Confirmada primeira morte por leptospirose na Capital em 2011 - Noticias


Confirmada primeira morte por leptospirose na Capital em 2011

Em 2010, segundo o último boletim da Sesa, foram registrados 71 casos da doença em todo o Ceará, sendo 29 desses confirmados em 13 municípios, com quatro mortes ao todo

Por Felipe Lima e Thamiris Treigher em Fortaleza

6 de abril de 2011 às 11:10

Há 9 anos

A leptospirose é causada por uma bactéria da família leptospiraceae, presente da urina do rato

Foi confirmada nesta semana a primeira morte do ano por leptospirose em Fortaleza. Segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a vítima foi um homem de 52 anos que morava no bairro São Cristóvão. Ele faleceu no Hospital Gonzaguinha da Messejana.

De acordo com a SMS, está sendo realizada uma desratização nas proximidades onde a vítima morava. Além do bairro, a Prefeitura, através da Secretaria Executiva Regional (SER) II também realizou nesta segunda-feira processo semelhante no entorno do Cemitério São João Batista, no Centro da Capital.

Neste ano, já foram confirmados cinco casos de leptospirose em Fortaleza. No Estado, entretanto, os números ainda não foram fechados. Em 2010, segundo o último boletim da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), foram registrados 71 casos da doença em todo o Ceará, sendo 29 desses confirmados em 13 municípios. Ao todo, foram quatro óbitos na Capital e outros três no Interior.

Os bairros de Fortaleza com maior incidência da doença foram: Bom Jardim, Parque São José, Siqueira, Planalto Airton Sena, Cambeba, Aerolândia, Jacarecanga, Montese e Centro.

Histórico da doença

No Estado, a leptospirose foi reportada pela primeira vez em 1995, ano com maior número de casos confirmados. Destacam-se também os anos de 2003 e 2004, quando a incidência de casos foi de 1 para cada 10.000 habitantes.

No Brasil, as regiões onde há maior número de casos confirmados é o Sudeste e Sul, com destaque para os estados de São Paulo e Rio Grande do Sul. O Nordeste, por sua vez, ocupa o terceiro lugar, com destaque para Pernambuco e Bahia.

Sintomas

A leptospirose é uma doença infecciosa febril que acomete o homem e animais, podendo variar de um processo inaparente até as formas mais graves. A doença é causada por uma leptospira da família leptospiraceae, com dois gêneros: Leptospira e Leptonema. Os principais sintomas são febre, dor de cabeça, fraqueza, dores no corpo (com destaque para a panturrilha) e calafrios.

Redação Jangadeiro Online, com informações da SMS e da Sesa

Publicidade

Dê sua opinião

Confirmada primeira morte por leptospirose na Capital em 2011

Em 2010, segundo o último boletim da Sesa, foram registrados 71 casos da doença em todo o Ceará, sendo 29 desses confirmados em 13 municípios, com quatro mortes ao todo

Por Felipe Lima e Thamiris Treigher em Fortaleza

6 de abril de 2011 às 11:10

Há 9 anos

A leptospirose é causada por uma bactéria da família leptospiraceae, presente da urina do rato

Foi confirmada nesta semana a primeira morte do ano por leptospirose em Fortaleza. Segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a vítima foi um homem de 52 anos que morava no bairro São Cristóvão. Ele faleceu no Hospital Gonzaguinha da Messejana.

De acordo com a SMS, está sendo realizada uma desratização nas proximidades onde a vítima morava. Além do bairro, a Prefeitura, através da Secretaria Executiva Regional (SER) II também realizou nesta segunda-feira processo semelhante no entorno do Cemitério São João Batista, no Centro da Capital.

Neste ano, já foram confirmados cinco casos de leptospirose em Fortaleza. No Estado, entretanto, os números ainda não foram fechados. Em 2010, segundo o último boletim da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), foram registrados 71 casos da doença em todo o Ceará, sendo 29 desses confirmados em 13 municípios. Ao todo, foram quatro óbitos na Capital e outros três no Interior.

Os bairros de Fortaleza com maior incidência da doença foram: Bom Jardim, Parque São José, Siqueira, Planalto Airton Sena, Cambeba, Aerolândia, Jacarecanga, Montese e Centro.

Histórico da doença

No Estado, a leptospirose foi reportada pela primeira vez em 1995, ano com maior número de casos confirmados. Destacam-se também os anos de 2003 e 2004, quando a incidência de casos foi de 1 para cada 10.000 habitantes.

No Brasil, as regiões onde há maior número de casos confirmados é o Sudeste e Sul, com destaque para os estados de São Paulo e Rio Grande do Sul. O Nordeste, por sua vez, ocupa o terceiro lugar, com destaque para Pernambuco e Bahia.

Sintomas

A leptospirose é uma doença infecciosa febril que acomete o homem e animais, podendo variar de um processo inaparente até as formas mais graves. A doença é causada por uma leptospira da família leptospiraceae, com dois gêneros: Leptospira e Leptonema. Os principais sintomas são febre, dor de cabeça, fraqueza, dores no corpo (com destaque para a panturrilha) e calafrios.

Redação Jangadeiro Online, com informações da SMS e da Sesa