TRE mantém liminar que impede Eunício de usar imagens de Lula, Camilo e Cid

ESTRATÉGIA NÃO COLOU

TRE mantém liminar que impede Eunício de usar imagens de Lula, Camilo e Cid

O presidente do Senado está em aliança informal com Camilo e Cid. Eunício teria mandado confeccionar adesivos com os dizeres “O Senador do Lula”

Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018

25 de setembro de 2018 às 14:35

Há 12 meses
O Senador nega as acusações (Foto: Waldemir Barreto-Agência Senado)

O senador nega as acusações (Foto: Waldemir Barreto-Agência Senado)

Após denúncia do PSDB, o pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu manter a liminar que impede Eunício Oliveira (MDB), candidato ao Senado no Ceará, de usar o nome, voz ou imagem de Camilo Santana (PT), Cid Gomes (PDT) e Lula (PT). A votação ocorreu na noite desta segunda-feira (24). A coligação do presidente do Senado havia recorrido da liminar concedida anteriormente.

A coligação “Tá na hora de mudar”, encabeçada pelo General Theóphilo (PSDB), denunciou ao TRE-CE o candidato ao Senado Eunício Oliveira (MDB) por utilização ilícita de imagens de candidatos ligados à coligação adversária.

O presidente do Senado está em aliança informal com o governador Camilo Santana (PT) e o também candidato ao Senado Cid Gomes (PDT). Ele teria também mandado confeccionar adesivos com os dizeres “O Senador do Lula”.

O presidente do Senado já havia sido obrigado pela Justiça Eleitoral a não utilizar “a voz, as imagens ou os nomes de Lula, Cid Gomes e Camilo Santana” na propaganda política, sob pena de multa diária no valor de R$ 10 mil.

Na prática, a sentença final dada pelo TRE enquadra formalmente a “aliança informal” estabelecida entre PDT, PT e MDB no Ceará.

Publicidade

Dê sua opinião

ESTRATÉGIA NÃO COLOU

TRE mantém liminar que impede Eunício de usar imagens de Lula, Camilo e Cid

O presidente do Senado está em aliança informal com Camilo e Cid. Eunício teria mandado confeccionar adesivos com os dizeres “O Senador do Lula”

Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018

25 de setembro de 2018 às 14:35

Há 12 meses
O Senador nega as acusações (Foto: Waldemir Barreto-Agência Senado)

O senador nega as acusações (Foto: Waldemir Barreto-Agência Senado)

Após denúncia do PSDB, o pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu manter a liminar que impede Eunício Oliveira (MDB), candidato ao Senado no Ceará, de usar o nome, voz ou imagem de Camilo Santana (PT), Cid Gomes (PDT) e Lula (PT). A votação ocorreu na noite desta segunda-feira (24). A coligação do presidente do Senado havia recorrido da liminar concedida anteriormente.

A coligação “Tá na hora de mudar”, encabeçada pelo General Theóphilo (PSDB), denunciou ao TRE-CE o candidato ao Senado Eunício Oliveira (MDB) por utilização ilícita de imagens de candidatos ligados à coligação adversária.

O presidente do Senado está em aliança informal com o governador Camilo Santana (PT) e o também candidato ao Senado Cid Gomes (PDT). Ele teria também mandado confeccionar adesivos com os dizeres “O Senador do Lula”.

O presidente do Senado já havia sido obrigado pela Justiça Eleitoral a não utilizar “a voz, as imagens ou os nomes de Lula, Cid Gomes e Camilo Santana” na propaganda política, sob pena de multa diária no valor de R$ 10 mil.

Na prática, a sentença final dada pelo TRE enquadra formalmente a “aliança informal” estabelecida entre PDT, PT e MDB no Ceará.