Empresa implanta catraca dupla em ônibus para evitar que passageiros não paguem tarifa


Empresa implanta catraca dupla em ônibus para evitar que passageiros não paguem tarifa

Mesmo com a mudança adotada pela empresa de Fortaleza, que está em fase de teste, usuários encontram outras formas de circular no veículo sem pagar passagem

Por Roberta Tavares em Mobilidade Urbana

13 de novembro de 2014 às 16:51

Há 5 anos
Desde o início de novembro, circulam nas redes sociais imagens das duplas catracas (FOTO: Divulgação/Fortalbus)

Mudança chamou atenção de passageiros (FOTO: Divulgação/Fortalbus)

Pensando em inibir a ação de passageiros que evitam pagar a passagem pulando a catraca do ônibus, uma empresa de transporte urbano de Fortaleza resolveu implantar a dupla catraca em alguns coletivos da capital.

A empresa Vega Transportes adaptou uma catraca em cima da outra nos veículos que fazem a linha 645 – João Paulo II, que transita no Bairro Barroso. A linha acumula constantes registros de evasão de receitas, o que levou a empresa a adotar a sugestão e evitar que passageiros utilizem o transporte sem pagar a tarifa.

Desde o início de novembro, circulam nas redes sociais imagens das duplas catracas nos coletivos. Segundo o supervisor de tráfego da empresa, Marcelo Arruda, a implantação ainda é experimental e faz parte de um teste para melhorar o nível de segurança dos usuários.

Para o presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Ceará (Sindiônibus), Dimas Barreira, a intenção não é expandir a mudança. Ele explica que a ação de certos passageiros, passando “de maneira violenta”, estava se tornando cultural e, por isso, foi necessária a instalação do equipamento.

“Vamos avaliar se essa novidade vai ser ampliada, mas a intenção é corrigir apenas o comportamento dessa linha. Caso seja ampliado, vamos fazer um projeto mais bem elaborado, porque esse atual causa incômodo a quem vai passar a catraca e está com bolsa, por exemplo”, afirma.

Se a avaliação for positiva, poderá ser adotada definitivamente na linha 645 e estendida a outras linhas em que haja recorrência da prática. “Ainda não temos número, porque é difícil fazer uma avaliação, mas vamos seguir até o fim mês e ver no que dá”, conta Dimas.

Por meio de nota, a empresa operadora da linha informou que a dupla catraca tem o objetivo de oferecer mais segurança aos usuários. Mesmo com a mudança, ainda há passageiros que burlam o sistema instalado. Veja o vídeo abaixo:

[uol video=”http://mais.uol.com.br/view/15273569″]

Publicidade

Dê sua opinião

Empresa implanta catraca dupla em ônibus para evitar que passageiros não paguem tarifa

Mesmo com a mudança adotada pela empresa de Fortaleza, que está em fase de teste, usuários encontram outras formas de circular no veículo sem pagar passagem

Por Roberta Tavares em Mobilidade Urbana

13 de novembro de 2014 às 16:51

Há 5 anos
Desde o início de novembro, circulam nas redes sociais imagens das duplas catracas (FOTO: Divulgação/Fortalbus)

Mudança chamou atenção de passageiros (FOTO: Divulgação/Fortalbus)

Pensando em inibir a ação de passageiros que evitam pagar a passagem pulando a catraca do ônibus, uma empresa de transporte urbano de Fortaleza resolveu implantar a dupla catraca em alguns coletivos da capital.

A empresa Vega Transportes adaptou uma catraca em cima da outra nos veículos que fazem a linha 645 – João Paulo II, que transita no Bairro Barroso. A linha acumula constantes registros de evasão de receitas, o que levou a empresa a adotar a sugestão e evitar que passageiros utilizem o transporte sem pagar a tarifa.

Desde o início de novembro, circulam nas redes sociais imagens das duplas catracas nos coletivos. Segundo o supervisor de tráfego da empresa, Marcelo Arruda, a implantação ainda é experimental e faz parte de um teste para melhorar o nível de segurança dos usuários.

Para o presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Ceará (Sindiônibus), Dimas Barreira, a intenção não é expandir a mudança. Ele explica que a ação de certos passageiros, passando “de maneira violenta”, estava se tornando cultural e, por isso, foi necessária a instalação do equipamento.

“Vamos avaliar se essa novidade vai ser ampliada, mas a intenção é corrigir apenas o comportamento dessa linha. Caso seja ampliado, vamos fazer um projeto mais bem elaborado, porque esse atual causa incômodo a quem vai passar a catraca e está com bolsa, por exemplo”, afirma.

Se a avaliação for positiva, poderá ser adotada definitivamente na linha 645 e estendida a outras linhas em que haja recorrência da prática. “Ainda não temos número, porque é difícil fazer uma avaliação, mas vamos seguir até o fim mês e ver no que dá”, conta Dimas.

Por meio de nota, a empresa operadora da linha informou que a dupla catraca tem o objetivo de oferecer mais segurança aos usuários. Mesmo com a mudança, ainda há passageiros que burlam o sistema instalado. Veja o vídeo abaixo:

[uol video=”http://mais.uol.com.br/view/15273569″]