Garçom é executado em lanchonete na Avenida Bezerra de Menezes


Garçom é executado em lanchonete na Avenida Bezerra de Menezes

O garçon de uma lanchonete localizada na Avenida Bezerra de Menezes, em Fortaleza, foi morto na noite de quinta-feira (4) com diparos de pistola efetuados no momento em que a vítima servia os clientes do estabelecimento.

Por Tribuna do Ceará em Polícia

5 de outubro de 2012 às 07:29

Há 7 anos

O garçom de uma lanchonete localizada na Avenida Bezerra de Menezes, em Fortaleza, foi morto na noite de quinta-feira (4) com disparos de pistola efetuados no momento em que a vítima servia os clientes do estabelecimento.

Dois homens chegaram em uma motocicleta, atiraram contra Emanuel Nascimento da Silva, de 26 anos, e fugiram do local do crime. A polícia informou que um veículo com as mesmas caracteríticas do transporte utilizado pelos acusados foi encontrado abandonado a poucos metros da lanchonete onde aconteceu o homicídio.

A polícia suspeita que o crime tenha sido motivado por acerto de contas e afirma que analisará as imagens registradas pelas câmeras de segurança para identificar os acusados. De acordo com o dono do estabelecimento, Emanuel era um bom funcionário e muitos clientes gostavam de seu trabalho.

Publicidade

Dê sua opinião

Garçom é executado em lanchonete na Avenida Bezerra de Menezes

O garçon de uma lanchonete localizada na Avenida Bezerra de Menezes, em Fortaleza, foi morto na noite de quinta-feira (4) com diparos de pistola efetuados no momento em que a vítima servia os clientes do estabelecimento.

Por Tribuna do Ceará em Polícia

5 de outubro de 2012 às 07:29

Há 7 anos

O garçom de uma lanchonete localizada na Avenida Bezerra de Menezes, em Fortaleza, foi morto na noite de quinta-feira (4) com disparos de pistola efetuados no momento em que a vítima servia os clientes do estabelecimento.

Dois homens chegaram em uma motocicleta, atiraram contra Emanuel Nascimento da Silva, de 26 anos, e fugiram do local do crime. A polícia informou que um veículo com as mesmas caracteríticas do transporte utilizado pelos acusados foi encontrado abandonado a poucos metros da lanchonete onde aconteceu o homicídio.

A polícia suspeita que o crime tenha sido motivado por acerto de contas e afirma que analisará as imagens registradas pelas câmeras de segurança para identificar os acusados. De acordo com o dono do estabelecimento, Emanuel era um bom funcionário e muitos clientes gostavam de seu trabalho.