Estudante de escola pública é selecionada para intercâmbio na Alemanha

OPORTUNIDADE

Estudante de escola pública é selecionada para intercâmbio na Alemanha

Marcele Cavalcante, de 15 anos, ficará em Frankfurt, onde participará de agenda que inclui curso de aprofundamento no idioma, visitas a pontos turísticos e eventos culturais

Por Tribuna do Ceará em Educação

17 de janeiro de 2020 às 07:16

Há 6 meses
Para ser selecionada, Marcele gravou um vídeo em alemão justificando por que deveria ter a oportunidade (FOTO: Divulgação)

Para ser selecionada, Marcele gravou um vídeo em alemão justificando por que deveria ter a oportunidade (FOTO: Divulgação)

A estudante Marcele Cavalcante, de 15 anos, embarcou no sábado (11) para a Alemanha. A jovem, que neste ano fará a 3ª série de ensino médio na Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Paulo VI, em Fortaleza, foi selecionada para participar de um curso de imersão na Alemanha, durante 21 dias.

A estadia acontece em Frankfurt, onde a estudante participa de agenda que inclui curso de aprofundamento no idioma, visitas a pontos turísticos e eventos culturais. Toda a excursão é proporcionada pelo “Projeto Escolas: uma parceria para o futuro (Pasch)”, iniciativa do Ministério das Relações Exteriores da Alemanha, junto com o Instituto Goethe. A EEEP Paulo VI, escola de Marcele, é parceira da iniciativa e oferta curso de alemão para os alunos.

Sobre a experiência, a estudante revela que sempre sonhou em estudar fora do país. “Sempre fui uma garota ligada em estudar no exterior, morar sozinha ou conseguir uma bolsa de estudos, coisas que para a maioria das pessoas são algo fora da realidade ou um sonho muito grande. Mas, acho que a gente tem que mudar a nossa realidade de acordo com os nossos sonhos, e não sonhar de acordo com a nossa realidade”, destacou.

Marcele foi selecionada após gravar um vídeo se apresentando em alemão e explicando por que deveria ser ter a oportunidade. “Primeiro de tudo, é preciso ter perseverança. Participei da primeira seleção e não fui escolhida, mas não desisti e continuei mantendo meu boletim na escola. Quando ocorreu a seleção seguinte, consegui. O importante é manter as notas boas na base comum e ser participativa”, lembra a estudante. A ação seleciona, anualmente, dois alunos da EEEP Paulo VI.

Engajamento

Engajada nas iniciativas da escola, Marcele também é atuante em outros projetos, como o coral e do grupo de dança. A respeito da viagem, a jovem aponta que se preparou para viver uma experiência de aprofundamento tanto na cultura como na língua alemã.

“Vou conhecer pessoas de outros países e representar também a cultura brasileira. Estou realmente muito ansiosa. Não consigo acreditar que consegui realizar meu sonho de viajar para o exterior com 15 anos. É realmente uma conquista muito grande e eu mal posso esperar pra aprender muitas coisas novas e quem sabe até ver neve”, projeta.

Para o futuro, Marcele diz pretender fazer curso superior em área relacionada ao turismo ou a eventos. “Tenho planos de conseguir uma bolsa de estudos na Coréia do Sul, que sempre foi um sonho meu. Ainda quero fazer muitos e muitos intercâmbios. Também sempre quis ter minha própria academia de dança comunitária e quem sabe esse projeto começa a ser desenvolvido nos próximos anos”, idealiza.

 

Publicidade

Dê sua opinião

OPORTUNIDADE

Estudante de escola pública é selecionada para intercâmbio na Alemanha

Marcele Cavalcante, de 15 anos, ficará em Frankfurt, onde participará de agenda que inclui curso de aprofundamento no idioma, visitas a pontos turísticos e eventos culturais

Por Tribuna do Ceará em Educação

17 de janeiro de 2020 às 07:16

Há 6 meses
Para ser selecionada, Marcele gravou um vídeo em alemão justificando por que deveria ter a oportunidade (FOTO: Divulgação)

Para ser selecionada, Marcele gravou um vídeo em alemão justificando por que deveria ter a oportunidade (FOTO: Divulgação)

A estudante Marcele Cavalcante, de 15 anos, embarcou no sábado (11) para a Alemanha. A jovem, que neste ano fará a 3ª série de ensino médio na Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Paulo VI, em Fortaleza, foi selecionada para participar de um curso de imersão na Alemanha, durante 21 dias.

A estadia acontece em Frankfurt, onde a estudante participa de agenda que inclui curso de aprofundamento no idioma, visitas a pontos turísticos e eventos culturais. Toda a excursão é proporcionada pelo “Projeto Escolas: uma parceria para o futuro (Pasch)”, iniciativa do Ministério das Relações Exteriores da Alemanha, junto com o Instituto Goethe. A EEEP Paulo VI, escola de Marcele, é parceira da iniciativa e oferta curso de alemão para os alunos.

Sobre a experiência, a estudante revela que sempre sonhou em estudar fora do país. “Sempre fui uma garota ligada em estudar no exterior, morar sozinha ou conseguir uma bolsa de estudos, coisas que para a maioria das pessoas são algo fora da realidade ou um sonho muito grande. Mas, acho que a gente tem que mudar a nossa realidade de acordo com os nossos sonhos, e não sonhar de acordo com a nossa realidade”, destacou.

Marcele foi selecionada após gravar um vídeo se apresentando em alemão e explicando por que deveria ser ter a oportunidade. “Primeiro de tudo, é preciso ter perseverança. Participei da primeira seleção e não fui escolhida, mas não desisti e continuei mantendo meu boletim na escola. Quando ocorreu a seleção seguinte, consegui. O importante é manter as notas boas na base comum e ser participativa”, lembra a estudante. A ação seleciona, anualmente, dois alunos da EEEP Paulo VI.

Engajamento

Engajada nas iniciativas da escola, Marcele também é atuante em outros projetos, como o coral e do grupo de dança. A respeito da viagem, a jovem aponta que se preparou para viver uma experiência de aprofundamento tanto na cultura como na língua alemã.

“Vou conhecer pessoas de outros países e representar também a cultura brasileira. Estou realmente muito ansiosa. Não consigo acreditar que consegui realizar meu sonho de viajar para o exterior com 15 anos. É realmente uma conquista muito grande e eu mal posso esperar pra aprender muitas coisas novas e quem sabe até ver neve”, projeta.

Para o futuro, Marcele diz pretender fazer curso superior em área relacionada ao turismo ou a eventos. “Tenho planos de conseguir uma bolsa de estudos na Coréia do Sul, que sempre foi um sonho meu. Ainda quero fazer muitos e muitos intercâmbios. Também sempre quis ter minha própria academia de dança comunitária e quem sabe esse projeto começa a ser desenvolvido nos próximos anos”, idealiza.