Parklet é instalado em Fortaleza como estímulo do uso dos espaços urbanos da capital


População de Fortaleza ignora Parklet instalado na Av. Beira Mar

Conceito do equipamento que deveria ser um estímulo para uso de espaços urbanos surgiu nos Estados Unidos, e o único da capital não é bem utilizado no dia a dia

Por Marcella Ruchet em Mobilidade Urbana

24 de julho de 2014 às 16:22

Há 6 anos

Já ouviu falar em parklet? São mini praças instaladas em lugares que deveriam servir de vagas para carros. Mas o espaço onde deveria haver carros estacionados, dá lugar a uma pequena área de convivência. O conceito surgiu na Califórnia e, no Brasil teve início na cidade de São Paulo. O primeiro parklet instalado em Fortaleza foi no ano passado durante a edição da Casa Cor Ceará.

Parklet está no local desde o início do mês de junho (FOTO: Marcella Ruchet/Tribuna do Ceará)

Parklet está no local desde o início do mês de junho (FOTO: Marcella Ruchet/Tribuna do Ceará)

Desde o início do mês de junho um novo parklet foi colocado na cidade, dessa vez em frente ao espigão da Avenida Rui Barbosa. A instalação da mini praça é uma parceria entre a Prefeitura de Fortaleza e o Creatore Ateliê de Arquitetura. O ateliê também é responsável pelo projeto Estar Urbano, que tem como objetivo revitalizar os espaços público da cidade.

Aceitação

A população olha curiosa ao ver o parklet. Conceito do equipamento, que deveria ser um estímulo para uso de espaços urbanos, é ignorado no dia a dia. Alguns repetem o nome, na dúvida se estão falando corretamente. Mas, de fato, poucos se aproximam para conhecer. Eliane de Castro é uma das que nunca tinha ouvido falar, mas acha a ideia válida. “Acho a iniciativa legal, mesmo que use vaga de carro, que já é complicado, vale a pena ter um espaço diferente cidade.”

Mas, segundo trabalhadores que ficam próximos ao parklet, poucas pessoas utilizam o mobiliário urbano. Marcos Medeiros (36) trabalha todo os dias “olhando” para a mini praça, como ele mesmo diz. Desde a sua instalação, o rapaz afirma que quase ninguém senta no local. “As pessoas perguntam o que é, mas quase ninguém usa. Tem gente que senta pra esperar alguém ou descansar da caminhada, mas não é muita gente não”, afirma.

Projeto

O parklet foi implantado dia 12 de junho, dia da abertura da Copa do Mundo de 2014. Segundo a Creatore, turistas estrangeiros que passaram pelo local já estavam acostumados a ver a pequena praça, mas para os cearenses era pura novidade.

O parklet não é fixo e tem concessão do espaço renovada mensalmente com a prefeitura. De acordo com a assessoria, a prefeitura disponibiliza locais para a construção, mas todo o material fica a cargo da Creatore, que conta com o apoio de empresas privadas para conseguir os recursos.

Para a instalação do único parklet da capital cearense, é necessário a utilização do espaço equivalente a duas vagas de automóveis. Em contrapartida, o mobiliário conta com com local para estacionar a bicicleta, que funciona como um incentivo para o uso da mesma.

Confira galeria:

Parklet
1/5

Parklet

O mobiliário faz parte do projeto Estar Urbano (FOTO: Marcella Ruchet/Tribuna do Ceará)

Parklet
2/5

Parklet

Poucas pessoas fazem uso do mobiliário (FOTO: Marcella Ruchet/Tribuna do Ceará)

Parklet
3/5

Parklet

Poucas pessoas fazem uso do mobiliário (FOTO: Marcella Ruchet/Tribuna do Ceará)

Parklet
4/5

Parklet

Parklet está no local desde o início do mês de junho (FOTO: Marcella Ruchet/Tribuna do Ceará)

Parklet
5/5

Parklet

Parklet está no local desde o início do mês de junho (FOTO: Marcella Ruchet/Tribuna do Ceará)

Publicidade

Dê sua opinião

População de Fortaleza ignora Parklet instalado na Av. Beira Mar

Conceito do equipamento que deveria ser um estímulo para uso de espaços urbanos surgiu nos Estados Unidos, e o único da capital não é bem utilizado no dia a dia

Por Marcella Ruchet em Mobilidade Urbana

24 de julho de 2014 às 16:22

Há 6 anos

Já ouviu falar em parklet? São mini praças instaladas em lugares que deveriam servir de vagas para carros. Mas o espaço onde deveria haver carros estacionados, dá lugar a uma pequena área de convivência. O conceito surgiu na Califórnia e, no Brasil teve início na cidade de São Paulo. O primeiro parklet instalado em Fortaleza foi no ano passado durante a edição da Casa Cor Ceará.

Parklet está no local desde o início do mês de junho (FOTO: Marcella Ruchet/Tribuna do Ceará)

Parklet está no local desde o início do mês de junho (FOTO: Marcella Ruchet/Tribuna do Ceará)

Desde o início do mês de junho um novo parklet foi colocado na cidade, dessa vez em frente ao espigão da Avenida Rui Barbosa. A instalação da mini praça é uma parceria entre a Prefeitura de Fortaleza e o Creatore Ateliê de Arquitetura. O ateliê também é responsável pelo projeto Estar Urbano, que tem como objetivo revitalizar os espaços público da cidade.

Aceitação

A população olha curiosa ao ver o parklet. Conceito do equipamento, que deveria ser um estímulo para uso de espaços urbanos, é ignorado no dia a dia. Alguns repetem o nome, na dúvida se estão falando corretamente. Mas, de fato, poucos se aproximam para conhecer. Eliane de Castro é uma das que nunca tinha ouvido falar, mas acha a ideia válida. “Acho a iniciativa legal, mesmo que use vaga de carro, que já é complicado, vale a pena ter um espaço diferente cidade.”

Mas, segundo trabalhadores que ficam próximos ao parklet, poucas pessoas utilizam o mobiliário urbano. Marcos Medeiros (36) trabalha todo os dias “olhando” para a mini praça, como ele mesmo diz. Desde a sua instalação, o rapaz afirma que quase ninguém senta no local. “As pessoas perguntam o que é, mas quase ninguém usa. Tem gente que senta pra esperar alguém ou descansar da caminhada, mas não é muita gente não”, afirma.

Projeto

O parklet foi implantado dia 12 de junho, dia da abertura da Copa do Mundo de 2014. Segundo a Creatore, turistas estrangeiros que passaram pelo local já estavam acostumados a ver a pequena praça, mas para os cearenses era pura novidade.

O parklet não é fixo e tem concessão do espaço renovada mensalmente com a prefeitura. De acordo com a assessoria, a prefeitura disponibiliza locais para a construção, mas todo o material fica a cargo da Creatore, que conta com o apoio de empresas privadas para conseguir os recursos.

Para a instalação do único parklet da capital cearense, é necessário a utilização do espaço equivalente a duas vagas de automóveis. Em contrapartida, o mobiliário conta com com local para estacionar a bicicleta, que funciona como um incentivo para o uso da mesma.

Confira galeria:

Parklet
1/5

Parklet

O mobiliário faz parte do projeto Estar Urbano (FOTO: Marcella Ruchet/Tribuna do Ceará)

Parklet
2/5

Parklet

Poucas pessoas fazem uso do mobiliário (FOTO: Marcella Ruchet/Tribuna do Ceará)

Parklet
3/5

Parklet

Poucas pessoas fazem uso do mobiliário (FOTO: Marcella Ruchet/Tribuna do Ceará)

Parklet
4/5

Parklet

Parklet está no local desde o início do mês de junho (FOTO: Marcella Ruchet/Tribuna do Ceará)

Parklet
5/5

Parklet

Parklet está no local desde o início do mês de junho (FOTO: Marcella Ruchet/Tribuna do Ceará)