Alunos do Colégio dos Bombeiros participam de seletivas de Olimpíada Internacional de Astronomia

DESTAQUE

Alunos do Colégio dos Bombeiros participam de seletivas de Olimpíada Internacional de Astronomia

Com os 19 nomes presentes na lista de convocação, o CMCB foi a terceira escola militar do Brasil a ter mais alunos convidados para o processo seletivo

Por Tribuna do Ceará em Educação

14 de agosto de 2019 às 15:03

Há 2 meses
A partir de setembro, eles enfrentam uma bateria de provas (FOTO: Cabo Ronaldo Gusmão/Divulgação/CMCB)

A partir de setembro, eles enfrentam uma bateria de provas (FOTO: Cabo Ronaldo Gusmão/Divulgação/CMCB)

Estudantes do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros (CMCB) foram convocados para participar da primeira etapa do processo seletivo para formação das equipes que representarão o Brasil nas Olimpíadas Internacionais de Astronomia em 2020.  São 18 alunos do 9º ano do Ensino Fundamental e um do 2º ano do Ensino Médio.

Com os 19 nomes presentes na lista de convocação, o CMCB foi a terceira escola militar do Brasil a ter mais alunos convidados para o processo seletivo, superada apenas pelos Colégio Militares de Recife e de Brasília, ligados ao Exército Brasileiro. Além disso, foi a escola estadual do Ceará com o maior número de convocados e, mesmo considerando as escolas particulares, uma das de maior destaque nesse quesito na capital cearense.

Os selecionados obtiveram notas iguais ou superiores a 9, para o nível Fundamental, ou 7, para o nível Médio, na prova da Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA) realizada no mês de maio deste ano. A partir de setembro, eles enfrentam uma bateria de provas online, ao lado de alunos de todo o país que se destacaram na OBA, num processo que culmina com a escolha de um contingente reduzido para a etapa presencial, no Rio de Janeiro.

Convocação inédita

Apesar de os alunos do CMCB já se destacarem em olimpíadas e concursos de Astronomia desde 2017, essa foi a primeira vez que houve uma convocação expressiva de estudantes da escola para o processo de formação das equipes nacionais.

“A primeira turma do CMCB a ter a disciplina de Astronomia integrada ao currículo e direcionada para as olimpíadas foi a do 7º Ano de 2017. De lá para cá, os mais interessados se mantiveram participando voluntariamente de aulas semanais de Astronomia. E agora que chegaram ao 9º Ano e tiveram a primeira chance de serem chamados para a seletivas, não deixaram a oportunidade passar em branco!”, explica o primeiro-tenente Romário, professor de Astronomia do CMCB.

Resultados astronômicos

Em 2019, sete alunos do CMCB ganharam medalhas na Jornada Cearense de Foguetes. Os resultados na OBA e na Mostra Brasileira de Foguetes (MoBFog) serão divulgados em setembro.

Em 2018, 64 alunos ganharam medalhas na OBA e 13 na MoBFog. Além disso, a aluna Gabriela Campos, do 9º ano, uma das convocadas para as seletivas, ficou em 3º lugar num concurso nacional de desenho astronômico.

Em 2017, 34 alunos ganharam medalhas na OBA. Além disso, a aluna Jullia Costa, do 9º ano, ficou em 2º lugar no concurso nacional de desenho astronômico e a aluna Maria Alice Mesquita ficou em 3º lugar no Concurso de Astronomia para Estudantes, de redação.

Publicidade

Dê sua opinião

DESTAQUE

Alunos do Colégio dos Bombeiros participam de seletivas de Olimpíada Internacional de Astronomia

Com os 19 nomes presentes na lista de convocação, o CMCB foi a terceira escola militar do Brasil a ter mais alunos convidados para o processo seletivo

Por Tribuna do Ceará em Educação

14 de agosto de 2019 às 15:03

Há 2 meses
A partir de setembro, eles enfrentam uma bateria de provas (FOTO: Cabo Ronaldo Gusmão/Divulgação/CMCB)

A partir de setembro, eles enfrentam uma bateria de provas (FOTO: Cabo Ronaldo Gusmão/Divulgação/CMCB)

Estudantes do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros (CMCB) foram convocados para participar da primeira etapa do processo seletivo para formação das equipes que representarão o Brasil nas Olimpíadas Internacionais de Astronomia em 2020.  São 18 alunos do 9º ano do Ensino Fundamental e um do 2º ano do Ensino Médio.

Com os 19 nomes presentes na lista de convocação, o CMCB foi a terceira escola militar do Brasil a ter mais alunos convidados para o processo seletivo, superada apenas pelos Colégio Militares de Recife e de Brasília, ligados ao Exército Brasileiro. Além disso, foi a escola estadual do Ceará com o maior número de convocados e, mesmo considerando as escolas particulares, uma das de maior destaque nesse quesito na capital cearense.

Os selecionados obtiveram notas iguais ou superiores a 9, para o nível Fundamental, ou 7, para o nível Médio, na prova da Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA) realizada no mês de maio deste ano. A partir de setembro, eles enfrentam uma bateria de provas online, ao lado de alunos de todo o país que se destacaram na OBA, num processo que culmina com a escolha de um contingente reduzido para a etapa presencial, no Rio de Janeiro.

Convocação inédita

Apesar de os alunos do CMCB já se destacarem em olimpíadas e concursos de Astronomia desde 2017, essa foi a primeira vez que houve uma convocação expressiva de estudantes da escola para o processo de formação das equipes nacionais.

“A primeira turma do CMCB a ter a disciplina de Astronomia integrada ao currículo e direcionada para as olimpíadas foi a do 7º Ano de 2017. De lá para cá, os mais interessados se mantiveram participando voluntariamente de aulas semanais de Astronomia. E agora que chegaram ao 9º Ano e tiveram a primeira chance de serem chamados para a seletivas, não deixaram a oportunidade passar em branco!”, explica o primeiro-tenente Romário, professor de Astronomia do CMCB.

Resultados astronômicos

Em 2019, sete alunos do CMCB ganharam medalhas na Jornada Cearense de Foguetes. Os resultados na OBA e na Mostra Brasileira de Foguetes (MoBFog) serão divulgados em setembro.

Em 2018, 64 alunos ganharam medalhas na OBA e 13 na MoBFog. Além disso, a aluna Gabriela Campos, do 9º ano, uma das convocadas para as seletivas, ficou em 3º lugar num concurso nacional de desenho astronômico.

Em 2017, 34 alunos ganharam medalhas na OBA. Além disso, a aluna Jullia Costa, do 9º ano, ficou em 2º lugar no concurso nacional de desenho astronômico e a aluna Maria Alice Mesquita ficou em 3º lugar no Concurso de Astronomia para Estudantes, de redação.