contendo documentos, cartão de crédito e a quantia de R$ 12. Marcelene, que trabalhava em uma barraca cadastrada pela Prefeitura no local, encontrou o objeto e, junto ao esposo, não mediu esforços para entregá-lo ao dono.

“Fiquei muito feliz. A honestidade por si só já foi incrível, mas o esforço dele de ir atrás para devolver é algo impagável”, destacou o advogado ao comentar sobre a atitude do casal.

O exemplo de honestidade também foi parar nas redes sociais. Em uma publicação no Instagram, Valdo relatou o caso e agradeceu ao casal. Foram quase 100 comentários de amigos, entusiasmados com a iniciativa dos vendedores ambulantes.

Valdo contou que estava saindo da festa na companhia de sua noiva e amigos, quando passou a mão no bolso e sentiu falta da carteira. O grupo procurou na seção de “Achados e Perdidos” do evento, mas não encontrou. “Voltei triste, pois seria uma grande chateação ter que prestar Boletim de Ocorrência, cancelar cartão de crédito e requerer 2ª via dos documentos”, ressaltou.

Já na manhã de domingo, o advogado se surpreendeu com uma ligação da sua operadora de plano de saúde. Do outro lado da linha, a atendente informava que um homem havia ligado para conseguir o contato do dono da carteira que achara. “Na mesma hora, liguei para ele”.

No local marcado, Valdo foi buscar seus pertences e agradecer ao casal. Marcelene encontrou a carteira no final da festa. Percebeu algo no chão e, por curiosidade, resolveu ver o que era. Acabou achando a carteira de Valdo e decidiu procurar por ele no dia seguinte. O marido, então, se prontificou a entrar em contato com a operadora do plano de saúde, por meio do cartão que estava junto aos outros documentos. “Quando achamos o dono, eu fiquei muito feliz”, relembrou a vendedora.

Leudo e Marcelene garantiram que não é a primeira vez que encontram objetos em eventos onde trabalham. Leudo ainda dá a lição e diz nunca ter pensado em ficar com nenhum deles. “Primeiro, porque não é meu, e devolver é o correto a se fazer, pois dinheiro se ganha é trabalhando“.

Para Valdo, o esforço do casal em encontrá-lo foi o mais gratificante. “Ele poderia muito bem não ter se esforçado para encontrar, mas se esforçou para ajudar. Isso recupera a alegria e esperança nas pessoas”, reflete.