Acusado de roubar caminhão que transportava eletrodomésticos tem pedido de liberdade negado - Noticias


Acusado de roubar caminhão que transportava eletrodomésticos tem pedido de liberdade negado

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) negou habeas corpus a Paulo Roberto de Moura de Oliveira, acusado de roubo e formação de quadrilha. A decisão foi proferida nesta segunda-feira (9) e teve como relator o desembargador João Byron de Figueirêdo Frota

Por Rodrigo Cavalcante em Fortaleza

10 de janeiro de 2012 às 22:51

Há 8 anos

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) negou habeas corpus a Paulo Roberto de Moura de Oliveira, acusado de roubo e formação de quadrilha. A decisão foi proferida nesta segunda-feira (9) e teve como relator o desembargador João Byron de Figueirêdo Frota.

O réu foi preso, juntamente com outras cinco pessoas, no dia 2 de setembro de 2011, no bairro Cidade dos Funcionários, em Fortaleza. Segundo o inquérito policial, a quadrilha participou do roubo de um caminhão que transportava eletrodomésticos.

Em depoimento, Paulo Roberto negou envolvimento no crime. A defesa ingressou com pedido de liberdade no TJCE requerendo alvará de soltura. Alegou que ele é primário, possui residência fixa e profissão definida.

A 2ª Câmara Criminal, ao apreciar o processo, negou o pedido de liberdade. Conforme o relator, há “robustos indícios de autoria, bem como prova da materialidade delitiva”. Ainda segundo o desembargador, as acusações são graves e réu tem envolvimento em outros crimes.

Leia mais:
Acusado de atropelar e matar idosa em Quixadá vai a júri popular
TJCE nega liberdade a ciganas acusadas de porte ilegal de armas

Com informações do TJCE

Publicidade

Dê sua opinião

Acusado de roubar caminhão que transportava eletrodomésticos tem pedido de liberdade negado

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) negou habeas corpus a Paulo Roberto de Moura de Oliveira, acusado de roubo e formação de quadrilha. A decisão foi proferida nesta segunda-feira (9) e teve como relator o desembargador João Byron de Figueirêdo Frota

Por Rodrigo Cavalcante em Fortaleza

10 de janeiro de 2012 às 22:51

Há 8 anos

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) negou habeas corpus a Paulo Roberto de Moura de Oliveira, acusado de roubo e formação de quadrilha. A decisão foi proferida nesta segunda-feira (9) e teve como relator o desembargador João Byron de Figueirêdo Frota.

O réu foi preso, juntamente com outras cinco pessoas, no dia 2 de setembro de 2011, no bairro Cidade dos Funcionários, em Fortaleza. Segundo o inquérito policial, a quadrilha participou do roubo de um caminhão que transportava eletrodomésticos.

Em depoimento, Paulo Roberto negou envolvimento no crime. A defesa ingressou com pedido de liberdade no TJCE requerendo alvará de soltura. Alegou que ele é primário, possui residência fixa e profissão definida.

A 2ª Câmara Criminal, ao apreciar o processo, negou o pedido de liberdade. Conforme o relator, há “robustos indícios de autoria, bem como prova da materialidade delitiva”. Ainda segundo o desembargador, as acusações são graves e réu tem envolvimento em outros crimes.

Leia mais:
Acusado de atropelar e matar idosa em Quixadá vai a júri popular
TJCE nega liberdade a ciganas acusadas de porte ilegal de armas

Com informações do TJCE